sexta-feira, 24 de maio de 2019

Dicas de Leitura - Chico Buarque e Camões

Francisco Buarque de Hollanda, mais conhecido como Chico Buarque nasceu no Rio de Janeiro em 19 de junho de 1944. É músico, dramaturgo, escritor e ator brasileiro, conhecido por ser um dos maiores nomes da música popular brasileira (MPB). Em 21 de maio recebeu o "Prêmio Camões de Literatura 2019", premiação que consagra um autor de língua portuguesa que, pelo conjunto de sua obra, tenha contribuído para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural da língua portuguesa. A Biblioteca Nacional informa em seu site que "o júri decidiu, por unanimidade, atribuir o Prémio Camões a Chico pela qualidade e transversalidade da sua obra, tanto através de gêneros e formas, quanto pela sua contribuição para a formação cultural de diferentes gerações em todos os países onde se fala a língua portuguesa. O Júri reconheceu o valor e o alcance de uma obra multifacetada, repartida entre poesia, drama e romance. O seu trabalho atravessou fronteiras e mantém-se como uma referência fundamental da cultura do mundo contemporâneo”.


O IRMÃO ALEMÃO (2014)
A partir da memória e da história familiar, Chico Buarque constrói romance sobre a busca obsessiva do autor/narrador por um irmão desconhecido, misturando as fronteiras entre ficção e realidade.
Na São Paulo dos anos 1960, o adolescente Francisco de Hollander, ou Ciccio, encontra uma carta em alemão dentro de um volume na vasta biblioteca paterna, a segunda maior da cidade. Em meio a porres, roubos recreativos de carros e jornadas nem sempre lícitas a livros empoeirados, surgem pistas que detonam uma missão de vida inteira. Ao tentar traçar o destino de seu irmão alemão, parece também estar em jogo para o narrador ganhar o respeito do pai, que, apesar dos arroubos intelectuais de Ciccio, tem mais afinidade com Domingos, ou Mimmo, seu outro filho, galanteador contumaz, leitor da Playboy e da Luluzinha, e sempre a par das novas sobre Brigitte Bardot. A despeito das tentativas de mediação da mãe, Assunta - italiana doce e enérgica, justa e com todos compreensiva -, a relação dos irmãos é quase feita só de silêncio, competição e ressentimento.
Num decurso temporal que chega à Berlim dos dias presentes, e que tem no horror da ditadura militar brasileira e nos ecos do Holocausto seus centros de força, O irmão alemão conduz o leitor por caminhos vertiginosos através dessa busca pela verdade e pelos afetos.

LEITE DERRAMADO (2009)
Um homem muito velho está num leito de hospital. Membro de uma tradicional família brasileira, ele desfia, num monólogo dirigido à filha, às enfermeiras e a quem quiser ouvir, a história de sua linhagem desde os ancestrais portugueses, passando por um barão do Império, um senador da Primeira República, até o tataraneto, garotão do Rio de Janeiro atual. A fala desarticulada do ancião cria dúvidas e suspenses que prendem o leitor. O discurso da personagem parece espontâneo, mas o escritor domina com mão firme as associações livres, as falsidades e os não ditos, de modo que o leitor pode ler nas entrelinhas, partilhando a ironia do autor, verdades que a personagem não consegue enfrentar. Tudo, neste texto, é conciso e preciso; como num quebra-cabeça bem concebido, nenhum elemento é supérfluo. Percorre todo o livro a paixão mal vivida e mal compreendida do narrador por uma
mulher. Os múltiplos traços de Matilde, seu "olhar em pingue-pongue", suas corridas a cavalo ou na praia, suas danças, seus vestidos espalhafatosos, ao mesmo tempo que determinam a paixão do marido e impregnam indelevelmente sua lembrança, ocasionam a infelicidade de ambos. Embora vista de forma indireta e em breves flashes Matilde se torna, também para o leitor, inesquecível.Outras figuras, fixadas a partir de mínimos traços, circulam pela memória do protagonista: o arrogante engenheiro francês Dubosc; a mãe do narrador, que, de tão reprimida e repressora, "toca" piano sem emitir nenhum som; a namorada do garotão com seus piercings e gírias. É espantoso como tantas personagens ganham vida neste breve romance. Leite derramado é obra de um escritor em plena posse de seu talento e de sua linguagem.

TANTAS PALAVRAS (2006)
Todas as letras & Reportagem biográfica de Humberto Werneck
Lançado em 1989, reeditado em 1995 e esgotado há muitos anos, o songbook Chico Buarque: letra e música converteu-se não apenas num sucesso de público, como também na principal fonte de informação sobre a vida e a obra do compositor. Reformulado e bastante enriquecido, o livro volta agora às prateleiras com novo título, reunindo todas as letras escritas por Chico desde "Tem mais samba" (1964), que ele considera o marco zero de sua carreira, até o CD Carioca (2006). Também faz parte do livro uma extensa reportagem biográfica escrita pelo jornalista Humberto Werneck a partir de pesquisas e de entrevistas feitas com o próprio Chico e com personagens como Tom Jobim, Edu Lobo, Caetano Veloso e Gilberto Gil.

BUDAPESTE (2003)
Ao concluir a autobiografia romanceada O ginógrafo, a pedido de um bizarro executivo alemão que fez carreira no Rio de Janeiro, José Costa, um ghost-writer de talento fora do comum, se vê diante de um impasse criativo e existencial. Escriba exímio, "gênio", nas palavras do sócio, que o explora na "agência cultural" que dividem em Copacabana, Costa, meio sem querer, de mera escrita sob encomenda passa a praticar "alta literatura". Também meio sem querer, vai parar em Budapeste, onde buscará a redenção no idioma húngaro, "segundo as más línguas, a única língua que o diabo respeita".
O romance ganhou o Prêmio Jabuti de melhor livro de 2003 e o IV Prêmio Passo Fundo Zaffari e Bourbon de Literatura, em 2005.

BENJAMIM (1995)
Girando em torno da obsessão pela morte de uma mulher, um enigma na vida do protagonista, Benjamim, o segundo romance de Chico Buarque, narra a história de um ex-modelo fotográfico que, como uma câmara invisível, vê o mundo desfilar diante de seus olhos sob uma atmosfera opressiva. Sem conseguir distinguir o que vê fora de si do seu passado, e de si mesmo, Benjamim avança, pouco a pouco, em direção ao destino trágico que sua obsessão lhe reserva.

ESTORVO (1991)
A campainha insiste, o olho mágico altera o rosto atrás da porta e o narrador inicia uma trajetória obsessiva, pela qual depara com situações e personagens estranhamente familiares.Narrado em primeira pessoa, Estorvo se mantém constantemente no limite entre o sonho e a vigília, projeções de um desespero subjetivo e crônica do cotidiano. E o olho mágico que filtra o rosto do visitante misterioso talvez seja a melhor metáfora da visão deformada com que o narrador, e o leitor com ele, seguirá sua odisséia.
Prêmio Jabuti 1992 de Melhor Romance

CHAPEUZINHO AMARELO (1979) INFANTIL
Ilustrações de Ziraldo
Chapeuzinho Amarelo conta a história de uma garotinha amarela de medo. Tinha medo de tudo, até do medo de ter medo. Era tão medrosa que já não se divertia, não brincava, não dormia, não comia. Seu maior receio era encontrar o Lobo, que era capaz de comer “duas avós, um caçador, rei, princesa, sete panelas de arroz e um chapéu de sobremesa”. Ao enfrentar o Lobo e passar a curtir a vida como toda criança, Chapeuzinho nos ensina uma valiosa lição sobre coragem e superação do medo. O Livro de Chico Buarque recebeu, em 1979, o selo de “Altamente Recomendável”, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), e, em 1998, Ziraldo conquistou o Prêmio Jabuti na categoria Ilustração.

FAZENDA MODELO: NOVELA PECUÁRIA (1974)
O livro tem uma história extremamente semelhante à obra A Revolução dos Bichos, de George Orwell, escrita 30 anos antes, na qual o autor também cria um mundo fictício, este composto por uma fazenda na qual seus habitantes, animais, promovem uma revolução para que pudessem se libertar da opressão do fazendeiro, antigo proprietário do local. A disputa por poder entre os bichos leva, no entanto, a desenrolares imprevistos, reforçando a tese defendida tanto por Orwell quanto por Buarque, em suas respectivas obras, de que o poder político, concentrado nas mãos de uma elite dominante, acaba por gerar grande opressão, em detrimento do bem comum.

Além dos livros selecionados acima, há nas bibliotecas outras obras de e sobre Chico Buarque.
Há também uma grande variedade de livros sobre Camões, poeta nacional de Portugal, considerado uma das maiores figuras da literatura lusófona e um dos grandes poetas da tradição ocidental.

Sobre o Prêmio Camões:  instituído pelos governos do Brasil e de Portugal em 1988, é atribuído aos autores que tenham contribuído para o enriquecimento do património literário e cultural da língua portuguesa. É considerado o mais importante da literatura a premiar um autor de língua portuguesa pelo conjunto da sua obra. Atribuído anualmente, alternadamente no território de cada um dos dois países, a decisão cabe a um júri especialmente constituído para o efeito. Vencedores por paíz: Angola 2, Brasil 13, Cabo Verde 2, Moçambique 2 e Portugal 13. Veja mais informações e os vencedores de cada ano na Wikipedia.

Consulte o catálogo online para saber em quais bibliotecas estão disponíveis estes e outros livros. O link do título é elaborado por um ISBN para facilitar o direcionamento para o catálogo online. Pesquise por autor, título ou assunto para localizar outras edições e as bibliotecas onde estão disponíveis.

Consulte a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo para localizar a mais perto de você.
Veja aqui outras dicas de leitura.

Destaques da Semana de 24 a 31 de maio

SARAU
Sarau Bixaria Literária
O Coletivo Bixa Pare propõem um espaço de troca, compartilhamentos e diálogos entre artistas e LGBTQIA+s que estão produzindo reflexões sobre suas diversidades de corpos que coexistem nas suas pluralidades artísticas. Como processo de pesquisa, pretendemos compartilhar nossas inquietudes cênicas e processos de criação e pesquisa da busca de um Corpo Bixa. Alguns questionamentos que nos serviram como disparadores para nosso processo cênico que está em construção. Com essa vontade de compartilhar nossas inquietações, propomos este sarau performático que potencializa diversas linguagens sempre com artistas convidadxs. Classificação indicativa: 10 anos. Duração: 40 min
Dia 24 de maio às 10h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo
Dia 25 de maio às 14h - Biblioteca Marcos Rey
Dia 26 de maio às 11h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 28 de maio às 10h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 29 de maio às 14h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 30 de maio às 10h - Biblioteca Vinicius de Moraes
Dia 31 de maio às 13h - Biblioteca Vicente de Carvalho

Sarau Verde
Apresentação de poesias, textos literários e também a apresentação do resultado do concurso literário e premiação dos selecionados de cada categoria. Classificação indicativa: Livre.
Dia 25 de maio às 13h30 - Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais

Sarau Café com Poesia
O Café com Poesia tem por finalidade realizar um Sarau com diversas expressões de artes e conteúdos, organizado em ciclos de apresentações intercaladas, com mensagens culturais e abertura de espaço para interação dos espectadores.
Dia 25 de maio às 12h – Biblioteca Hans Christian Andersen

Sarau Cataversos
Com Coletivo Cataversos
O Sarau é um encontro entre os amantes da música e da poesia. Oportunidade perfeita para encontrar amigos que apreciam rimas e versos. Classificação indicativa: Livre. Duração: 90 min.
Dia 26 de Maio às 10h – Biblioteca Ricardo Ramos

sarau_sankofa

Sarau Sankofa - Palavras que vêm das raízes
Sankofa é a imagem de um pássaro africano que, para o povo Akan, significa “voltar e apanhar aquilo que ficou atrás”. É pensando nisso que Midria e Igor Chico convidam a todas e a todos para o Sarau Sankofa. No qual serão apresentadas poesias que dizem sobre a ancestralidade desses poetas pretos, bem como do público no geral. Para que através desse olhar, dizendo sobre presente e passado, possibilitem o sonho e a construção de um futuro negro. Dando voz a narrativas de vidas decoloniais e emancipadoras. Classificação indicativa: Livre. Duração: 120 min
Dia 28 de maio às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral 

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Tarde de Causos
Com Cristina Porto, da Organização Daniel D’Andrea
O causo é o gênero mais popular do interior do Brasil e o menos estudado. No entanto, ver um contador de causos pode ser uma aula magistral de contar histórias! A convidada é Cristina Porto, professora e escritora com mais de 60 livros publicados. 30 Vagas. Inscrições: bibliotecahans@gmail.com
Dia 25 de maio às 13h15 – Biblioteca Hans Christian Andersen

Sobre Carrinhos e Bonecas
Dizem que azul é de menino e rosa é de menina. A Cia do Núcleo dialoga com esta lógica e cria novas combinações destas caixas classificatórias. Para desenvolver esse projeto, a Cia. apoiou suas observações na criança e criou uma apresentação que dialoga com seu universo particular, numa ação que mescla momentos de interação e brincadeiras, com pequenas contações de histórias, minicontos que utilizam a oralidade e a música como um veículo lúdico e eficaz de comunicação. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 24 de maio às 11h - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 29 de maio às 14h - Biblioteca Álvares de Azevedo

A Menina e o Vento
O espetáculo narra a história de uma menina que se apaixona pelo vento e descobre que para namorá-lo precisará encontrar a concha mágica que a transformará em pássaro. Nesta busca, a menina encontrará pelo caminho muitos desafios e personagens folclóricos como o Zé, o Boizinho, o Boi Tatá e a Piaba que a ajudarão tornar seu sonho em realidade. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 24 de maio às 15h - Biblioteca Castro Alves
Dia 25 de maio às 14h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 26 de maio às 11h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 30 de maio às 14h - Biblioteca Raul Bopp

latino-america

Latino América - Alma y Palavras
De forma delicada e poética, contos tradicionais dos países latino-americanos vão sendo narrados como que desenhando a grande região que guarda a nossa ancestralidade e que engloba os países irmãos das Américas. Histórias, musicalidade e brincadeiras da América Latina fazem parte deste repertório. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 25 de maio às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 26 de maio às 11h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 28 de maio às 14h - Biblioteca Pedro Nava

Contação de Histórias:
Com Liz Moura
Para ouvir e contar fábulas.
Dia 29 de maio às 14h - Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 30 de maio às 10h30 – Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 31 de maio às 14h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo

CIRCO
Vivências de Malabares
Com Inversa Cia e Malabrasa
Encontros livres e abertos para investigação e vivências com malabares, abordando diferentes técnicas e equipamentos, bolinhas, claves, objetos não convencionais, dentre outros. Classificação indicativa: Livre. Duração: 180 min.
De 8 a 29 de maio às 11h – Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa

mandrake

Mandrake
Mandrake é um famoso ilusionista das histórias em quadrinhos e a grande inspiração dos palhaços charlatões Mister Sizu e Madame Palhita. Essa dupla chega às praças e ruas das cidades para domesticar feras místicas e realizar as grandes façanhas do mundo da mágica. Esses palhaços vão encantar a todos através de números de desaparecimento, levitação e muito mais usando e abusando do lúdico e da imaginação dos espectadores. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 25 de maio às 14h - Biblioteca Menotti Del Picchia

The Bigosty Shows
The Bigosty Shows é um espetáculo circense musical para toda a família, que traz a essência dos shows de variedades dos anos 40 e 50, onde a figura do show man representava a multidisciplinaridade dos artistas daquela época. As improvisações humorísticas permeiam a dramaturgia, trazendo um frescor ao espetáculo que revisita antigos números circenses. Equilíbrios, garrafas sonoras, aros gigantes, bolinhas de ping-pong… tudo isso e muito mais embalado ao som de uma banda irreverente! O espetáculo tem como figura central Bigosty, um showman em decadência que tenta levar adiante seu trabalho que parece não ter mais espaço em meio aos grandes espetáculos. Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min
Dia 26 de maio às 11h - Biblioteca Hans Christian Andersen

MÚSICA
Parque Sonoro
Uma mesa em movimento, montada com objetos do dia a dia faz a abertura desta intervenção apresentada pela Cia Porto de Luanda. Mesa Sonora e Parque Sonoro é uma apresentação musical com intervenção que a Cia Porto de Luanda executa a partir de arranjos musicais improvisados, livre de gênero e estilo, deixando o público à vontade para brincar com os instrumentos que estarão montados em um espaço denominado parque sonoro. Os percussionistas vestidos com figurino de operário fortalece a ideia de construção para mostrar que a música se faz presente a partir da construção de sons, convidando a ultrapassar os limites e se apropriar de percepções que auxiliará a perceber o ritmo existente ao nosso redor. Classificação indicativa: Livre. Intervenção Musical. Duração: 40 min
Dia 25 de maio às 15h - Biblioteca Viriato Corrêa

Regência Orquestral
Com Maestro Daniel Misiuk e Angelino Ozzini
Três importantes oportunidades para músicos que tenham interesse em dar os primeiros passos no mundo da regência orquestral e na prática de orquestra.
Introdução à regência orquestral: Curso teórico e prático aberto a regentes iniciantes e interessados em conhecer os princípios da regência orquestral.
A Arte da Regência: Para quem já tem alguma experiência como regente e gostaria de aprimorar sua técnica e formação artística.
Prática de Orquestral: Abrindo espaço para pessoas que têm uma formação instrumental e buscam um local para prática de conjunto, formaremos uma orquestra que servirá de base para a formação de repertório camerístico e sinfônico para os integrantes da orquestra, bem como para a prática dos regentes. Classificação: Indicado para músicos.
Inscrições: http://regenciaorquestral.blogspot.com.br/ ou diretamente com os maestros.
Dia 25 de Maio às 10h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Aidée Cristina
Nascida em São Paulo e vinda de família Pernambucana, Aidée Cristina, sempre esteve junto aos ritmos brasileiros como percussionista, compositora e integrante da banda Samba de Rainha. Em 2016 reuniu todas as suas influências musicais também abrangendo o baião, o carimbó, o maracatu, o xaxado, para dar corpo ao projeto intitulado Aidée Cristina e a Base Regional, desta vez, apresentando-se como intérprete e cantora. No repertório deste projeto, leva o público a passear sobre o cancioneiro nacional visitando canções de ponta a ponta do país, ora cantando baiões de Luiz Gonzaga, forrós de Dominguinhos, ora trazendo canções do recôncavo baiano, de Jackson do Pandeiro, contemporâneos como Marisa Monte, Roberta Sá, Zeca Baleiro, Elba Ramalho, Carlinhos Brown e duas pinceladas de músicas autorais cheias de balanço, sempre com arranjos focados no ritmo esfuziante do Brasileiro Regional. Classificação indicativa: Livre. Música Regional. Duração: 60 minutos
Dia 25 de maio às 14h - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia 28 de maio às 10h - Biblioteca Malba Tahan
Dia 29 de maio às 14h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda

Nando Luz - Acenando com Bandeira
Poético musical - Poemas de Manuel Bandeira musicados pelo cantor e compositor Nando Luz. No show Acenando com Bandeira, o cantor e compositor baiano Nando Luz, une sua música a poesia do poeta pernambucano Manuel Bandeira. A proposta do trabalho de pesquisa e criação musical do compositor é incentivar e estimular o público em geral a se envolverem com o universo poético de Bandeira através da música. O espetáculo é apresentado de forma dinâmica e favorece a compreensão da poesia de Manuel Bandeira, através do processo de interatividade música/poesia. Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min
Dia 25 de maio às 14h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 28 de maio às 14h30 - Biblioteca Belmonte
Dia 29 de maio às 14h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 30 de maio às 10h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães

quinteto_metal-arte
Quinteto Metal Arte
O Quinteto Metal Arte, vem em sua proposta mostrar que a certas composições extravasam a questão temporal e cabem e são bem aceitas em qualquer época. Apresentamos neste concerto quatro compositores que apesar de sua vida ter se dado em momentos diferentes, não deixam de ter relação entre si. O mesmo acontece com o jovem compositor brasileiro Wellington das Mercês que retrata um cenário da cultura Brasileira. A intenção é deixar claro que na música não há barreiras quando se trata de boas obras e consequentemente excelentes interpretações. Classificação indicativa: Livre. Música de Câmara Erudita e Popular. Duração: 60 min
Dia 25 de maio às 14h30 - Biblioteca Pedro Nava
Dia 28 de maio às 14h30 - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes

Encontro de Corais da Terceira Idade
Em sua terceira edição a Biblioteca receberá grupos vocais com integrantes da terceira idade. Classificação: Livre.
Dia 31 de maio às 17h – Biblioteca Alceu Amoroso Lima

TEATRO
Palavra de Stela
O espetáculo solo “Palavra de Stela” traz para a cena Stela do Patrocínio, na figura de autora e de personagem. Diagnosticada como psicopata e esquizofrênica, com um histórico de mais de 30 anos em instituições psiquiátricas, Stela desenvolveu um discurso considerado de alto teor poético. Seu “falatório”, carregado de angústias, retrata a rotina manicomial à qual foi submetida durante seu isolamento e, sobretudo, revela sua visão da vida, do mundo e de si mesma. Preservando a intensidade e a emoção contidas nesse falatório, o roteiro e a direção concebidos e propostos por Elias Andreato para esta montagem privilegiam a interpretação da atriz Cleide Queiroz que, com sua presença cênica e potência vocal, dá voz e corpo à Stela do Patrocínio e ilumina o público com o brilho de suas falas. Classificação: 14 anos.
Dia 24 de maio às 19h – Biblioteca Alceu Amoroso Lima

fabulosos_julgamentos_FP

Os Fabulosos Julgamentos de Fritz e Phedora
Os palhaços Fritz e Phedora não somente rememoram fábulas e contos por nós esquecidos, eles também nos convidam a repensar o destino das personagens e trajetórias. Mas como? Como se brincassem de recriar as cenas das histórias e mudar seus rumos, eles ressignificam a situação de um tribunal para que o público participe das decisões do rumo das personagens. Eles colocam as figuras das fábulas numa pequena corte de um julgamento. Como seria o lobo mau desenhado neste ato cênico como réu onde as crianças por meio de uma dinâmica divertida, paródica e humorada o destinasse e o questionassem por outros meios que não somente o da história escrita? Como também a rainha se explicaria diante de Branca sobre seus invejosos gritos no espelho e porque a perseguia tanto? E como um duo de palhaços pode trazer de forma cômica e leve um cenário que para um jovem possa parecer estranho, no entanto, um espaço que trata de refletir , pesquisar e analisar os rumos de alguém? O tribunal se torna portanto, um fabuloso pretexto, um cenário quase que utópico onde reacendemos nossas urgências e desejos na relação com o mundo, como o outro. Uma situação aberta em forma de jogo para que a comunidade infantil possa mergulhar ainda mais no universo fabular e ampliar seu olhar, de forma lúdica sobre as personagens dessas tramas, da sua própria humanidade e como as vê relacionadas. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 25 de maio às 14h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad

Os 3 Porquinhos
Os 3 Porquinhos é contado através de dois "açougueiros", Pipo e Pepe, que têm um açougue muito diferente. Nele há todo tipo de carne: carne de óculos, carne de bicicleta, carne de martelo, carne de banana, menos carne de verdade. Um dia lhes pedem carne de porco e então é armada toda a confusão: um dos açougueiros se veste de lobo para desta forma entrar na história Os 3 Porquinhos e conseguir a carne tão almejada.
Será que conseguirão? Onde conseguirão? Como conseguirão? O espetáculo é cartoonesco, irreverente e musical tendo na linguagem do palhaço o grande fio condutor. Classificação indicativa: Livre. Duração: 55 min
Dia 25 de maio às 11h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa

Dois a Duas
O espetáculo acompanha uma garota adolescente que não vê a hora de o ensino médio acabar. Ao longo da trama, ela faz descobertas sobre sexualidade que impactam os caminhos que irá traçar. Classificação indicativa: 14 anos. Teatro Juvenil. Duração: 40 min
Dia 25 de maio às 13h30 - Biblioteca Roberto Santos

As Desmemórias da Marquesa de Rabicó
Emília – A Marquesa de Rabicó, a boneca mais famosa do mundo da literatura infanto-juvenil, resolveu escrever suas desmemorias: segundo ela, são fatos esquecidos com meias verdades inteiras contadas do seu jeitinho. Para tal missão, ela resolveu contar com a ajuda do seu amigo inseparável, o sábio Visconde de Sabugosa. Pedrinho, Dona Carochinha, o Príncipe Escamado e até mesmo a Cuca ajudam Emília nesta missão de compartilhar as suas desmemorias para o mundo, com direito a dedicatórias e festa de lançamento. Baseado na Obra de Monteiro Lobato. Classificação indicativa: Livre. Teatro Infantil. Duração: 40 min
Dia 26 de maio às 11h30 - Biblioteca Aureliano Leite

Ensaio Aberto de Luan e as Jabuticabas
Com a Companhia La Leche
Luan é um menino que vive fechado em uma torre. De lá, ele observa o mundo por meio de uma luneta em uma pequena janela. Mora com sua mãe e recebe visitas de um pássaro, uma lagartixa e uma borboleta. A partir dos diálogos que ele estabelece com todos, entendemos o desejo desse menino de sair desse lugar e viver livremente. Classificação: Livre.
Dia 29 de maio às 15h – Biblioteca Alceu Amoroso Lima

Ensaios
Pedro quer ser músico e encontra dentro de casa seu primeiro obstáculo. Nayara gosta da irmã do seu namorado e tem sua sexualidade discutida num programa de televisão. Rebeka é “diferente” e não consegue formar um grupo para um trabalho da escola. Três jovens, três histórias nada incomuns da nossa sociedade. O que você quer ser quando crescer? O que tem guardado no armário? O jovem é um ser político? Ensaios é um convite para refletirmos juntos a realidade dos jovens. Classificação indicativa: 12 anos. Teatro Jovem. Duração: 40 min
Dia 26 de maio às 11h - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato
Dia 29 de maio às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo

A Peleja do Conta Gotas
Neste espetáculo, dois palhaços, de lados opostos, encontram-se às margens do último lago do planeta. Ambos estão sedentos, mas é preciso, antes de saciar a sede, discutir qual lado está com a razão nessa peleja pela água: o lado de cá ou o lado de lá. Em meio às discussões, pantomimas e divertidos números clássicos do humor circense, percebem algo errado com as nuvens... quem será que as prendeu em gaiolas? A Peleja do Conta Gotas é um espetáculo que promove o diálogo entre duas linguagens artísticas: Teatro e Histórias em Quadrinhos - o cenário e elementos de cena são desenhados pelo próprio grupo em oficinas criativas que fazem parte do processo de pesquisa - primando pelas soluções ecologicamente mais adequadas, usa-se, majoritariamente, o papel como base. Classificação indicativa: 10 anos. Duração: 40 min
Dia 24 de maio às 10h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 31 de maio às 14h30 - Biblioteca Affonso Taunay

O Esquisito Jardim do Sr. Estranho
Francine, uma ávida leitora de histórias de aventura e suspense, vive em uma mansão envolta pelo mistério da ausência dos pais. Ela só possui uma única diversão: o esquisito jardim. Entre brincadeiras e sua imaginação fantástica, Francine é surpreendida por um gato, misterioso, que pensa ser dono de tudo! Classificação indicativa: Livre - Teatro Infantil.
Dia 29 de maio às 14h - Biblioteca Roberto Santos
Dia 31 de maio às 15h - Biblioteca Castro Alves

LITERATURA
Hora do bebê
Com Ariana Cavalcante, atriz, contadora de histórias e Jovem Monitora.
Sinopse: Leitura de livros escolhidos livremente por bebês e demais crianças, com canções tradicionais e brincadeiras infantis. Classificação indicativa: 0 a 6 anos. Duração: 60 min.
Dia 24 de maio às 14h – Biblioteca Roberto Santos

Mediação de Leitura - temática suspense
Mediação de leitura literária com a temática suspense. Classificação indicativa: Livre.
Dia 24 de maio às 14h - Biblioteca Amadeu Amaral

Pegue, Leve e Leia
Distribuição gratuita de livros. Classificação indicativa: Livre
Dia 25 de maio 9h - Biblioteca Gilberto Freyre

Lê no Ninho
Mediadora: Renata Rossi
Programa que tem como objetivo fomentar o gosto pela leitura entre crianças de 6 meses a 4 anos. Para isso, ele conta com dois ingredientes-chave: o lúdico e o vínculo afetivo entre os pequenos e seus cuidadores.
Dia 25 de maio às 11h - Biblioteca Hans Christian Andersen

Lançamento do livro: O Despertar do Rio Tietê
É uma narrativa folclórica de suspense com terror, sobre as lendas do rio Tietê, contadas pelos moradores mais antigos. A trama descreve um grupo de jovens universitários periféricos que vão fazer pesquisa e acaba descobrindo coisas sobrenaturais.
Dia 24 de maio às 10h - Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais
Dia 25 de maio às 10h30 - Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais

no carrinho as historias
No carrinho as histórias
Mediadores de leitura circulam com carrinhos apresentando histórias e poesias através dos livros. O trabalho visa gerar gosto pela leitura de forma prazerosa e livre de obrigações, rompendo paradigmas sobre o ato da leitura de literatura e ampliando o repertório imaginário e cultural das pessoas. A mediação de leitura cria fortes vínculos entre as pessoas e os livros. Classificação indicativa: Livre. Intervenção Literária.
Dia 25 de maio às 14h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 26 de maio às 11h - Biblioteca Chácara do Castelo

Rap Plus Size
Rap Plus Size
O espetáculo do disco Rap Plus Size conta com figurinos, iluminação, e conceito sincronizados. Incentivando a cena trans e feminina do Hip Hop, já que coloca mulheres e pessoas trans de grande representatividade como ícones a serem espelhos para novos talentos e equilibra com maior igualdade a presença ativa de mulheres e LGBTTQIA+ no Rap nacional, tanto para as participações do disco, como para o palco. Acompanhadas do DJ RUA, Dj oficial do Rap Plus Size. Classificação indicativa: 12 anos. Duração: 40 min
Dia 24 de maio às 14h30 - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 31 de maio às 15h - Biblioteca Álvaro Guerra

Baú de Histórias
Com Raquel de Andrade
Atividade que visa resgatar histórias da tradição oral para grupos de escolas da região, mediante agendamento com a Biblioteca.
Classificação indicativa: Livre. Duração: 45 min.
Dia 28 de maio às 15h - Biblioteca Gilberto Freyre

Fala Comigo, Cultura!
Com Lucas Henrique Braz Didi, artista, estudante de Gestão de Turismo e Jovem Monitor; Ariana Cavalcante, atriz, contadora de histórias e Jovem Monitora; Arion Fernando dos Santos, historiador, técnico de serviços públicos e Jovem Monitor.
Nesta oficina, apresentaremos ao público jovem da biblioteca a literatura atrelada ao cinema, enquanto realizamos um diálogo sobre os diversos tipos de linguagem com o objetivo de trazer inspiração e estímulo ao consumo da literatura, através de métodos teóricos e práticos ao estabelecer relações entre a leitura e atividades e/ou assuntos de interesse do público. Classificação indicativa: 10 a 16 anos. Duração: 120 min.
Dia 28 de maio às 13h30 – Biblioteca Roberto Santos

Histórias da gaveta - Brincadeiras Poéticas
A intervenção “Histórias da Gaveta - Brincadeiras Poéticas” convida o público a sair por um momento das telas do celular, respirar e abrir gavetas. Mas gavetas mágicas, cheia de histórias, possibilidades e brincadeiras. De onde podem surgir músicas, trava-línguas e adivinhas. Ou livros, poemas com rimas e outras brincadeiras populares. Basta um simples gesto de abrir, de dar espaço e as histórias estão prontas para serem compartilhadas. Classificação indicativa: 10 anos. Duração: 40 min
Dia 24 de maio às 13h - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 25 de maio às 11h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 28 de maio às 14h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 29 de maio às 15h - Biblioteca Clarice Lispector

Tiu Fresh e Nego Bitro - Nova e velha escola, o que rimava ontem, rima hoje?
Existe uma forma certa de escrever RAP? O que define o que é o RAP? Por que mudaram tanto as letras dos anos 80 pra cá? Tiu Fresh e Nego Bitro, duas gerações do hip hop nacional, fazem um pocket show nas bibliotecas e batem um papo com a galera sobre o que influenciava as letras de antigamente e o que influencia hoje em dia. Classificação indicativa: 12 anos. Duração: 60 min
Dia 30 de maio às 14h30 - Biblioteca Afonso Schmidt

Baú do Terror
Com Raquel de Andrade
Mediação de leitura de textos com a temática do terror.
Agendamento para escolas pelo telefone 2143-1811.
Classificação indicativa: Livre. Duração: 45 min.
Dia 30 de maio às 10h - Biblioteca Gilberto Freyre

Pausa na Leitura
Com Joe Barbosa
O projeto apresenta a ruptura do silêncio tradicional das bibliotecas, levando a boa música instrumental brasileira aos frequentadores.
Dia 31 de maio às 14h – Biblioteca Hans Christian Andersen

CURSOS, ENCONTROS E OFICINAS
Oficina dos Jogos Teatrais a Encenação
Com a Atriz, Dançarina e Artista-educadora Maria Lúcia Tomé Branco.
Através dos jogos teatrais, improvisações são criadas a partir de temas levantados e discutidos para a criação coletiva na construção de cenas, onde se constrói uma narrativa para composição do exercício cênico a ser mostrado no final do processo. Inscrições abertas pelo telefone 5687-0408, falar com Dorinha/Jomar. Gratuito. Classificação indicativa: 14 anos.
De 21 de março a 17 de julho, das 14h às 17h – Biblioteca Belmonte

Troca de Livro
Trocar um livro que já leu por outro título. Classificação indicativa: Livre
Dia 24 de maio às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral

Roda de Conversa
Nesse encontro vamos conversar sobre maternidade. Classificação indicativa: Livre.
Dia 25 de maio às 13h30 – Biblioteca Amadeu Amaral

Oficina de RPG (Role-Playing Game)
RPG é a sigla em inglês para Role-Playing Game, um gênero de jogo no qual os jogadores assumem o papel de personagens imaginários, em um mundo fictício. As principais características do RPG são a interatividade e o trabalho em grupo. É muito raro que jogadores se reúnam para jogar RPG de forma competitiva, uma vez que se trata de um jogo predominantemente colaborativo, no qual os jogadores só conseguirão vencer se trabalharem em conjunto.
Desenvolve a criatividade, interação social, noções de trabalho em equipe e resolução de problemas. Vagas Limitadas. Classificação indicativa: 12 anos. Duração: 90 min.
Dia 24, 27 e 31 de maio às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
entrelancadas
EntreLÃçadas
Mediadora: Drika Luz
Solidariedade, promessa, incentivo e retribuição são alguns dos motivos apontados por pessoas que doam um pouco do seu tempo, habilidade em crochê e linhas para voluntariamente criarem perucas para crianças pacientes em tratamentos de saúde que causam a queda de cabelo.
Dia 25 de maio às 9h – Biblioteca Hans Christian Andersen

grupo_estudos_filosofia

Grupo de Estudo de Filosofia - Introdução ao pensamento do Filósofo Theodor Adorno (1903 - 1969)
Com Ricardo Silva, Discente da disciplina de Filosofia e Sociologia.
O Coletivo Autônomo dos Estudantes de Filosofia - CAEF por meio de seu Grupo de Estudos de Filosofia e Atualidades o GEFA, juntamente com a Biblioteca Municipal Brito Broca promovem o terceiro encontro de Introdução aos clássicos da História da Filosofia. Desta vez, serão abordados alguns aspectos principais do pensamento do Filósofo Theodor Ludwig Wiesengrund Adorno (1903 - 1969), importante filósofo contemporâneo expoente da Escola de Frankfurt, criador do conceito filosófico de dialética negativa.
As referências introdutórias para leitura são: A ideia de História Natural (1932), Dialética do Esclarecimento (1947), Dialética Negativa (1966);
Educação após Auschwitz (1965), entre outros fragmentos filosóficos serão reverenciados neste encontro. Classificação: livre. Duração: 90 min.
Dia 25 de maio às 13h – Biblioteca Brito Broca

Jogoteca Itinerante
Um espaço interativo com jogos de tabuleiro de várias partes do mundo para proporcionar troca de conhecimento e muita diversão.
De 26 de abril a 12 de junho às 14h30 – Biblioteca Menotti Del Picchia

Capoeira Regional e Ancestralidade
Com Mestre Peroba Capoeira Gerais
A oficina será ministrada com aulas de capoeira regional contendo movimentos de ataque e defesa, história da Capoeira relacionando com a história, preservando sua ancestralidade, ensino e estímulo à musicalidade na capoeira. Durante a vivência na oficina abordaremos a questão literária, musical, artística e de audiovisual relacionado com as atualidades da capoeira. Classificação: Livre.
Dia 28 e 30 de Maio às 10h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Jogoteca – Oficina de jogos
Com Marco Aurélio da Silva
A Biblioteca Ricardo Ramos será ponto de encontro para os apaixonados por jogos. A cada oficina, novos tipos para serem apreciados, e claro, jogados!
Serão apresentados jogos desde os mais tradicionais até os de estratégia, escolha, diversão e também os mais modernos. Não perca essa! Classificação indicativa: Livre. Duração: 120 min.
Dia 28 e 30 de Maio às 14h – Biblioteca Ricardo Ramos

Português para Imigrantes
Curso de português gratuito para imigrantes. A ideia é facilitar a comunicação e garantir direitos para a população imigrante de São Paulo. Não é necessário inscrição prévia, mas existe possibilidade de lotação de turma. Garanta sua vaga comparecendo a biblioteca no horário e datas previstas para o curso. Classificação Indicativa: Livre.
Dia 27 de maio às 18h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Corte na Menotti
Com Companhia de Barbeiros Barber Shop
Venha participar dessa maravilhosa ação aqui na Biblioteca! Cortes de cabelo totalmente gratuito.
Dia 30 de maio às 13h30 – Biblioteca Menotti Del Picchia

Oficina de Poesia – Vozes que Gritam
Com Andreza Geisebel
Pensando nos diversos segmentos da poesia periférica e sua capacidade de abraçar as visões do cotidiano e as relações do ser humano, realizaremos encontros para praticar a escrita, a oralidade poética e conhecer um pouco mais sobre o Slam, movimento de batalhas de poesia que tem se espalhado pelas periferias do Brasil. Classificação Indicativa: 12 anos.Duração: 240 min.
Dia 30 de maio às 13h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa

CINEMA E EXPOSIÇÃO
TropicaliaTropicália
Brasil, 2012, 87 min., DVD
Direção: Marcelo Machado. Elenco: Caetano Veloso, Gilberto Gil, Rita Lee.
Uma análise sobre o importante movimento musical homônimo, liderado por Caetano Veloso e Gilberto Gil no final dos anos 1960.
Classificação indicativa: 12 anos.
Dia 30 de Maio às 14h30 - Biblioteca Cora Coralina

Circuito SPCine

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Dicas de Leitura - Literatura Brasileira Clássica e Contemporânea

 LITERATURA BRASILEIRA CLÁSSICA


O Alienista, de Machado de Assis
Um dos contos mais famosos de Machado de Assis, nos mostra o personagem Simão Bacamarte, um médico o qual passa a se interessar por estudos psiquiátricos, em especifico o tema loucura. Simão funda um pequeno hospício chamado Casa Verde, e a partir de então, o enredo é preenchido por diversas confusões e reflexões a respeito dos limites da razão e da loucura.

Contos Novos, de Mário de Andrade
A maturidade artística de Mário de Andrade, no campo da ficção literária, culmina com os Contos Novos, obra publicada postumamente em 1947. Como o autor fez questão de anotar no final de cada narrativa, o livro é fruto de um minucioso processo de elaboração artesanal que compreende várias versões de um mesmo texto e se estende por períodos de tempo que vão de quatro até dezoito anos de preparação.

Libertinagem, de Manuel Bandeira
O quarto livro do autor, lançado em 1930 na primeira fase do modernismo, apresentam uma carga reflexiva muito predominante, porém uma maior musicalidade e humor em relação a suas obras anteriores. Nesta coletânea encontramos poemas muito famosos do autor, como Pneumotórax e Vou-me embora para Pasárgada.

Olhai os Lírios do Campo, de Érico Veríssimo
Um dos principais livros do autor, Olhai os Lírios do Campo nos apresenta o personagem central Eugênio, garoto pobre, criado por uma família humilde e sem condições financeiras adequadas. Mesmo assim, Eugênio ingressa na faculdade de medicina, onde conhece aquela que viria ser, não apenas sua grande amiga, mas seu mais seguro alicerce em diversas situações, Olívia. A história apresenta muitas reflexões acerca de religião, solidão, amizades, prioridade sentimentais e contexto político da época.

Senhora, de José de Alencar
Nesta grande obra da Literatura Brasileira conheceremos Aurélia, uma moça muito pobre que por decorrência do acaso se apaixona por Fernando Seixas, no entanto, não contém dote adequado a oferecer para o rapaz. Após diversas reviravoltas, a personagem descobre ser herdeira de uma grandiosa fortuna e consegue atrair seu grande amor Seixas de forma totalmente anônima. A partir de então acompanhamos embates muito fortes entre os recém-casados, com ironias, diálogos ácidos e até mesmo divertidos entre ambos, elementos que revelam uma questão de transição de valores em uma sociedade patriarcal.

Triste Fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto
Livro mais famoso de Lima Barreto, apresenta a personagem Policarpo Quaresma, sujeito extremamente culto e patriota que dedica parte de seu tempo aos livros, em específico no estudo sobre a história do Brasil e a língua indígena Tupi-Guarani, a qual Policarpo deseja tornar a língua oficial do Brasil. Suas ideias, no entanto, o tornam excêntrico para a sociedade e acaba por ser internado em uma clínica psiquiátrica.
A obra faz parte do pré-modernismo e é uma veemente crítica à sociedade da época.

Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres, de Clarice Lispector
Clarice é uma autora conhecida pela poeticidade inseridas em suas prosas, além do constante fluxo de consciência e tom intimista, em grande parte narrados por um ponto de vista de suas personagens feministas. O enredo conta a história de Lóri, a qual ama um rapaz chamado Ulisses e este amor é recíproco, no entanto, Lóri não se sente pronta para viver um relacionamento, pois sente a necessidade de conhecer sua essência antes de tudo. A obra nos mostra os processos dessa aprendizagem de Lóri, a qual passa por momentos de transição e autoconhecimento muito violentos.


LITERATURA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA

Capão Pecado, de Ferréz
Rael, morador da periferia paulistana, é um rapaz honesto, que gosta de ler e faz planos para melhorar de vida por meio do trabalho, porém, nem todos os seus amigos são como ele; alguns roubam para se sustentar, outros são usuários de drogas ou matam por dinheiro. Apesar de tantas diferenças, se identificam devido a miséria em que vivem, a juventude, a vontade de se divertir e a revolta contra tudo que torna a vida deles ainda mais difícil.

Cidade de Deus, de Paulo Lins
Título mais conhecido pela adaptação cinematográfica com direção de Fernando Meireles, Cidade de Deus é um livro que abarca a realidade nesse bairro do Rio de Janeiro, além de tratar de temas como vida na periferia em geral, pobreza, violência e falta de recursos.

Eles Eram Muito Cavalos, de Luiz Ruffato
Livro de estreia do autor, apresenta setenta narrativas de histórias de pessoas na cidade de São Paulo, suas rotinas na imensa metrópole com sua beleza e singularidade e de suas multidões solitárias que estamos sujeitos a nos identificar. A obra é uma das mais importantes da literatura contemporânea brasileira, visto que o elemento “cavalos” do título, se refere a todos nós.

Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios, de Luiz Ruffato
O fotógrafo Cauby está convalescendo de um trauma numa pensão barata, numa cidade do Pará prestes a ser palco de uma nova corrida do ouro. Sua voz é impregnada da experiência de quem aprendeu todas as regras de sobrevivência no submundo, mas não é do ambiente hostil ao seu redor que ele está falando. O motivo de sua descida ao inferno é Lavínia, a misteriosa e sedutora mulher de Ernani, um pastor evangélico. A trajetória do fotógrafo, dado a premonições e a um humor desencantado, vai sendo explicada por meio de pistas: a história de Chang, o mistério de Viktor Laurence a vida de Ernani, que tirou Lavínia das ruas e das drogas no passado.

Os Piores Dias da Minha Vida Foram Todos, de Evandro Affonso Ferreira
O livro é um monólogo, narrado por uma mulher em seu leito de morte, com delírios constantes. A partir desta situação, diversas recordações tristes e alegres vêm à mente, dentre estas lembranças, as suas perdas e um antigo amigo escritor. Ademais, a partir desses devaneios são citadas a personagem mitológica Antígona e imagens mentais muito fortes, das quais cria diversas situações com teor filosófico e melancolia.

O Sol na Cabeça, de Geovani Martins
O Livro de estreia do autor reúne uma coletânea de treze contos sobre construções narrativas emocionantes e realistas. Os enredos são formados por personagens residentes de favelas, os quais são narradas suas infâncias e adolescências, além da discriminação social e racial, dificuldades dessa realidade.

Um útero é do Tamanho de um Punho, de Angélica Freitas
No segundo livro da autora, a mulher é o centro temático, com poemas de cunho totalmente crítico. Ao utilizar ironias, jogos de palavras diversos e senso de humor, Angélica desconstrói diversos estereótipos e conceitos os quais ainda são esperados do gênero feminino ainda hoje.

Dicas de Leitura - Literatura Brasileira Clássica e Contemporânea 

Consulte o catálogo online para saber em quais bibliotecas estão disponíveis estes e outros livros.
Consulte a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo para localizar a mais perto de você.
Veja aqui outras dicas de leitura.

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Destaques da semana de 17 a 23 de maio

virada_cultural

 SARAU
Sarau Jardim Poético – SP
O Sarau Jardim poético reúne em um encontro democrático de música, poesia, dança e teatro, em que além de artistas convidados há a participação constante do público, convidados a mostrar sua arte. Venham Assistir e Mostrar sua Arte!. Classificação indicativa: Livre. Duração:180 min.
Dia 18 de maio às 14h – Biblioteca Adelpha Figueiredo
sarau_sabkofa
Virada Cultural - Sarau Sankofa
Sankofa é a imagem de um pássaro africano que para o povo Akan, significa “voltar e apanhar aquilo que ficou atrás”.É pensando nisso que Midria e Igor Chico convidam a todas e a todos para o Sarau Sankofa. No qual serão apresentadas poesias que dizem sobre a ancestralidade desses poetas pretos,bem como do público no geral. Para que através desse olhar, dizendo sobre presente e passado, possibilitem o sonho e a construção de um futuro negro. Dando voz a narrativas de vidas decoloniais e emancipadoras.
Dia 19 de maio às 17h – Biblioteca Brito Broca

bicharia literária
Sarau Bixaria Literária
O Coletivo Bixa Pare propõem um espaço de troca, compartilhamentos e diálogos entre artistas e LGBTQIA+s que estão produzindo reflexões sobre suas diversidades de corpos que coexistem nas suas pluralidades artísticas. Como processo de pesquisa, pretendemos compartilhar nossas inquietudes cênicas e processos de criação e pesquisa da busca de um Corpo Bixa. Alguns questionamentos que nos serviram como disparadores para nosso processo cênico que está em construção. Com essa vontade de compartilhar nossas inquietações, propomos este sarau performático que potencializa diversas linguagens sempre com artistas convidadxs. Classificação indicativa: 10 anos. Duração: 40 min
Dia 21 de maio às 14h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 23 de maio às 14h30 - Biblioteca Afonso Schmidt

Sarau Brito Broca convida Síntese, Nego Max e Elo da Corrente
Sarau Elo da Corrente apresenta um espetáculo lítero-musical com os poetas da comunidade, acompanhado de tambores, berimbau e os versos da literatura negra e periférica. Pensando em dar mais visibilidade aos saraus que já acontecem no entorno das bibliotecas, convidamos um artista para finalizar as apresentações dos saraus locais que ocuparam as bibliotecas uma vez ao mês. Classificação indicativa: Livre. Duração: 180 min
Dia 22 de maio às 19:00 - Biblioteca Brito Broca

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Brasilidades - Cia A Hora da História
Brasilidades é uma brincadeira de andanças pelo Brasil. Três andarilhos brincam de cruzar o país, e neste percurso lítero-musical encontram poesias cantadas, contos tradicionais recontados em versões pra lá de interessantes, histórias teatralizadas e muita brincadeira de rima. Os intérpretes se desdobram entre canções cujas letras são poemas, narrativas cantadas, coreografias rítmicas, percussões corporais e a interpretação de cada conto, conduzindo o público para um mergulho em nossa cultura através da literatura.
Violão, percussão, sanfona, contrabaixo, viola caipira, flauta doce e vozes executados ao vivo enchem de musicalidade a apresentação. Ao fim da viagem, a plateia leva consigo um apanhado cheio de misturas e variedades do nosso Brasil e a vontade de conhecer um pouco mais sobre o rico material produzido por nossos autores. Classificação indicativa: Livre. Contação com Música. Duração: 40 min
Dia 17 de maio às 10h - Biblioteca Castro Alves
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 22 de maio às 10h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet

A Menina e o Vento
O espetáculo narra a história de uma menina que se apaixona pelo vento e descobre que para namorá-lo precisará encontrar a concha mágica que a transformará em pássaro. Nesta busca, a menina encontrará pelo caminho muitos desafios e personagens folclóricos como o Zé, o Boizinho, o Boi Tatá e a Piaba que a ajudarão tornar seu sonho em realidade. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 17 de maio às 13h - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 18 de maio às 13h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 19 de maio às 11h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli

Latino América - Alma y Palavras
De forma delicada e poética, contos tradicionais dos países latino-americanos vão sendo narrados como que desenhando a grande região que guarda a nossa ancestralidade e que engloba os países irmãos das Américas. Histórias, musicalidade e brincadeiras da América Latina fazem parte deste repertório. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 18 de maio às 11h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 22 de maio às 14h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 23 de maio às 14h30 - Biblioteca Vinicius de Moraes

sobre_carrinhos_bonecas

Sobre Carrinhos e Bonecas
Dizem que azul é de menino e rosa é de menina. A Cia do Núcleo dialoga com esta lógica e cria novas combinações destas caixas classificatórias. Para desenvolver esse projeto, a Cia. apoiou suas observações na criança e criou uma apresentação que dialoga com seu universo particular, numa ação que mescla momentos de interação e brincadeiras, com pequenas contações de histórias, minicontos que utilizam a oralidade e a música como um veículo lúdico e eficaz de comunicação. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 19 de maio às 11h - Biblioteca Chácara do Castelo
Dia 22 de maio às 14h - Biblioteca Helena Silveira

CIRCO
mandrake
Mandrake
Mandrake é um famoso ilusionista das histórias em quadrinhos e a grande inspiração dos palhaços charlatões Mister Sizu e Madame Palhita. Essa dupla chega às praças e ruas das cidades para domesticar feras místicas e realizar as grandes façanhas do mundo da mágica. Esses palhaços vão encantar a todos através de números de desaparecimento, levitação e muito mais usando e abusando do lúdico e da imaginação dos espectadores. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 17 de maio às 14h30 - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 21 de maio às 14h30 - Biblioteca Belmonte

MÚSICA
Khris Sanches
Com muitas referências do novo movimento "Roots Music”, o cantor e compositor Khris Sanches toca seu repertório e apresenta músicas de seu novo trabalho, o EP "Amar sem Planejar", que reúne músicas autorais as quais embalam a trilha sonora da vida e seus momentos, com letras românticas e positivas e uma sonoridade com mescla de pop-rock, soul e folk. Classificação indicativa: 12 anos. Duração: 45 min.
Dia 17 de maio às 14h30 – Biblioteca Cassiano Ricardo

Felipe Soares Trio
O acordeonista Felipe Soares tem experiência com o choro e a música brasileira em grupos de diferentes formações. Nesta proposta reveza forró e quadrilhas com solos e acompanhamentos, contrapontos e improvisos, explorando as possibilidades musicais e arranjos próprios. No repertório músicas autorais, clássicos do baião e instrumentais de mestres do choro como Pixinguinha e Ernesto Nazareth. Classificação indicativa: Livre. Trio Sanfona, zabumba e triângulo. Duração: 60 min
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Álvaro Guerra

Regência Orquestral
Com Maestro Daniel Misiuk e Angelino Ozzini
Três importantes oportunidades para músicos que tenham interesse em dar os primeiros passos no mundo da regência orquestral e na prática de orquestra.
Introdução à regência orquestral: Curso teórico e prático aberto a regentes iniciantes e interessados em conhecer os princípios da regência orquestral.
A Arte da Regência: Para quem já tem alguma experiência como regente e gostaria de aprimorar sua técnica e formação artística.
Prática de Orquestral: Abrindo espaço para pessoas que têm uma formação instrumental e buscam um local para prática de conjunto, formaremos uma orquestra que servirá de base para a formação de repertório camerístico e sinfônico para os integrantes da orquestra, bem como para a prática dos regentes. Classificação: Indicado para músicos.
Inscrições: http://regenciaorquestral.blogspot.com.br/ ou diretamente com os maestros.
Dia 18 de Maio às 10h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

virada_cultural
Virada Cultural - DJ Ms. Phytia
Música
A DJ Ms. Pythia apresentará seus set's e mixagens mostrando ritmos enquanto ocorre uma intervenção de graffiti na Biblioteca.
Dia 19 de maio às 11h – Biblioteca Brito Broca

Aidée Cristina
Nascida em São Paulo e vinda de família Pernambucana, Aidée Cristina, sempre esteve junto aos ritmos brasileiros como percussionista, compositora e integrante da banda Samba de Rainha. Em 2016 reuniu todas as suas influências musicais também abrangendo o baião, o carimbó, o maracatu, o xaxado, para dar corpo ao projeto intitulado Aidée Cristina e a Base Regional, desta vez, apresentando-se como intérprete e cantora. No repertório deste projeto, leva o público a passear sobre o cancioneiro nacional visitando canções de ponta a ponta do país, ora cantando baiões de Luiz Gonzaga, forrós de Dominguinhos, ora trazendo canções do recôncavo baiano, de Jackson do Pandeiro, contemporâneos como Marisa Monte, Roberta Sá, Zeca Baleiro, Elba Ramalho, Carlinhos Brown e duas pinceladas de músicas autorais cheias de balanço, sempre com arranjos focados no ritmo esfuziante do Brasileiro Regional. Classificação indicativa: Livre. Música Regional. Duração: 60 minutos
Dia 21 de maio às 10h - Biblioteca Narbal Fontes

parque_sonoro
Parque Sonoro
Uma mesa em movimento, montada com objetos do dia a dia faz a abertura desta intervenção apresentada pela Cia Porto de Luanda. Mesa Sonora e Parque Sonoro é uma apresentação musical com intervenção que a Cia Porto de Luanda executa a partir de arranjos musicais improvisados, livre de gênero e estilo, deixando o público à vontade para brincar com os instrumentos que estarão montados em um espaço denominado parque sonoro. Os percussionistas vestidos com figurino de operário fortalece a ideia de construção para mostrar que a música se faz presente a partir da construção de sons, convidando a ultrapassar os limites e se apropriar de percepções que auxiliará a perceber o ritmo existente ao nosso redor. Classificação indicativa: Livre. Intervenção Musical. Duração: 40 min
Dia 21 de maio às 14h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade

TEATRO
Dois a Duas
O espetáculo acompanha uma garota adolescente que não vê a hora de o ensino médio acabar. Ao longo da trama, ela faz descobertas sobre sexualidade que impactam os caminhos que irá traçar. Classificação indicativa: 14 anos. Teatro Juvenil. Duração: 40 min
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Helena Silveira

A Peleja do Conta Gotas
Neste espetáculo, dois palhaços, de lados opostos, encontram-se às margens do último lago do planeta. Ambos estão sedentos, mas é preciso, antes de saciar a sede, discutir qual lado está com a razão nessa peleja pela água: o lado de cá ou o lado de lá. Em meio às discussões, pantomimas e divertidos números clássicos do humor circense, percebem algo errado com as nuvens... quem será que as prendeu em gaiolas? A Peleja do Conta Gotas é um espetáculo que promove o diálogo entre duas linguagens artísticas: Teatro e Histórias em Quadrinhos - o cenário e elementos de cena são desenhados pelo próprio grupo em oficinas criativas que fazem parte do processo de pesquisa - primando pelas soluções ecologicamente mais adequadas, usa-se, majoritariamente, o papel como base. Classificação indicativa: 10 anos. Duração: 40 min
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Marcos Rey

Os Fabulosos Julgamentos de Fritz e Phedora
Os palhaços Fritz e Phedora não somente rememoram fábulas e contos por nós esquecidos, eles também nos convidam a repensar o destino das personagens e trajetórias. Mas como? Como se brincassem de recriar as cenas das histórias e mudar seus rumos, eles ressignificam a situação de um tribunal para que o público participe das decisões do rumo das personagens. Eles colocam as figuras das fábulas numa pequena corte de um julgamento. Como seria o lobo mau desenhado neste ato cênico como réu onde as crianças por meio de uma dinâmica divertida, paródica e humorada o destinasse e o questionassem por outros meios que não somente o da história escrita? Como também a rainha se explicaria diante de Branca sobre seus invejosos gritos no espelho e porque a perseguia tanto? E como um duo de palhaços pode trazer de forma cômica e leve um cenário que para um jovem possa parecer estranho, no entanto, um espaço que trata de refletir , pesquisar e analisar os rumos de alguém? O tribunal se torna portanto, um fabuloso pretexto, um cenário quase que utópico onde reacendemos nossas urgências e desejos na relação com o mundo, como o outro. Uma situação aberta em forma de jogo para que a comunidade infantil possa mergulhar ainda mais no universo fabular e ampliar seu olhar, de forma lúdica sobre as personagens dessas tramas, da sua própria humanidade e como as vê relacionadas. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 19 de maio às 11h30 - Biblioteca Aureliano Leite

esquisito_jardim_estranho
O Esquisito Jardim do Sr. Estranho
Francine, uma ávida leitora de histórias de aventura e suspense, vive em uma mansão envolta pelo mistério da ausência dos pais. Ela só possui uma única diversão: o esquisito jardim. Entre brincadeiras e sua imaginação fantástica, Francine é surpreendida por um gato, misterioso, que pensa ser dono de tudo! Classificação indicativa: Livre - Teatro Infantil.
Dia 18 de maio às 11h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 21 de maio às 10h - Biblioteca Malba Tahan

As Desmemórias da Marquesa de Rabicó
Emília – A Marquesa de Rabicó, a boneca mais famosa do mundo da literatura infanto-juvenil, resolveu escrever suas desmemorias: segundo ela, são fatos esquecidos com meias verdades inteiras contadas do seu jeitinho. Para tal missão, ela resolveu contar com a ajuda do seu amigo inseparável, o sábio Visconde de Sabugosa. Pedrinho, Dona Carochinha, o Príncipe Escamado e até mesmo a Cuca ajudam Emília nesta missão de compartilhar as suas desmemorias para o mundo, com direito a dedicatórias e festa de lançamento. Baseado na Obra de Monteiro Lobato. Classificação indicativa: Livre. Teatro Infantil. Duração: 40 min
Dia 23 de maio às 10h30 - Biblioteca Raul Bopp

Os 3 Porquinhos
Os 3 Porquinhos é contado através de dois "açougueiros", Pipo e Pepe, que têm um açougue muito diferente. Nele há todo tipo de carne: carne de óculos, carne de bicicleta, carne de martelo, carne de banana, menos carne de verdade. Um dia lhes pedem carne de porco e então é armada toda a confusão: um dos açougueiros se veste de lobo para desta forma entrar na história Os 3 Porquinhos e conseguir a carne tão almejada.
Será que conseguirão? Onde conseguirão? Como conseguirão? O espetáculo é cartoonesco, irreverente e musical tendo na linguagem do palhaço o grande fio condutor. Classificação indicativa: Livre. Duração: 55 min
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 21 de maio às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral

LITERATURA
Lançamento do Livro: Visceras, de Clara Baccarin
A poeta e escritora Clara Baccarin lança o livro de poesia 'Vísceras', contemplado com o edital de poesia do ProaC de 2018, este é o seu segundo livro do gênero. Seguindo uma temática bastante feminina, o que caracteriza também seus trabalhos anteriores, e utilizando uma linguagem simples e profunda, 'Vísceras' é um trabalho que emociona e desperta lados nossos que foram cuidadosamente anestesiados. Vamos comemorar essa noite com um Sarau com a participação de poetas e convidados, e bate-papo com a autora. Classificação: Livre
Dia 17 de maio às 19h – Biblioteca Alceu Amoroso Lima

Mediação de Leitura - temática suspense
Mediação de leitura literária com a temática suspense. Classificação indicativa: Livre.
Dia 17 de maio às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral

Clube de Leitura Brito Broca - Minha Vida de Menina
O Clube de Leitura Brito Broca é uma parceria entre a Biblioteca Brito Broca e o Instituto Federal de São Paulo - Campus Pirituba, com o objetivo de reunir pessoas que leram o livro proposto pela mediadora e professora de Literatura Vanessa Regina e trocar ideias e percepções acerca da história lida pelos participantes. Classificação: livre. Duração: 90 min.
Dia 18 de maio às 13h30 – Biblioteca Brito Broca

bititaCafé Preto
Inspirado por clubes de leitura de grandes centros culturais paulistanos, o “Café Preto” oferece um encontro literárias a respeito da literatura negra e periférica com intuito de promover a fruição literária e construir representatividade.
Os encontros literários devem apresentar a biografia do escritor, suas principais obras e temáticas acompanhadas de leitura compartilhada com o público-alvo. Assim a leitura torna-se uma prática vivenciada capaz de ser multiplicada em outros espaços. A intenção não é promover uma aula expositiva. O “Café Preto” socializa a prática da leitura com intuito de construir a fruição na literatura. Classificação indicativa: Livre.
Livro:Diário de Bitita, de Carolina Maria de Jesus
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Paulo Duarte

escrevivencia
Virada Cultural - Escrita a partir da escrevivência e a produção literária na periferia
Com a mediação de Salloma Salomão, os escritores Karolina Desireé, Fábio Kabral e Rafael Calça, irão participar da mesa para falar sobre escrevivência, literatura marginal, escrita afrofuturista. Além dessa discussão, teremos uma homenagem e leitura dramática de Solano Trindade e Carolina Maria De Jesus.
Dia 19 de maio às 13h – Biblioteca Brito Broca

Tiu Fresh e Nego Bitro - Nova e velha escola, o que rimava ontem, rima hoje?
Existe uma forma certa de escrever RAP? O que define o que é o RAP? Por que mudaram tanto as letras dos anos 80 pra cá? Tiu Fresh e Nego Bitro, duas gerações do hip hop nacional, fazem um pocket show nas bibliotecas e batem um papo com a galera sobre o que influenciava as letras de antigamente e o que influencia hoje em dia. Classificação indicativa: 12 anos. Duração: 60 min
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 22 de maio às 16h - Biblioteca Érico Veríssimo

Baú de Histórias
Com Raquel de Andrade
Atividade que visa resgatar histórias da tradição oral para grupos de escolas da região, mediante agendamento com a Biblioteca.
Classificação indicativa: Livre. Duração: 45 min.
Dia 21 de maio às 15h - Biblioteca Gilberto Freyre

No Carrinho as Histórias
Mediadores de leitura circulam com carrinhos apresentando histórias e poesias através dos livros. O trabalho visa gerar gosto pela leitura de forma prazerosa e livre de obrigações, rompendo paradigmas sobre o ato da leitura de literatura e ampliando o repertório imaginário e cultural das pessoas. A mediação de leitura cria fortes vínculos entre as pessoas e os livros. Classificação indicativa: Livre. Intervenção Literária.
Dia 17 de maio às 14h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 19 de maio às 11h - Biblioteca Ricardo Ramos

Histórias da gaveta - Brincadeiras Poéticas
A intervenção “Histórias da Gaveta - Brincadeiras Poéticas” convida o público a sair por um momento das telas do celular, respirar e abrir gavetas. Mas gavetas mágicas, cheia de histórias, possibilidades e brincadeiras. De onde podem surgir músicas, trava-línguas e adivinhas. Ou livros, poemas com rimas e outras brincadeiras populares. Basta um simples gesto de abrir, de dar espaço e as histórias estão prontas para serem compartilhadas. Classificação indicativa: 10 anos. Duração: 40 min
Dia 18 de maio às 14h30 - Biblioteca Vinicius de Moraes
Dia 21 de maio às 14h30 - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 23 de maio às 14h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Mediando Leitura - Melhor Idade
Projeto voltado para o público da Melhor Idade. O rico universo da literatura que temos no acervo da Biblioteca possibilita utilizarmos livros da literatura infantil, juvenil, biografias, meditações e histórias do cotidiano, com a finalidade de resgatar as histórias da tradição oral. Classificação indicativa: Livre.
Dia 22 de maio às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral
Mediação de Leitura
Com Carolina Casagrande / Renan Wangler, da Equipe Biblioteca Adelpha Figueiredo
O exercício de ler histórias pode transformar a relação de quem recebe e de quem emite com o mundo e as possibilidades de vivências, é um momento muito especial que envolve a escuta, a imaginação, o lúdico e a cumplicidade entre pessoas. É um ato de respeito e de resgate às tradições da oralidade na perpetuação de conhecimentos milenares como dos povos africanos e indígenas. Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Dia 22 de maio às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Rap Plus Size
O espetáculo do disco Rap Plus Size conta com figurinos, iluminação, e conceito sincronizados. Incentivando a cena trans e feminina do Hip Hop, já que coloca mulheres e pessoas trans de grande representatividade como ícones a serem espelhos para novos talentos e equilibra com maior igualdade a presença ativa de mulheres e LGBTTQIA+ no Rap nacional, tanto para as participações do disco, como para o palco. Acompanhadas do DJ RUA, Dj oficial do Rap Plus Size. Classificação indicativa: 12 anos. Duração: 40 min
Dia 22 de maio às 14h - Biblioteca Raimundo de Menezes

Baú do Terror
Com Raquel de Andrade
Mediação de leitura de textos com a temática do terror.
Agendamento para escolas pelo telefone 2143-1811.
Classificação indicativa: Livre. Duração: 45 min.
Dia 23 de maio às 10h - Biblioteca Gilberto Freyre

Concurso Literário
Com a intenção de fomentar a escrita e o movimento de poesia periférica, será lançado o concurso literário na Biblioteca na modalidade prosa e poesia, com premiação para quatro categorias e os selecionados receberão um kit de livros.
Os textos deverão ser entregue pelo e-mail bmrubensbmoraes@gmail.com, a partir do dia 2 de maio até 18 de maio.
-No corpo do e-mail, constar: nome ou pseudônimo, telefone de contato e número da categoria;
-Os textos deverão ser digitados em arquivo Word ou PDF, anexados no e-mail;
-Para os textos entregues na Biblioteca, deverão ser entregues em textos impressos, cada um na sua modalidade, em envelopes fechados com identificação: nome ou pseudônimo, telefone de contato e número de categoria
Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais. Classificação indicativa: 7 anos.

DANÇA
asislis_coletiva
Asilis Coletiva
Com inspiração nos estudos de Marimba Ani, que apresenta o conceito asili (termo kiswahili) que significa "semente", “origem", utilizado para descrever a matriz de uma entidade cultural, identificando sentido a suas criações coletivas, nos nomeamos assim, origem, Asili. Em seus dois anos de trajetória, a ASILI COLETIVA vem desenvolvendo sua pesquisa e ações no âmbito da performance ligadas às matrizes africanas e afrobrasileiras. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos

CURSOS, ENCONTROS E OFICINAS
Pegue, Leve e Leia
Com o objetivo de estimular a leitura, a Biblioteca Castro Alves, promoverá a doação de livros na Praça situada na Rua Jaime Cano, 150; em frente à EMEI Santo Dias. Obs. Em caso de chuva a ação acontecerá no interior da Biblioteca.
Dia 17 de maio às 10h – Biblioteca Castro Alves

Acampamento na Monteiro Lobato – Virada Cultural
O evento será um acampamento na biblioteca durante a virada cultural. Inscrições em: https://docs.google.com/forms/d/1BAhoyvzuheGyFlbFukxuD9fH0MTMSKs4fJlgBWR5Nhw/viewform?usp=drive_web&edit_requested=true. Classificação indicativa: 4 a 12 anos. Obs: Será fornecido um kit lanche seco padrão, no entanto, caso determinadas crianças tenham alguma restrição aos alimentos fornecidos, o responsável deve levar seu próprio alimento.
Cronograma:
Recreação Quatro Monitores
Dias 18 e 19 às 18h30 às 0h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Chegada, Montagem de Barracas
Dias 18 e 19 às 18h30 ás 20h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Contação de Histórias
Com Kiara Terra
Dias 18 e 19 às 20h15 às 21h – Biblioteca Infatojuvenil Monteiro Lobato

Lanche da Noite / Kit Lanche
Dias 18 e 19 às 21h10 - Biblioteca Infatojuvenil Monteiro Lobato

Projeção Filme Detetives do Prédio Azul
Dias 18 e 19 às 22h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Hora de Dormir
Dias 18 e 19 às 0h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Direito para Leigos

Direito para Leigos: Direito Previdenciário: será que vou me aposentar?
Com Nicholas Takamoto, Advogado, Professional Coach, Palestrante Motivacional, Agente de Políticas Públicas da Prefeitura de São Paulo, Membro Efetivo do Conselho Gestor da Secretaria da Saúde de São Paulo. Pós-graduando em Direito do Trabalho, Previdenciário, Imobiliário e Civil e Mestrando em Direito Empresarial.
Dia 18 de maio às 14h - Biblioteca Hans Christian Andersen

Oficina dos Jogos Teatrais a Encenação
Com a Atriz, Dançarina e Artista-educadora Maria Lúcia Tomé Branco.
Através dos jogos teatrais, improvisações são criadas a partir de temas levantados e discutidos para a criação coletiva na construção de cenas, onde se constrói uma narrativa para composição do exercício cênico a ser mostrado no final do processo. Inscrições abertas pelo telefone 5687-0408, falar com Dorinha/Jomar. Gratuito. Classificação indicativa: 14 anos.
De 21 de março a 17 de julho das 14h às 17h – Biblioteca Belmonte

Oficina de RPG (Role-Playing Game)
RPG é a sigla em inglês para Role-Playing Game, um gênero de jogo no qual os jogadores assumem o papel de personagens imaginários, em um mundo fictício. As principais características do RPG são a interatividade e o trabalho em grupo. É muito raro que jogadores se reúnam para jogar RPG de forma competitiva, uma vez que se trata de um jogo predominantemente colaborativo, no qual os jogadores só conseguirão vencer se trabalharem em conjunto.
Desenvolve a criatividade, interação social, noções de trabalho em equipe e resolução de problemas. Vagas Limitadas. Classificação indicativa: 12 anos. Duração: 90 min.
Dia 17 e 20 de maio às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo

Hora de Acordar – Desmonta Barraca
Dias 18 e 19 às 8h30 - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Aulas de Xadrez
Com Alan Macedo Lima
Xadrez é um jogo de tabuleiro disputado entre dois jogadores, ele estimula a pensar e elaborar estratégias, desenvolvendo o raciocínio, a criatividade e o respeito ao outro. Sempre em um sábado e um domingo do mês você pode vir aqui aprender com a gente, a partir das 10h! ;)
Dias 18 e 19 de maio - Biblioteca Menotti Del Picchia

Roda de Conversa
Nesse encontro vamos conversar sobre maternidade. Classificação indicativa: Livre.
Dia 18 de maio às 13h30 – Biblioteca Amadeu Amaral

Virada Cultural 2019 na Biblioteca
No dia domingo, dia 19 de maio, a biblioteca receberá uma programação especial da Virada Cultural das 10 às 19 horas. Serão realizadas duas oficinas, uma mesa de leitura de textos da produção literária da periferia de São Paulo e um Sarau de encerramento.
Em breve, mais informações no blog e redes sociais. Classificação: Livre.
Dia 19 de maio às 10h – Biblioteca Alceu Amoroso Lima
sao_paulo_quadrinhos
Virada Cultural - São Paulo em Quadrinhos
Oficina
A partir de convite do artista Toni D’Agostinho, e de técnicas básicas de narrativa gráfica, roteiro e desenho, os frequentadores sugerem temas que se tornarão tiras e páginas de HQs. Com isso, objetivamos oferecer uma forma de expressão artística para dar evidência às vozes do público acerca da cidade em que reside.
Acompanha o evento a exposição Os Gatos da Santa Casa – que é composta por 30 tiras em quadrinhos, em tamanho grande, publicadas em diversos veículos de comunicação. As obras retratam o dia-a-dia do Centro de São Paulo observado pelos Gatos que ficam sobre os muros da Santa Casa. Tal exposição teve estreia na estação Brás do Metrô e percorreu inúmeras estações de metrô e CPTM, até se tornar livro, pela Editora Criativo, lançado em 2017.
Dia 19 de maio às 10h – Biblioteca Brito Broca
Filha da Rua

Virada Cultural - Filha da Rua
Graffiti
Beatriz, Filha da Rua, realizará exposição de quadros de arte urbana.
Dia 19 de maio às 11h – Biblioteca Brito Broca

Mulheres Por Si Mesmas
Espaço destinado às mulheres, com encontros mensais, para discutir e refletir sobre diversos temas inerentes ao universo feminino.
Para maio a temática será: Maternidade. Classificação indicativa: somente mulheres. Duração 120 min.
Dia 20 de maio às 9h30 - Biblioteca Érico Veríssimo

Português para Imigrantes
Curso de português gratuito para imigrantes. A ideia é facilitar a comunicação e garantir direitos para a população imigrante de São Paulo. Não é necessário inscrição prévia, mas existe possibilidade de lotação de turma. Garanta sua vaga comparecendo a biblioteca no horário e datas previstas para o curso. Classificação Indicativa: Livre.
Dia 20 às 18h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Capoeira Regional e Ancestralidade
Com Mestre Peroba Capoeira Gerais
A oficina será ministrada com aulas de capoeira regional contendo movimentos de ataque e defesa, história da Capoeira relacionando com a história, preservando sua ancestralidade, ensino e estímulo à musicalidade na capoeira. Durante a vivência na oficina abordaremos a questão literária, musical, artística e de audiovisual relacionado com as atualidades da capoeira. Classificação: Livre.
Dias 21 e 23 de Maio às 10h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Jogoteca – Oficina de jogos
Com Marco Aurélio da Silva
A Biblioteca Ricardo Ramos será ponto de encontro para os apaixonados por jogos. A cada oficina, novos tipos para serem apreciados, e claro, jogados!
Serão apresentados jogos desde os mais tradicionais até os de estratégia, escolha, diversão e também os mais modernos. Não perca essa! Classificação indicativa: Livre. Duração: 120 min.
Dias 21 e 23 de Maio às 14h – Biblioteca Ricardo Ramos

Tiu Fresh e Nego Bitro - Nova e velha escola, o que
rimava ontem, rima hoje?
Existe uma forma certa de escrever RAP? O que define o que é o RAP? Por que mudaram tanto as letras dos anos 80 pra cá? Tiu Fresh e Nego Bitro, duas gerações do hip hop nacional, fazem um pocket show nas bibliotecas e batem um papo com a galera sobre o que influenciava as letras de antigamente e o que influencia hoje em dia. Classificação indicativa: 12 anos. Duração: 60 min.
Dia 22 de maio às 16h – Biblioteca Érico Veríssimo

Troca de Livro
Trocar um livro que já leu por outro título. Classificação indicativa: Livre
Dia 24 de maio às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral

EXPOSIÇÃO
Exposição: Recorta&Cola
Imagens e Palavras, composta de trabalhos de técnica mista, pintura e colagens da autoria do artista plástico Tomás José Padovani e de Poemas do livro "bal bu cio" do poeta mineiro Deivid Junió. Tomás José Padovani, começou a desenhar livremente nas bordas e sobras de papel... procurava as formas desenhando de modo livre e chapado, sem muitas preocupações, e por consequência vieram a busca das cores, foi recortando e guardando riscos,rabiscos, e desenhos ,etc...
Dia 4 a 31 de maio – Biblioteca Alceu Amoroso Lima

CINEMA
rainhaA Rainha
The Queen, França, Reino Unido, Itália, 2006, 103 min., DVD
Direção: Stephen Frears. Elenco: Helen Mirren, James Cromwell, Alex Jennings.
A notícia da morte da princesa Diana se espalha rapidamente pelo mundo.
Classificação indicativa: Livre.
Dia 23 de Maio às 14h30 - Biblioteca Cora Coralina
 Circuito SPCine