sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Destaques da semana de 11 a 17 de agosto

Música, teatro, intervenção artística, contação de histórias e cinema nas bibliotecas de bairro.

MÚSICA
Band'jente
Band’jente
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60 min.
As composições autorais transitam entre o pop e o alternativo com diversos ritmos que, às vezes, são capturados numa mesma canção. A Band’jénte apresenta além das composições autorais, também canções de parceiras e parceiros da música independente que têm influência direta na sua sonoridade.
Dia 11 de agosto às 11h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 14 de agosto às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 17 de agosto às 14h - Biblioteca Ricardo Ramos

Tambor de Crioula Flor da Aroeira
Classificação indicativa: Livre | Duração: 50 min.
A proposta do Tambor é ir além da apresentação ou do espetáculo e oferecer uma vivência da cultura popular para o público onde não há espectadores. A roda é um convite, um espaço aberto para compartilhar conjuntamente da música e da dança trazida pelos integrantes. Artistas e público unem-se e confundem-se para constituir a força da roda no ritmo da batida do tambor, do canto coletivo e da dança feminina.
Dia 15 de agosto às 10h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia

Quatro mãos
Classificação indicativa: Livre| Duração: 60 min.
A banda lançou seu primeiro Disco em 2018 Fértil, levando sua essência de contagiar as pessoas com canções que retratam sentimentos e experiências reais. Quatro mãos acredita que expressões artísticas realizadas a partir de sentimentos reais possuem mais força para tocar as pessoas, essa conexão transporta o público para situações e reflexões que possivelmente não teriam se não fossem tocadas pela arte. As letras trazem as experiências vividas, impulsionadas pelas harmonias e melodias que compartilham com o outro a arte de viver. As referências para as composições do Disco Fértil têm como principal influência e embasamento, a música brasileira. Tais referências norteiam as linhas de raciocínio para as composições, porém sempre acompanhadas pela preocupação em diversificar as estruturas musicais, para que a autenticidade da banda Quatro Mãos sempre seja reconhecida. A essência do projeto é contagiar quem esteja envolvido com ele.
Dia 15 de agosto às 14h30 – Biblioteca Brito Broca

Lucia Zorzi
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60 min.
Suas canções têm forte influência da música francesa e do smooth jazz. Com letras em inglês, francês e português, melodias coincidentemente alegres e melancólicas, Lucia cativa a todos com o toque suave no seu violão elétrico e com a delicadeza de sua voz.
Dia 17 de agosto às 14h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo

TEATRO
Em Busca da Boneca Azul
Em Busca da Boneca Azul
Classificação indicativa: Livre | Duração: 55 min.
Tulipa e Tabefe são dois palhaços que recebem uma mensagem revelando o desaparecimento de uma bailarina, conhecida como Boneca Azul. Eles transformam-se em detetives para encontrá-la, porém são surpreendidos pelas armadilhas e magias de Líria, uma habilidosa feiticeira que, auxiliada por seu assistente, o desastrado Panklata, vai criando obstáculos para que o mistério da Azul não seja desvendado.
Dia 11 de agosto às 14h - Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 12 de agosto às 11h - Biblioteca Nuto Sant’Anna
Dia 15 de agosto às 14h30 - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 16 de agosto às 14h30 - Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 18 de agosto às 14h00 - Biblioteca Camila Cerqueira César

100 + Nem Menos
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60 min.
O espetáculo “100 + Nem Menos” aborda os primeiros contatos da criança com o universo dos números, da matemática e do desenho, onde o contar ou riscar se apresentam de forma lúdica em seu cotidiano.
A encenação não usa texto, e de uma técnica original de animação de objetos, linhas coloridas flutuam pelo ar formando algarismos, bonecos e figuras inspiradas no traço infantil, que surgem e desaparecem de forma inesperada.
Com técnicas de teatro, dança e animação de objetos e bonecos, os esquetes reinventam brincadeiras folclóricas e temas do cancioneiro popular. A trilha sonora contém músicas cantadas ao vivo e outras compostas especialmente para a encenação. Imagens, ora remetem à arte Naif, às garatujas infantis e aos quadros de Joan Miró e Paul Klee e ora brincam com conceitos primários da Matemática.
Dia 12 de agosto às 11h – Biblioteca Hans Christian Andersen

Músicas de Oz
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60 min.
Neste espetáculo os espectadores são levados a navegarem no mundo fantástico das histórias infantis, para que conheçam um pouco mais dessa literatura e possam ter aguçado o desejo de buscar outras leituras. “Músicas de OZ” é a união do diretor musical Marcus Alcantarilla e dos artistas Anne Pelucci,Fagner Saraiva e Giba Freitas para cantar e narrar história da garotinha Dorothy, do Homem de Lata, do Espantalho e do medroso Leão. Músicas originais acompanham esse enredo onde as personagens são apresentadas com bonecos, músicas e adereços.
Dia 11 de agosto às 13h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 15 de agosto às 15h - Biblioteca Chácara do Castelo

O Livro do Improviso
Classificação: 14 anos | Duração: 60 min.
As atrizes Cíntia Portella e Maíra De Grandi vão encontrar seu protagonismo em uma história criada em parceria com o público dentro da biblioteca. Através da improvisação teatral o público-leitor vai inspirá-las e ajudar a escrever essa estória. A partir de referências dos títulos encontrados na biblioteca o público vai ter a sensação de estar criando um livro!
Dia 15 de agosto às 15h - Biblioteca Jayme Cortez
Dia 17 de agosto às 14h - Biblioteca Anne Frank

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA
Projeto Galileu - Planetário Móvel
Projeto Galileu - Planetário Móvel
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60min.
O Projeto Galileu traz a possibilidade de conhecimento e encantamento, levando as pessoas por uma viagem espacial. Através de um ambiente imersivo, projeção de 360 graus, em Full HD , som estéreo e ambiente climatizado, apresenta-se o sistema Solar, nascimento de estrelas, satélites naturais, mudanças climáticas, etc.
Dia 14 de agosto às 9h - Biblioteca Padre José de Anchieta

CIRCO
Mala de Tralha
Mala de Tralha
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60min.
A proposta é estimular a criatividade através do lúdico. Utilizando das diversas formas de arte, seja tanto com a comicidade do palhaço, expressão corporal através da mímica, narração, encenação, sonoridade de instrumentos e não instrumentos, mágicas, ou até mesmo somente na oralidade. Assim, a Cia. conta histórias de maneira lúdica e interativa e com isso, instiga a curiosidade e interesse dos adultos e principalmente das crianças por livros, histórias antigas, lendas, folclores, fábulas e nossa identidade cultural.
Dia 11 de agosto às 11h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 14 de agosto às 14h30 - Biblioteca Belmonte
Dia 17 de agosto às 14h30 - Biblioteca Affonso Taunay

Show de Bola
Classificação indicativa: Livre | Duração: 50 min.
“Show de bola” é um monólogo, que mistura os números do artista Jesús Fornies, brincando com as diferentes formas de entender os malabares e as reações que provoca na plateia: malabarismo cômico, contemporâneo, tradicional, absurdo… sempre acompanhado do seu estilo pessoal e um inovador sentido de humor. Especializado em malabares com bolas de futebol, mostra-nos inúmeras formas de se divertir com a bola além de correr atrás dela, dando sempre a entender que existe vida além do futebol, muito mais surpreendente, criativa, mágica e divertida.
Dia 11 de agosto às 11h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Contos Russos - Girasonhos
Contos Russos - Girasonhos
Classificação Indicativa: Livre | Duração: 60 min
As ancestrais histórias e fábulas russas recontadas por Tatiana Belinky trazem ao público um universo ao mesmo tempo familiar e desconhecido. Os feiticeiros, príncipes, pobres camponesas, monstros marinhos, magos e outros seres encantados já conhecidos de nossas crianças, juntam-se a estranhos bogatires, popes, boiardos, cossacos e tocadores de gusli. Confluem, assim, os mitos universais contidos nas fábulas e o mundo particular dos contos russos.
Dia 11 de agosto às 11h - Biblioteca Brito Broca

Histórias da Mata
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60min.
Histórias da Mata é um espetáculo composto por três histórias: A Lenda da Criação da Noite, A gata que entrou em casa e Boitatá.
Uma lenda pela qual os índios explicam a criação da noite é contada num ambiente totalmente lúdico e com objetos originários de várias tribos. A gata que entrou em casa é uma história da mata que vem lá do Continente Africano, e que ressalta o protagonismo feminino. Já Boitatá é inspirado no livro “Ai, que susto!” do autor Jorge Saad, que ressalva a preocupação com a floresta e o meio ambiente.
Histórias que possuem em comum além dos animais, das lendas, palavras e figuras, A MATA!
Lúdico, dinâmico, divertido e recheado com muita música ao vivo, brincadeiras, objetos e brinquedos indígenas, bonecos, fantoches e muita interação com o público.
Dia 15 de agosto às 10h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 15 de agosto às 14h - Biblioteca Helena Silveira

Marina Bastos
Marina Bastos conta contos brasileiros no mês do folclore. Embarque nessa viagem pelo folclore brasileiro com: música, objetos lúdicos, cantigas de roda e brincadeiras interativas. Identificando no mapa do Brasil de onde vem cada história, aprenderemos características de cada região.
Dia 11 de agosto às 14h - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 15 de agosto às 14h - Biblioteca Érico Veríssimo

De quem vem a canção
Classificação Indicativa: Livre | Duração: 40 min
A Trupe Marambé, passeando por diferentes regiões do Brasil, escolheu a obra de quatro compositores para servir de inspiração para a criação de diferentes dramaturgias. Por meio da encenação dessas estórias, o grupo busca difundir a figura do compositor no imaginário das crianças e revigorar o seu protagonismo nas demais gerações. São quatro espetáculos livremente construídos a partir das canções de Chico Buarque (RJ), Caetano Veloso (BA), Dominguinhos (PE) e Elpídio dos Santos (SP), traçando caminhos dramatúrgicos poéticos para além de suas biografias.
Dia 15 de agosto às 14h – Biblioteca Vicente Paulo Guimarães

CINEMA
Batman Begins

Batman Begins
EUA, 2005, 104 min., DVD
Direção: Christopher Nolan. Elenco: Christian Bale, Michael Caine, Liam Neeson, Katie Holmes, Gary Oldman, Ken Watanabe, Morgan Freeman.
Marcado pelo assassinato de seus pais quando ainda era criança, o milionário Bruce Wayne decide viajar pelo mundo em busca de encontrar meios que lhe permitam combater a injustiça e provocar medo em seus adversários.
Dia 16 de agosto às 14h30 – Biblioteca Cora Coralina

Circuito SPCine
O Circuito Spcine é a rede de salas de cinema da Prefeitura de São Paulo. Com equipamentos de ponta para garantir qualidade de som e imagem, o Circuito Spcine apresenta semanalmente uma programação repleta de filmes nacionais e internacionais. O intuito do projeto é democratizar o acesso ao cinema e garantir mais telas para a produção nacional. O projeto é uma iniciativa da Spcine, empresa de cinema e audiovisual de São Paulo.

Seu complexo exibidor é formado por vinte espaços, sendo cinco em equipamentos culturais de São Paulo e quinze em Centros Educacionais Unificados (CEUs), com o objetivo de democratizar o acesso da população ao entretenimento audiovisual, expandindo a barreira geográfica do centro expandido em direção a todas as regiões da capital paulista. Geograficamente, as salas estão presentes em dezessete das trinta e duas prefeituras regionais, com prioridade para as não atendidas pelo circuito comercial de cinema.

Há espaço para filmes de todos os gêneros e formatos, do infantil ao terror, do autoral ao blockbuster. A periodicidade das sessões vai de três a seis vezes por semana com aproximadamente 200 sessões semanais. Para mais informações, acesse www.circuitospcine.com.br

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Jornada do Patrimônio: 320 atividades gratuitas

“Uma Cidade, Muitas Mãos” 
é o tema desta edição que acontece nos dias 18 e 19 de agosto em toda a cidade.


Para valorizar os diversos grupos que construíram o patrimônio cultural da cidade e ajudaram na formação da identidade paulistana, a Secretaria Municipal de Cultura promove, nos dias 18 e 19 de agosto,
a Jornada do Patrimônio, com o tema “Uma Cidade, Muitas Mãos.
“Nesta edição, vamos organizar a programação por região da cidade, remetendo aos grupos de pessoas como nordestinos, alemães, italianos, japoneses, árabes, portugueses e muitos outros imigrantes. Esta colaboração plural está presente na arquitetura, na gastronomia, no comércio e nos costumes do dia a dia da capital paulista, que podem ser conferidos durante o evento”, destaca André Sturm, Secretário Municipal de Cultura.
A Jornada do Patrimônio tem uma programação gratuita e diversificada com o objetivo de aproximar a população dos espaços históricos ou com valor afetivo que fazem parte da história da cidade. Ao todo, serão realizadas 300 atividades, distribuídas em roteiros, palestras, oficinas, visitação a imóveis, visitas guiadas e lançamentos de livros.

 Participação das Bibliotecas Públicas Municipais
PALESTRAS
Nossa cidade, Nossa casa: Conhecendo a arquitetura da cidade e aprendendo a cuidar dela
Parque da Aclimação - venha descobrir a sua rica história e de seu fundador
A história do Parque da Aclimação se inicia junto com a República e tem em Carlos Botelho, seu idealizador e fundador, uma história incrível pouco conhecida e reconhecida. Duração 1 hora.
Biblioteca Raul Bopp - Dia 18 às 11h

Campo Limpo -  história, memória e patrimônio
Serão apresentadas duas etapas do levantamento sobre a história da ocupação do bairro do Campo Limpo e arredores. Na primeira delas, foi realizado um inventário participativo com a colaboração de quem vivenciou e vivencia as transformações constantes desse território através do registro de depoimentos, resquícios e objetos importantes para a memória desta região. Num segundo momento, estes materiais foram relacionados a dados oficiais para maior entendimento e contextualização. A exibição de um vídeo-registro deste processo de pesquisa estabelecerá um diálogo, no qual a trajetória dinâmica e socialmente construída desta região da cidade de São Paulo encontra espaço e representatividade. Duração 1 hora.
Biblioteca Prefeito Prestes Maia - Dia 18 às 13h
A luta pela preservação dos campos de várzea do Campo de Marte - o último reduto da várzea de SP
A proposta consiste em descrever a luta pela preservação dos campos de várzea sitos no Campo de Marte na Casa Verde. Esses campos existem ali a mais de 50 anos e foram construídos pela comunidade dedicada ao futebol de várzea da Casa Verde e adjacências; são seis campos de várzea construídos por seis clubes : Cruz da Esperança, Baruel da Casa Verde, Sade da Casa Verde, Paulista da Casa Verde, Pitangueira de Santana e Aliança da Casa Verde. O espaço é usado gratuitamente por milhares de atletas e suas famílias nos fins de semana onde jogam futebol, fazem encontros festivos e as crianças se divertem nos equipamentos infantis ali existentes. Duração 45 min.
Biblioteca Alvares Azevedo - dia 18 às 14h

Aos sonhos do oriente - artistas italianos na composição do Orientalismo Paulista (1890-1935)
A palestra apresenta um panorama da trajetória de artistas italianos dedicados as artes decorativas, que entre projetos na cidade de São Paulo, foram responsáveis pelas principais edificações de estilo orientalista (mourisco) na cidade (1890-1935). Neste quadro explicativo traçaremos em primeiro momento, apanhado da obra de dois italianos, José Cordoni e Antonio Delmosso, que em projeto de Ramos de Azevedo, foram os autores das artes decorativas do primeiro Palacete Mourisco que a cidade conhecera (Bela Vista - 1896). Em segundo, observaremos a obra dos arquitetos-construtores, José Câmera e Ettore Batisti, que aos desejos de industriais libaneses, dariam vida a uma Paulicéia quase que das Arábias. Duração 1 hora.
Biblioteca Prefeito Prestes Maia - Dia 18 às 15h

Casa, doce lar: memórias do habitar
O que é "casa"? Além de uma construção que nos abriga é também o lugar onde moram nossas memórias, valores, costumes e emoções. De forma mais ampla, o sentido de "casa" tem seu correspondente na percepção que temos da rua, do bairro, da cidade, do país onde moramos. Tais lugares, por acolherem nossas histórias de vida, passam a ser percebidos por nós como "a nossa casa", o lugar ao qual pertencemos. As relações que estabelecemos diariamente com esses lugares fazem com que criemos um mapa afetivo e de referências em relação a cada som da nossa rua, a cada rua do nosso bairro, a cada momento do nosso país. Mas, afinal, como as nossas memórias tornam o lugar em que vivemos a nossa casa? Duração 1 hora.
Biblioteca Alvaro Guerra - Dia 19 às 11h


Muitos museus - muitas histórias
A palestrante partilha um estudo de mestrado sobre a mediação cultural, através de um projeto chamado "40 museus em 40 semanas", no qualo palestrante visitou 40 museus de diferentes tipologias da cidade de São Paulo descobrindo histórias e novos trajetos, mediando espaços, públicos e ideias. É uma proposta de aproximar o patrimônio da cidade, levando a pensar sobre identidade cultural e territorialidade. Instiga a reflexão sobre a relação dos museus com as pessoas que vivem na cidade de diferentes culturas. Discute sobre os conceitos de identidade, memória e patrimônio para o não permitir apagamento da herança do povo. Duração 45 min.
Biblioteca Alvaro Guerra - Dia 19 às 13h

Concretismo em São Paulo: uma nova arte na década de 1950
No meio do século passado, a cidade de São Paulo passava por grandes transformações em vários níveis. A arte não passou imune. Com novas instituições culturais surgindo, o fluxo de obras e de artistas estrangeiros aumentou e isso afetou os artistas locais. Parte deles se envolveu num movimento chamado concretismo, que era baseado na abstração geométrica. E o que é a abstração geométrica? É a representação de linhas, formas, cores, nada de paisagem ou figura humana. O concretismo em São Paulo girou em torno do grupo Ruptura, que teve cerca de dez membros ao longo dos anos. Seu manifesto, lançado em 1952, foi redigido na Seção de Arte da Biblioteca Mário de Andrade, onde será esta atividade. 45 min.
Biblioteca Mario de Andrade - Dia 19 às 16h

Carta a Mário de Andrade
Abordará assuntos que vão desde os amigos de Mário de Andrade, escritores e poetas bem como os companheiros do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional passando em seguida por considerações acerca do estudo sobre o Padre Jesuíno do Monte Carmelo. Referencia textos relacionados às restaurações efetuadas recentemente nas pinturas do artista mulato da igreja do Carmo da cidade de São Paulo, nas telas de Nossa Sra. da Candelária e as prospecções feitas no famoso painel da igreja do Carmo de Itú, com reflexões sobre os documentos descobertos nos últimos anos que alteram significativamente algumas das interpretações de Mário de Andrade sobre o artista e sua obra pictórica. Duração 45 min.
Biblioteca Mario de Andrade - Dias 18 e 19 às 15h
  

OFICINA

Registros Históricos
A fotografia é o registro histórico de um momento específico. Pode ser de um acontecimento, de alguém ou até mesmo de algum lugar, e por podermos guardar “eternamente” é que ela se faz tão significativa em nossas vidas. A oficina propõe registros feitos com nossos próprios celulares, a partir do resgate histórico desses prédios, que dessa forma contribui para a construção de um olhar mais sensível em observar ângulos que só podem ser capturados quando recapitulamos seu significado na história. Aprendemos na prática um pouco sobre “nossos ancestrais” e aproximamos a fotografia às nossas realidades tecnológicas, os celulares. Duração 90 min.
Biblioteca Mário de Andrade - Dias 18 e 19 às 11h30


LANÇAMENTO DE LIVRO

Nossa cidade, nossa casa: conhecendo a arquitetura da cidade e aprendendo a cuidar dela
2ª edição revista e atualizada
Associação Preserva São Paulo
Esta publicação, feita pela Associação Preserva São Paulo, tem o propósito ambicioso de fazer com que o paulistano passe a olhar para sua cidade com outros olhos que não sejam os do preconceito e da desinformação, e passe a apreciar os detalhes às vezes ocultos por tanto descaso, além de apresentar a proprietários, locatários e usuários de imóveis diversas dicas importantes sobre como cuidar melhor desses imóveis, sem desperdício, sem grandes investimentos e aprendendo a conservar e valorizar os materiais originais. Duração 90 min.
Biblioteca Alceu Amoroso Lima - Dia 18 às 14h30


terça-feira, 7 de agosto de 2018

Agenda cultural Biblioteca Viva agosto de 2018


Confira a edição de agosto da Agenda Biblioteca Viva, com a Feira de Troca de Livros e Gibis e a programação cultural de contação de histórias, circo, intervenção artística, música e teatro nas bibliotecas, participe!


 Agenda Cultural agosto 2018

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Destaques da semana de 4 a 10 de agosto

Música, teatro, intervenção artística, contação de histórias e cinema nas bibliotecas de bairro.

MÚSICA
Tambor de Crioula Flor da Aroeira
Tambor de Crioula Flor da Aroeira
Classificação indicativa: Livre | Duração: 50 min.
A proposta do Tambor é ir além da apresentação ou do espetáculo e oferecer uma vivência da cultura popular para o público onde não há espectadores. A roda é um convite, um espaço aberto para compartilhar conjuntamente da música e da dança trazida pelos integrantes. Artistas e público unem-se e confundem-se para constituir a força da roda no ritmo da batida do tambor, do canto coletivo e da dança feminina.
Dia 7 de agosto às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 8 de agosto às 14h30 - Biblioteca José Mauro Vasconcelos
Dia 10 de agosto às 10h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima

Quatro mãos
Classificação indicativa: Livre| Duração: 60 min.
A banda lançou seu primeiro Disco em 2018 Fértil, levando sua essência de contagiar as pessoas com canções que retratam sentimentos e experiências reais. Quatro mãos acredita que expressões artísticas realizadas a partir de sentimentos reais possuem mais força para tocar as pessoas, essa conexão transporta o público para situações e reflexões que possivelmente não teriam se não fossem tocadas pela arte. As letras trazem as experiências vividas, impulsionadas pelas harmonias e melodias que compartilham com o outro a arte de viver. As referências para as composições do Disco Fértil têm como principal influência e embasamento, a música brasileira. Tais referências norteiam as linhas de raciocínio para as composições, porém sempre acompanhadas pela preocupação em diversificar as estruturas musicais, para que a autenticidade da banda Quatro Mãos sempre seja reconhecida. A essência do projeto é contagiar quem esteja envolvido com ele.
Dia 8 de agosto às 14h30 – Biblioteca Roberto Santos

Band’jente
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60 min.
As composições autorais transitam entre o pop e o alternativo com diversos ritmos que, às vezes, são capturados numa mesma canção. A Band’jénte apresenta além das composições autorais, também canções de parceiras e parceiros da música independente que têm influência direta na sua sonoridade.
Dia 4 de agosto às 14h - Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 9 de agosto às 10h - Biblioteca Aureliano Leite
Dia 10 de agosto às 13h - Biblioteca Vicente de Carvalho

Toni Ferreira
Classificação indicativa: Livre | Duração: 50 min.
Um dos nomes da Nova MPB Toni Ferreira acompanhado pelo músico João Guariozo faz show intimista com um repertório autoral, além de releituras particulares de canções consagradas. O cardápio de comparações é muito variado, vai de Cazuza, passa por Bethânia, Ângela Ro Ro e até Gal Costa entra na parada. Toni Ferreira se diverte com tanto disparate.
Dia 8 de agosto às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 9 de agosto às 11h - Biblioteca Afonso Schmidt

TEATRO
Músicas de Oz
Músicas de Oz
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60 min.
Neste espetáculo os espectadores são levados a navegarem no mundo fantástico das histórias infantis, para que conheçam um pouco mais dessa literatura e possam ter aguçado o desejo de buscar outras leituras. “Músicas de OZ” é a união do diretor musical Marcus Alcantarilla e dos artistas Anne Pelucci,Fagner Saraiva e Giba Freitas para cantar e narrar história da garotinha Dorothy, do Homem de Lata, do Espantalho e do medroso Leão. Músicas originais acompanham esse enredo onde as personagens são apresentadas com bonecos, músicas e adereços.
Dia 7 de agosto às 11h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 8 de agosto às 14h - Biblioteca Milton Santos

O Livro do Improviso
Classificação: 14 anos | Duração: 60 min.
As atrizes Cíntia Portella e Maíra De Grandi vão encontrar seu protagonismo em uma história criada em parceria com o público dentro da biblioteca. Através da improvisação teatral o público-leitor vai inspirá-las e ajudar a escrever essa estória. A partir de referências dos títulos encontrados na biblioteca o público vai ter a sensação de estar criando um livro!
Dia 7 de agosto às 14h - Biblioteca Malba Tahan
Dia 8 de agosto às 14h - Biblioteca Helena Silveira

Em Busca da Boneca Azul
Classificação indicativa: Livre | Duração: 55 min.
Tulipa e Tabefe são dois palhaços que recebem uma mensagem revelando o desaparecimento de uma bailarina, conhecida como Boneca Azul. Eles transformam-se em detetives para encontrá-la, porém são surpreendidos pelas armadilhas e magias de Líria, uma habilidosa feiticeira que, auxiliada por seu assistente, o desastrado Panklata, vai criando obstáculos para que o mistério da Azul não seja desvendado.
Dia 4 de agosto às 11h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 5 de agosto às 11h - Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 7 de agosto às 10h - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 8 de agosto às 9h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 9 de agosto às 14h - Biblioteca Pedro Nava

Cada Qual no Seu Barril
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60 min.
Adaptação da Cia. da Revista para o livro Dois Idiotas Sentados Cada Qual no Seu Barril, de Ruth Rocha. Sem trocar uma palavra, as incríveis atrizes encenam uma sequência de esquetes cômicos por meio de expressões, gestos e mímica. Igor e Vladimir são dois náufragos que vivem às turras numa ilha deserta enquanto esperam pelo resgate. Para as crianças, ficam evidentes os duelos semelhantes aos dos desenhos animados de Tom e Jerry, Pernalonga e Patolino ou Papa-Léguas e Coiote. Com direito a dinamites, bombas, granadas e armadilhas — todas de mentirinha, óbvio —, os personagens se empenham para criar traquinagens e atazanar a vida um do outro, numa verdadeira guerra.
Dia 7 de agosto às 10h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 9 de agosto às 14h - Biblioteca Mário Schenberg

Nerina a Ovelha Negra
Classificação Indicativa: Livre | Duração: 60 min.
Baseada no livro do conhecido cartunista Michele Iacocca, a opereta é o mais recente espetáculo do premiado Maracujá Laboratório de Artes e conta a história de Nerina, uma ovelha que por ter a cor diferente das outras é expulsa do rebanho. Porém, ao encontrar com lobos que resolvem usá-la para atrair e devorar as ovelhas que a expulsaram, ela toma uma atitude que salvará a todas.
Dia 10 de agosto às 16h - Biblioteca Álvaro Guerra

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA
Parada Poética
Parada Poética
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60min.
Os encontros pretendem seduzir o público a partir de performances com a poesia falada como forma de interagir diretamente com os espectadores e inseri-los na vibração do sarau. O nome Parada Poética foi escolhido justamente para desmistificar a palavra sarau como algo distante da realidade da população. A proposta é apresentar a literatura como algo acessível a todos, despida de qualquer conotação cânone ou acadêmica. Existe apenas uma regra: ouvidos inclinados à poesia, por isso os encontros proporcionam microfone aberto, para contação de histórias e poemas, como forma de celebrar a oralidade.
Dia 4 de agosto de 11h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 5 de agosto às 11h - Biblioteca Paulo Duarte
Dia 7 de agosto às 15h - Biblioteca Paulo Setúbal
Dia 7 de agosto às 19h - Biblioteca José Paulo Paes

Projeto Galileu - Planetário Móvel
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60min.
O Projeto Galileu traz a possibilidade de conhecimento e encantamento, levando as pessoas por uma viagem espacial. Através de um ambiente imersivo, projeção de 360 graus, em Full HD , som estéreo e ambiente climatizado, apresenta-se o sistema Solar, nascimento de estrelas, satélites naturais, mudanças climáticas, etc.
Dia 4 de agosto às 11h - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato
Dia 10 de agosto às 15h - Biblioteca Castro Alves

CIRCO
Contalhaço
Contalhaço
Classificação indicativa: Livre | Duração: 40min.
Dois palhaços estão relembrando suas aventuras no circo e a cada número circense, recordam histórias que fizeram parte de suas vidas. O público é convidado à participar das esquetes e atuar nas histórias, proporcionando momentos inesquecíveis. A música é parte importante da apresentação, como sonoplastia cômica e textura para as histórias.
Dia 7 de agosto às 14h - Biblioteca Ricardo Ramos

Navegantes
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60min.
Uma embarcação de palhaços piratas segue em um cortejo, navegando em busca de ideias para escrever um livro. Durante o trajeto passarão por obras de Shakespeare, Machado de Assis, Carlos Drummond de Andrade, Manoel de Barros, entre outros.
Dia 4 de agosto às 14h - Biblioteca Marcos Rey
Dia 9 de agosto às 15h - Biblioteca Viriato Corrêa

Mala de Tralha
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60min.
A proposta é estimular a criatividade através do lúdico. Utilizando das diversas formas de arte, seja tanto com a comicidade do palhaço, expressão corporal através da mímica, narração, encenação, sonoridade de instrumentos e não instrumentos, mágicas, ou até mesmo somente na oralidade. Assim, a Cia. conta histórias de maneira lúdica e interativa e com isso, instiga a curiosidade e interesse dos adultos e principalmente das crianças por livros, histórias antigas, lendas, folclores, fábulas e nossa identidade cultural.
Dia 4 de agosto às 11h - Biblioteca Nuto Sant'Anna
Dia 7 de agosto às 14h30 - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 9 de agosto às 14h30 - Biblioteca Vinicius de Moraes

Show de Bola
Classificação indicativa: Livre | Duração: 50 min.
“Show de bola” é um monólogo, que mistura os números do artista Jesús Fornies, brincando com as diferentes formas de entender os malabares e as reações que provoca na plateia: malabarismo cômico, contemporâneo, tradicional, absurdo… sempre acompanhado do seu estilo pessoal e um inovador sentido de humor. Especializado em malabares com bolas de futebol, mostra-nos inúmeras formas de se divertir com a bola além de correr atrás dela, dando sempre a entender que existe vida além do futebol, muito mais surpreendente, criativa, mágica e divertida.
Dia 8 de agosto às 10h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 10 de agosto às 14h - Biblioteca Anne Frank

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Marco Haurélio
Marco Haurélio
Classificação Indicativa: Livre | Duração: 60 min
Existem contos de fadas no Brasil? A resposta é sim. Mas, aqui, recebem nomes como Estórias de Trancoso ou Contos da Carochinha. Nos nossos contos de fadas, Cinderela atende pelo nome de Maria Borralheira, Pele de Asno chama-se Cara de Pau e Angélica e o Príncipe Teiú fazem as vezes de A Bela e a Fera. Muitas destas histórias encantadas foram ouvidas e registradas por Marco Haurélio em livros como Contos folclóricos brasileiros e Contos e fábulas do Brasil. Muitos destes contos foram adaptados para os versos de cordel, constituindo clássicos como a História de Juvenal e o Dragão e a História da Princesa da Pedra Fina. Venha ouvir e se encantar com as estórias da nossa rica tradição oral e as mais belas histórias de cordel na voz de um dos seus mais reconhecidos autores: Marco Haurélio.
Dia 4 de agosto às 14h30 – Biblioteca Vinicius de Moraes

Marina Bastos
Marina Bastos conta contos brasileiros no mês do folclore. Embarque nessa viagem pelo folclore brasileiro com: música, objetos lúdicos, cantigas de roda e brincadeiras interativas. Identificando no mapa do Brasil de onde vem cada história, aprenderemos características de cada região.
Dia 4 de agosto às 14h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 5 de agosto às 11h - Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 7 de agosto às 14h30 – Biblioteca Belmonte
Dia 10 de agosto às 9h30 - Biblioteca Affonso Taunay


CINEMA

Os 12 Macacos

Os 12 Macacos
Twelve Monkeys, EUA, 1995, 129 min., DVD
Direção: Terry Gilliam. Elenco: Bruce Willis, Madeleine Stowe, Brad Pitt, Christopher Plummer.
No ano de 2035, James Cole aceita a missão de voltar ao passado para tentar decifrar um mistério envolvendo um vírus mortal que atacou grande parte da população mundial.
Dia 9 de agosto às 14h30 – Biblioteca Cora Coralina



O Touro FerdinandoO Touro Ferdinando
Ferdinand, EUA, 2017, 108 mim., DVD
Direção: Carlos Saldanha .Elenco (vozes): John Cena, Kate McKinnon, David Tennant, Anthony Anderson, Gabriel Iglesias, Boris Kodjoe, Miguel Ángel Silvestre, Raúl Esparza. Gênero: Animação.Ferdinando é um touro com um temperamento calmo e tranquilo, que prefere sentar-se embaixo de uma árvore e relaxar ao invés de correr por aí bufando e batendo cabeça com os outros. A medida que vai crescendo, ele se torna forte e grande, mas com o mesmo pensamento. Quando cinco homens vão até sua fazenda para escolher o melhor animal para touradas em Madri, Ferdinando é selecionado acidentalmente.
Dia 8 de agosto às 14h – Biblioteca Hans Christian Andersen

Circuito SPCine
O Circuito Spcine é a rede de salas de cinema da Prefeitura de São Paulo. Com equipamentos de ponta para garantir qualidade de som e imagem, o Circuito Spcine apresenta semanalmente uma programação repleta de filmes nacionais e internacionais. O intuito do projeto é democratizar o acesso ao cinema e garantir mais telas para a produção nacional. O projeto é uma iniciativa da Spcine, empresa de cinema e audiovisual de São Paulo.

Seu complexo exibidor é formado por vinte espaços, sendo cinco em equipamentos culturais de São Paulo e quinze em Centros Educacionais Unificados (CEUs), com o objetivo de democratizar o acesso da população ao entretenimento audiovisual, expandindo a barreira geográfica do centro expandido em direção a todas as regiões da capital paulista. Geograficamente, as salas estão presentes em dezessete das trinta e duas prefeituras regionais, com prioridade para as não atendidas pelo circuito comercial de cinema.

Há espaço para filmes de todos os gêneros e formatos, do infantil ao terror, do autoral ao blockbuster. A periodicidade das sessões vai de três a seis vezes por semana com aproximadamente 200 sessões semanais. Para mais informações, acesse www.circuitospcine.com.br

terça-feira, 31 de julho de 2018

Secretaria Municipal de Cultura abre edital de credenciamento para oficineiros

Entre os dias 26 de julho e 28 de agosto, a Secretaria Municipal de Cultura recebe inscrições de projetos para a realização de oficinas culturais em seus equipamentos, com a possibilidade de ampliação para outros equipamentos que venham a integrar a Secretaria.
Os projetos deverão ser de atividades práticas, lúdicas e de fruição cultural, que instiguem a experimentação, a reflexão, a iniciação de prática artística, a formação de grupos e a socialização.
Os projetos deverão, obrigatoriamente, estar inscritos em uma das seguintes modalidades abaixo:
Modalidade I: Oficinas de Curta Duração - 1 mês de atividades
Modalidade II: Oficinas de Média Duração I - 3 meses de atividades
Modalidade III: Oficinas de Média Duração II - 4 meses de atividades
Modalidade IV: Oficina Estendida I - 6 meses de atividades
Modalidade V: Oficina Estendida II - 10 meses de atividades
As inscriçõesestão abertas e devem ser feitas por meio de formulário ou presencialmente, nos endereços abaixo:
Zona Sul
Centro Cultural Santo Amaro
Av. João Dias, 822 – Santo Amaro – São Paulo - SP – CEP: 04724-001 - Telefone: 5541-7057
Biblioteca Helena Silveira
R. José Viriato de Castro, 78 – Campo Limpo – São Paulo - SP – CEP: 05788-310 - Telefone: 5841-1259
Biblioteca Viriato Corrêa
R. Sena Madureira, 298 – V. Mariana – São Paulo - SP - CEP: 04021-050 - Telefone: 5573-4017/ 5574-0389
Zona Norte
Centro Cultural da Juventude
Av. Dep. Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha – São Paulo - SP – CEP: 02720-200 - Telefone: 3343-8999
Casa de Cultura Vila Guilherme
Praça Oscar Silva, 110 V. Guilherme – São Paulo - SP - CEP: 02067-070 - Telefone: 2909-0065
Biblioteca Brito Broca
Av. Mutinga, 1425 – Pirituba - São Paulo - SP - CEP: 05110-000 - Telefone: 3904-1444/3904-2476
Biblioteca Padre José de Anchieta
R. Antonio Maia, 651- Perus – São Paulo - SP - CEP: 05204-110 - Telefone: 3917-0751
Zona Leste
Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes
R. Inácio Monteiro, 6900 – Conj. Hab. Sítio Conceição – São Paulo - SP – CEP: 08490-000 - Telefone: 3343-8900
Centro Cultural da Penha
Largo do Rosário, 20 – Penha – São Paulo - SP - CEP: 03634-020 - Telefone: 2295-0401
Casa de Cultura Itaim Paulista
R. Monte Camberela, 490 - Vila Silva Teles - São Paulo - SP - CEP: 08110-240 - Telefone: 2963-2742
Zona Oeste
Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Rua Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros – São Paulo - SP – CEP: 05413-021 - Telefone: 3063-3064/3082-5023
Centro
Secretaria Municipal de Cultura
Av. São João, 473 - 8º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP: 01034-001 -Telefone: 3397-0000
+ Confira a íntegra do edital
+ Anexo I – dos equipamentos
+ Anexo II – das linguagens
+ Anexo III - ficha de inscrição
+ Anexo IV - da proposta
+ Anexos V e VI - declarações
+ Anexo VII - Dos locais de inscrições

sexta-feira, 27 de julho de 2018


Veja o calendário completo da Feira de Troca de Livros e Gibis que acontecem nos parques da cidade. Participe!

O principal objetivo do evento é oferecer ao público a oportunidade de renovar suas bibliotecas pessoais sem custo. A única recomendação é que os livros não sejam didáticos ou técnicos e estejam em bom estado.

Os frequentadores têm à sua disposição mesas/bancas separadas da seguinte forma:

  • Artes / Audiolivros
    • Gibis / Mangás / Quadrinhos
    • Literatura brasileira (clássicos, contemporâneos, contos, crônicas, poesias, teatro)
    • Literatura estrangeira (traduzidos)
    • Literatura infantil
    • Literatura juvenil
    • Outros idiomas
    • Religião / Autoajuda
Para participar, basta levar livros em bom estado de conservação, de quaisquer gêneros literários, nas modalidades: romance, conto, crônica, poesia etc. e trocá-los na base de 1 por 1. Como o intuito da Feira é fomentar a Leitura de Textos Literários, não são aceitos livros de caráter informativo (didáticos-técnicos-escolares). As pessoas podem trocar seus livros e/ou gibis nas bancas ou entre si.

A atividade é gratuita e não há limite de idade.