sexta-feira, 20 de julho de 2018

Destaques da semana de 14 a 20 de julho

Programação de música, teatro, intervenção artística, contação de histórias e cinema.


MÚSICA
Dinho Nunes Canta Sambas da Bahia
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
O Projeto consiste em levar essa mistura de música antiga e contemporânea a públicos que não conhecem essas variantes do samba baiano, onde de fato começou no Brasil. Trazendo uma compilação dos sambas antigos de grandes compositores baianos do passado e de novas gerações que enaltecem a cultura brasileira e baiana.O músico apresenta os sambas com suas variações através das gerações, como samba canção, samba de roda, samba duro e samba chula, com os compositores Dorival Caymmi, Batatinha, Riachão, Assis Valente, Ederaldo Gentil e Moraes Moreira juntando-se a tantos outros
Dia 21 de julho às 14h - 
Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 26 de julho às 14h - 
Biblioteca Prefeito Prestes Maia

Criança da Terra - Grupo Folias e Folguedos

Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Espetáculo cênico-musical-interativo visa transmitir a rica vivência da cultura tradicional brasileira para o público infantil, partindo do princípio que brincar e cantar são formas de conhecer o mundo, que inclui tradição, música e movimento. Concebido pelo artista e arte-educador Inimar dos Reis.
Dia 24 de julho às 14h30 - 
Biblioteca Belmonte 

Nicolas - Somos o Futuro

Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Integrante do Matéria Rima, um dos grupos mais engajados. O que mais chama a atenção é toda técnica apresentada. Em suas poesias Nicolas incentiva os jovens a sonhar e acreditar em seu potencial, essa é a ideia trazida no álbum “Somos O Futuro”.
Dia 21 de julho às 16h - 
Biblioteca José Paulo Paes
Dia 22 de julho às 11h - 
Biblioteca Paulo Duarte
Dia 24 de julho às 14h30 - 
Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 26 de julho às 15h - 
Biblioteca Jayme Cortez

Toró Instrumental

Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
O time principal composto por Caio Duarte, Marcelo Laguna e Pedro Cavalcanti está no cenário do jazz e música instrumental a mais de 10 anos. Sempre com convidados especiais compondo a banda segue marcando sua história na cultura nacional, convidados como Bocato, Tomati, Dj Tahira, além de artistas internacionais já fizeram parte desse projeto. A proposta é mesclar estilos instrumentais como o groove, jazz, rock com a essência da dançante música brasileira. Uma simbiose de conceitos inéditos que garantem a inovação e sucesso do grupo.
Dia 21 de julho às 14h - 
Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 22 de julho às 11h - 
Biblioteca Clarice Lispector
Dia 25 de julho às 14h30 - 
Biblioteca Roberto Santos

Quatro Mãos
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
A banda lançou seu primeiro disco em 2018, “Fértil”, levando sua essência de contagiar as pessoas com canções que retratam sentimentos e experiências reais. Quatro mãos acredita que expressões artísticas realizadas a partir de sentimentos reais possuem mais força para tocar as pessoas. Essa conexão transporta o público para situações e reflexões que possivelmente não teriam se não fossem tocadas pela arte. As letras trazem as experiências vividas, impulsionadas pelas harmonias e melodias que compartilham com o outro a arte de viver. As referências para as composições do Disco Fértil têm como principal influência e embasamento, a música brasileira. Tais referências norteiam as linhas de raciocínio para as composições, porém sempre acompanhadas pela preocupação em diversificar as estruturas musicais, para que a autenticidade da banda Quatro Mãos sempre seja reconhecida. A essência do projeto é contagiar quem esteja envolvido com ele.
Dia 21 de julho às 11h - 
Biblioteca Clarice Lispector
 



TEATRO
Recontando Uma Aventura
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Dois garis trabalham em sua rotina diária, fazendo a limpeza de uma esquina qualquer da cidade. Carregam uma grande lixeira, repleta de sucatas recolhidas em seu dia de trabalho. É quando, por meio de uma simples lembrança, embarcam em uma aventura inesperada, recontando, de forma extremamente criativa, lúdica e bem-humorada, o clássico “Moby Dick”.
Dia 21 de julho às 13h - 
Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda

100 + Nem Menos

Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
O espetáculo “100 + Nem Menos” aborda os primeiros contatos da criança com o universo dos números, da matemática e do desenho, onde o contar ou riscar se apresentam de forma lúdica em seu cotidiano.
A encenação não usa texto, e de uma técnica original de animação de objetos, linhas coloridas flutuam pelo ar formando algarismos, bonecos e figuras inspiradas no traço infantil, que surgem e desaparecem de forma inesperada.
Com técnicas de teatro, dança e animação de objetos e bonecos, os esquetes reinventam brincadeiras folclóricas e temas do cancioneiro popular. A trilha sonora contém músicas cantadas ao vivo e outras compostas especialmente para a encenação. Imagens, ora remetem à arte Naif, às garatujas infantis e aos quadros de Joan Miró e Paul Klee e ora brincam com conceitos primários da Matemática.
Dia 26 de julho às 14h - 
Biblioteca Thales Castanho de Andrade


Não Tem Xícara

Classificação indicativa: 14 anos. Duração: 60 min.
Com humor inteligente e ágil, o grupo de improvisadores promete fazer de cada sessão uma experiência única, através de espetáculos completamente diferentes, guiados a partir dos estímulos da plateia. A ideia a ser desenvolvida em cada sessão, parte de uma palavra que está em algum livro do acervo da Biblioteca dita por alguém da plateia. Esta palavra vai inspirar a criação de um monólogo que poderá ser realizado por um dos atores do elenco. Depois disso, todos os atores do elenco improvisam cenas utilizando-se de referências da literatura.
Dia 25 de julho às 14h30 - 
Biblioteca Raimundo de Menezes


Músicas de Oz
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Neste espetáculo os espectadores são levados a navegarem no mundo fantástico das histórias infantis, para que conheçam um pouco mais dessa literatura e possam ter aguçado o desejo de buscar outras leituras. “Músicas de OZ” é a união do diretor musical Marcus Alcantarilla e dos artistas Anne Pelucci, Fagner Saraiva e Giba Freitas para cantar e narrar história da garotinha Dorothy, do Homem de Lata, do Espantalho e do medroso Leão. Músicas originais acompanham esse enredo onde as personagens são apresentadas com bonecos, músicas e adereços.
Dia 21 de julho às 15h - 
Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 24 de julho às 10h - 
Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 25 de julho às 10h - 
Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 26 de julho às 14h30 - 
Biblioteca Vinicius de Moraes
Dia 27 de julho às 13h - 
Biblioteca Vicente de Carvalho 

Buzum

Classificação Indicativa: Livre. Duração: 6 horas
O espetáculo conta de maneira bem humorada o caminho da língua portuguesa pelo mundo, sua expansão pela Ásia, África e América do Sul. Em um ambiente intimista, com o uso de bonecos e um texto dinâmico, crianças e professores descobrem a presença de expressões e palavras africanas na língua portuguesa, de alimentos e plantas indígenas na cultura brasileira e que a tão comentada Globalização já começou há séculos. Os bonecos saem das páginas de um enorme livro para ilustrar os caminhos feitos pelos portugueses em busca de novos territórios e especiarias e é claro, sua chegada ao Brasil.
Dia 25 de julho às 09h30; 10h; 10h30 - 13h30; 14h; 14h30 - 
Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 27 de julho às 09h30; 10h; 10h30 - 13h30; 14h; 14h30 - 
Biblioteca Castro Alves



INTERVENÇÃO ARTÍSTICA
Projeto Galileu - Planetário Móvel
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
O Projeto Galileu traz a possibilidade de conhecimento e encantamento, levando as pessoas por uma viagem espacial. Através de um ambiente imersivo, projeção de 360 graus, em Full HD , som estéreo e ambiente climatizado, apresenta-se o sistema Solar, nascimento de estrelas, satélites naturais, mudanças climáticas, etc.
Dia 21 de julho às 14h - 
Biblioteca Menotti Del Picchia


Hugo Paz - Show de Poesias

Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
Incentivar o acesso à construção da poesia, unindo música, declamação poética e expressão corporal. Um show poético onde o autor, irá declamar seus textos, acompanhado de instrumentos de percussão. As poesias, irão ganhar voz, por meio da expressão teatral, sendo interpretadas numa apresentação poética e musical. Unindo o público a uma interação, das palavras extraídas do autor, com o enredo de diversos temas com intuito de resgatar antigos valores e emoções.
Dia 21 de julho às 14h - 
Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 24 de julho às 14h30 - 
Biblioteca Cora Coralina
Dia 25 de julho às 14h30 - 
Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 26 de julho às 14h - 
Biblioteca Afonso Schmidt

Pernacoteca

Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
Pernacoteca é uma biblioteca sobre pernas que viaja o mundo em busca de leitores, convidando as pessoas a conhecerem melhor o universo dos livros e da literatura. Criada com objetivo de atingir pessoas de todas as idades, com uma abordagem que pode se apresentar em forma itinerante. Com poesias, pequenas histórias, teatro de animação e outras formas literárias.
Dia 21 de julho às 10h - 
Biblioteca Roberto Santos
Dia 22 de julho às 10h - 
Biblioteca Alceu Amoroso Lima



 CIRCO
Circo di Québra
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Inspirado nas esquetes de palhaços, e na magia do malabarismo, dois palhaços se propõe a trazer muita alegria pilotando os monociclos e fazendo malabares.
Dia 21 de julho às 11h - 
Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 26 de julho às 10h - 
Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 27 de julho às 14h - 
Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo

Tambú e Candongueiro

Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min
Através da pesquisa na linguagem do palhaço, o espetáculo mescla cenas do circo
tradicional, circo contemporâneo, modalidades circenses e a cultura popular.
Dia 25 de julho às 14h - 
Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 26 de julho às 10h - 
Biblioteca Aureliano Leite 
Dia 27 de julho às 14h - 
Biblioteca Affonso Taunay


Travessuras de Palhaço

Cia Anjos Voadores
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Inspirado nas esquetes de palhaços, música e a magia do malabarismo, o
espetáculo é um convite ao público para participar do universo circense, por meio da história de uma trupe de palhaços que disputa um espaço para se apresentar no circo. No meio dessa competição, recheada de travessuras, pouco a pouco eles descobrem valores mais importantes que a conquista de um lugar no palco.
Dia 21 de julho às 11h - 
Biblioteca Monteiro Lobato 
Dia 22 de julho às 11h - 
Biblioteca Hans Christian Andersen


Sanduba Delivery

Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
O palhaço Sanduba chega com sua bicicleta acrobática para fazer entregas de sua lanchonete. No cardápio, dez números circenses divididos em entrada, prato principal, sobremesa e cafezinho. O público é convidado para fazer o pedido e assim formar a cada dia um cardápio e um espetáculo diferente. No final do espetáculo, há um surpreendente número de equilibrismo, com Duba Becker equilibrando no queixo uma barraca de feira.
Dia 22 de julho às 11h - Biblioteca Monteiro Lobato


CONTAÇÃO
Retalhos de Histórias
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
Todos os seres são importantes, por isso devemos respeitar a todos, natureza, animais e pessoas e assim viveremos em harmonia, essa é a proposta trazida pelo grupo Retalhos de Histórias que apresentará duas contações, a primeira, “João Jiló” conta a história de um menino muito traquina chamado João Jiló. Ele adorava fazer malvadezas com os bichos e as plantas. Um belo dia, João Jiló resolveu caçar e... acabou caçando um passarinho bem diferente! A partir deste dia, João Jiló aprendeu uma lição para o resto da vida! Esta história traz uma mistura de humor, medo e suspense! A segunda história “ O Nabo Gigante” é uma divertida história em que um velhinho e uma velhinha plantam um nabo que cresce até ficar GIGANTE. Para tirar o legume do solo será necessária a ajuda de todos os animais da fazenda e com a ajuda muito especial de um pequeno ratinho.Nesta nova adaptação do clássico conto russo, na qual o menor dos ajudantes pode fazer a diferença, a cooperação de todos é a grande lição.
Dia 25 de julho às 10h30 - 
Biblioteca Milton Santos

O Príncipe Siddhi

Classificação Indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Cris Miguel conta a história de Siddhi, um Príncipe Indiano que vivia preso dentro das muralhas do palácio, pois seus pais não deixavam que ele saísse de lá. Mandavam presentes e muitos agrados para o príncipe mas nada o satisfazia além da vontade de conhecer o mundo além das muralhas, sendo assim ele resolve fugir. Inspirado no livro de Noor Inayat Khan que reúne lendas das vidas anteriores de Buda e da história de Sidharta Gautama. Uma história que traz de forma divertida e comovente valores como o respeito, a harmonia e a beleza no caminho da busca da verdade.
Dia 21 de julho às 14h - 
Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 21 de julho às 11h - 
Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 24 de julho às 10h - 
Biblioteca Malba Tahan
Dia 25 de julho às 14h - 
Biblioteca Gilberto Freyre

Nerina:  a Ovelha Negra

Classificação Indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Baseada no livro do conhecido cartunista Michele Iacocca, a opereta é o mais recente espetáculo do premiado Maracujá Laboratório de Artes e conta a história de Nerina, uma ovelha que por ter a cor diferente das outras é expulsa do rebanho. Porém, ao encontrar com lobos que resolvem usá-la para atrair e devorar as ovelhas que a expulsaram, ela toma uma atitude que salvará a todas.
Dia 21 de julho às 11h – 
Biblioteca Narbal Fontes
Dia 22 de julho às 11h – 
Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 24 de julho às 10h – 
Biblioteca Padre José de Anchieta

Marco Haurélio

Classificação Indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Existem contos de fadas no Brasil? A resposta é sim. Mas, aqui, recebem nomes como Estórias de Trancoso ou Contos da Carochinha. Nos nossos contos de fadas, Cinderela atende pelo nome de Maria Borralheira, Pele de Asno chama-se Cara de Pau e Angélica e o Príncipe Teiú fazem as vezes de A Bela e a Fera. Muitas destas histórias encantadas foram ouvidas e registradas por Marco Haurélio em livros como Contos folclóricos brasileiros e Contos e fábulas do Brasil. Muitos destes contos foram adaptados para os versos de cordel, constituindo clássicos como a História de Juvenal e o Dragão e a História da Princesa da Pedra Fina. Venha ouvir e se encantar com as estórias da nossa rica tradição oral e as mais belas histórias de cordel na voz de um dos seus mais reconhecidos autores: Marco Haurélio.
Dia 21 de julho às 11h – 
Biblioteca Nuto Sant’Anna


Conto, Canjica e Quentão

Classificação Indicativa: Livre. Indicado para o público infantil. Duração: 6 horas.
Para acompanhar o clima de festa de São João, vinho quente e paçoca, a Cia A Hora da História traz uma contação de histórias com contos tradicionais bem brasileiros, que são encontrados em diversas regiões de nosso país, acompanhados de músicas de festa junina e brincadeiras musicais populares tocadas ao vivo. Agora, é só diversão! E viva São João!
Dia 25 de julho às 15h - 
Biblioteca Chácara do Castelo
Dia 26 de julho às 14h - 
Biblioteca Raul Bopp
Dia 27 de julho às 11h - 
Biblioteca Cassiano Ricardo


CINEMA

Na Natureza Selvagem
Into the Wild, EUA, 2007, 147 min., DVD
Direção: Sean Penn. Elenco: Emile Hirsch, Marcia Gay Harden
, William Hurt, Jena Malone, Catherine Keener, Brian Dierker, Vince Vaugnh, Zach Galifianakis, Kristen Stewart, Hal Holbrook.

Christopher McCandless, filho de pais ricos, se forma na universidade de Emory como um dos melhores estudantes e atletas. Porém, em vez de em embarcar em uma carreira prestigiosa e lucrativa, ele escolhe doar suas economias para caridade, livrar-se de seus pertences e viajar pelo Alasca.
Dia 26 de julho às 14h30– Biblioteca Cora Coralina

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Livros de e sobre Nelson Mandela nas bibliotecas.

No centenário de nascimento de Nelson Mandela, convidamos para a leitura de seus livros e de livros sobre ele, disponíveis nas bibliotecas públicas.

 ”A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo.”

Nelson Rolihlahla Mandela nasceu dia 18 de julho de 1918 em Joanesburgo e faleceu dia 5 de dezembro de 2013. Foi advogado, líder rebelde e presidente da África do Sul de 1994 a 1999. É considerado como o mais importante líder da África Negra, vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1993 por ter dedicado 67 anos de sua vida em prol dos direitos humanos e da democracia, e pai da moderna nação sul-africana, onde é normalmente referido como Madiba (nome do seu clã) ou Tata (Pai).
Selecionamos algumas obras sobre Nelson Mandela e também alguns títulos de sua autoria que podem ser encontrados nas bibliotecas públicas.
Consulte o CATÁLOGO ONLINE para saber onde encontrar estes e outros livros de Mandela.


Livros de autoria de Nelson Mandela 
  • Apontamentos para o futuro: palavras de sabedoria
  • Conversas que tive comigo
  • Longa caminhada até a liberdade: a autobiografia de Nelson Mandela
  • Long walk to freedom: the autobiography of Nelson Mandela
  • Nelson Mandela: a luta é a minha vida
  • Nelson Mandela por ele mesmo
Livros sobre Nelson Mandela
  • Bom dia, Sr. Mandela - Zelda La Grange
  • Os caminhos de Mandela: lições de vida, amor e coragem - Richard Stengel
  • Conquistando o inimigo: Nelson Mandela e o jogo que uniu a África do Sul - John Carlin
  • O jovem Mandela - Jeosafá
  • Mandela - Thomas G. Butson
  • Mandela: o africano de todas as cores - Alain e Zaü Serres
  • Mandela: meu prisioneiro, meu amigo - Christo Brand; Barbara Jones
  • Mandela: retrato autorizado - Tim Couzens; Rosalind Coward; Amina Frense; Kate Parkin; Gail Behrmann
  • Nelson Mandela - Hart, Carl W.
  • Nelson Mandela - Lewis Helfand
  • Nelson Mandela: o prisioneiro mais famoso do mundo - Eun Gang Seong
  • Nelson Mandela - Benjamin Pogrund
  • Nelson Mandela: uma lição de vida - Jack Lang
  • Nelson Mandela: o homem e o movimento - Mary Benson
  • Nelson Mandela: o prisioneiro mais famoso do mundo - Eun Gang Seong
  • Parte de minha alma - Anne Benjamin; Winnie Mandela
  • A última mensagem de Nelson Mandela para o mundo: uma conversa com Madiba seis horas após sua morte - Ryuho Okawa
  • Winnie e Nelson Mandela - John Vail J.; Jéferson Assumção

Veja a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Destaques da semana de 14 a 20 de julho


Programação de música, teatro, intervenção artística, contação de histórias e cinema.

MÚSICA
Toni Ferreira
Toni Ferreira
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Um dos nomes da Nova MPB Toni Ferreira acompanhado pelo músico João Guariozo faz show intimista com um repertório autoral, além de releituras particulares de canções consagradas. O cardápio de comparações é até muito variado. Vai de Cazuza, passa por Bethânia, Ângela Roro e até Gal Costa entra na parada. Toni Ferreira se diverte com tanto disparate.
Dia 20 de julho às 13h - Biblioteca Álvaro Guerra

Dinho Nunes Canta Sambas da Bahia
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
O Projeto consiste em levar essa mistura de música antiga e contemporânea a públicos que não conhecem essas variantes do samba baiano, onde de fato começou no Brasil. Trazendo uma compilação dos sambas antigos de grandes compositores baianos do passado e de novas gerações que enaltecem a cultura brasileira e baiana.O músico apresenta os sambas com suas variações através das gerações, como samba canção, samba de roda, samba duro e samba chula, com os compositores Dorival Caymmi, Batatinha, Riachão, Assis Valente, Ederaldo Gentil e Moraes Moreira juntando-se a tantos outros
Dia 17 de julho às 15h - Biblioteca Paulo Setúbal 
Dia 18 de julho às 14h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 19 de julho às 15h - Biblioteca Jayme Cortez

Criança da Terra - Grupo Folias e Folguedos
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Espetáculo cênico-musical-interativo visa transmitir a rica vivência da cultura tradicional brasileira para o público infantil, partindo do princípio que brincar e cantar são formas de conhecer o mundo, que inclui tradição, música e movimento. Concebido pelo artista e arte-educador Inimar dos Reis.
Dia 18 de julho às 15h - Biblioteca Chácara do Castelo 
Dia 20 de julho às 14h - Biblioteca Ricardo Ramos

Nicolas - Somos o Futuro
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Integrante do Matéria Rima, um dos grupos mais engajados. O que mais chama a atenção é toda técnica apresentada. Em suas poesias Nicolas incentiva os jovens a sonhar e acreditar em seu potencial, essa é a ideia trazida no álbum “Somos O Futuro”.
Dia 18 de julho às 10h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia

Santa Jam Vó Alberta
Classificação indicativa: a partir de 12 anos. Duração: 50 min.
Vó Alberta é uma alusão à embaixatriz do blues: Alberta Hunter. A apresentação busca a fusão cultural permeando, através do jazz tradicional, o folk e o baião, o blues, o country e o gypsy. A banda cria, pra além disso, um repertório autoral, que consolida a experiência musical de uma legítima jam session. Os músicos da Santa Jam Vó Alberta desenvolvem cenários musicais através de contações de histórias fazendo dos seus instrumentos (contrabaixo acústico, sanfona, banjo, gaita, viola caipira, violões, washboard, zabumba, alfaia e mandolim) a extensão do enredo musical.
Dia 14 de julho às 14h - Biblioteca Cassiano Ricardo

TEATRO
100 + nem Menos
100 + Nem Menos
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
O espetáculo “100 + Nem Menos” aborda os primeiros contatos da criança com o universo dos números, da matemática e do desenho, onde o contar ou riscar se apresentam de forma lúdica em seu cotidiano.
A encenação não usa texto, e de uma técnica original de animação de objetos, linhas coloridas flutuam pelo ar formando algarismos, bonecos e figuras inspiradas no traço infantil, que surgem e desaparecem de forma inesperada.
Com técnicas de teatro, dança e animação de objetos e bonecos, os esquetes reinventam brincadeiras folclóricas e temas do cancioneiro popular. A trilha sonora contém músicas cantadas ao vivo e outras compostas especialmente para a encenação. Imagens, ora remetem à arte Naif, às garatujas infantis e aos quadros de Joan Miró e Paul Klee e ora brincam com conceitos primários da Matemática.
Dia 19 de julho às 14h - Biblioteca Afonso Schmidt

Não Tem Xícara
Classificação indicativa: 14 anos. Duração: 60 min.
Com humor inteligente e ágil, o grupo de improvisadores promete fazer de cada sessão uma experiência única, através de espetáculos completamente diferentes, guiados a partir dos estímulos da plateia. A ideia a ser desenvolvida em cada sessão, parte de uma palavra que está em algum livro do acervo da Biblioteca dita por alguém da plateia. Esta palavra vai inspirar a criação de um monólogo que poderá ser realizado por um dos atores do elenco. Depois disso, todos os atores do elenco improvisam cenas utilizando-se de referências da literatura.
Dia 18 de julho às 15h - Biblioteca Milton Santos
Dia 19 de julho às 14h - Biblioteca Marcos Rey

Músicas de Oz
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Neste espetáculo os espectadores são levados a navegarem no mundo fantástico das histórias infantis, para que conheçam um pouco mais dessa literatura e possam ter aguçado o desejo de buscar outras leituras. “Músicas de OZ” é a união do diretor musical Marcus Alcantarilla e dos artistas Anne Pelucci, Fagner Saraiva e Giba Freitas para cantar e narrar história da garotinha Dorothy, do Homem de Lata, do Espantalho e do medroso Leão. Músicas originais acompanham esse enredo onde as personagens são apresentadas com bonecos, músicas e adereços.
Dia 17 de julho às 14h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 18 de julho às 14h30 - Biblioteca Brito Broca
Dia 20 de julho às 15h - Biblioteca Castro Alves

Buzum
Classificação Indicativa: Livre. Duração: 6 horas
O espetáculo conta de maneira bem humorada o caminho da língua portuguesa pelo mundo, sua expansão pela Ásia, África e América do Sul. Em um ambiente intimista, com o uso de bonecos e um texto dinâmico, crianças e professores descobrem a presença de expressões e palavras africanas na língua portuguesa, de alimentos e plantas indígenas na cultura brasileira e que a tão comentada Globalização já começou há séculos. Os bonecos saem das páginas de um enorme livro para ilustrar os caminhos feitos pelos portugueses em busca de novos territórios e especiarias e é claro, sua chegada ao Brasil.
Dia 17 de julho às 09h30; 10h; 10h30 - 13h30; 14h; 14h30 - Biblioteca Malba Tahan
Dia 18 de julho às 10h; 10h30; 11h - 13h30; 14h ;14h30 - Biblioteca Raimundo de Menezes

Cada Qual no Seu Barril
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Adaptação da Cia. da Revista para o livro Dois Idiotas Sentados Cada Qual no Seu Barril, de Ruth Rocha. Sem trocar uma palavra, as incríveis atrizes encenam uma sequência de esquetes cômicos por meio de expressões, gestos e mímica. Igor e Vladimir são dois náufragos que vivem às turras numa ilha deserta enquanto esperam pelo resgate. Para as crianças, ficam evidentes os duelos semelhantes aos dos desenhos animados de Tom e Jerry, Pernalonga e Patolino ou Papa-Léguas e Coiote. Com direito a dinamites, bombas, granadas e armadilhas — todas de mentirinha, óbvio —, os personagens se empenham para criar traquinagens e atazanar a vida um do outro, numa verdadeira guerra.
Dia 18 de julho às 14h30 - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 20 de julho às 14h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA
Hugo Paz - Show de Poesias

Hugo Paz - Show de Poesias

Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
Incentivar o acesso à construção da poesia, unindo música, declamação poética e expressão corporal. Um show poético onde o autor, irá declamar seus textos, acompanhado de instrumentos de percussão. As poesias, irão ganhar voz, por meio da expressão teatral, sendo interpretadas numa apresentação poética e musical. Unindo o público a uma interação, das palavras extraídas do autor, com o enredo de diversos temas com intuito de resgatar antigos valores e emoções.
Dia 18 de julho às 10h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima

 CIRCO
Circo di Quebra
Circo di Québra
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Inspirado nas esquetes de palhaços, e na magia do malabarismo, dois palhaços se propõe a trazer muita alegria pilotando os monociclos e fazendo malabares.
Dia 19 de julho às 10h - Biblioteca Aureliano Leite

Tambú e Candongueiro
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min
Através da pesquisa na linguagem do palhaço, o espetáculo mescla cenas do circo
tradicional, circo contemporâneo, modalidades circenses e a cultura popular.
Dia 17 de julho às 14h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 18 de julho às 10h - Biblioteca Pedro Nava

Travessuras de Palhaço
Cia Anjos Voadores
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Inspirado nas esquetes de palhaços, música e a magia do malabarismo, o
espetáculo é um convite ao público para participar do universo circense, por meio da história de uma trupe de palhaços que disputa um espaço para se apresentar no circo. No meio dessa competição, recheada de travessuras, pouco a pouco eles descobrem valores mais importantes que a conquista de um lugar no palco.
Dia 17 de julho às 14h - Biblioteca Padre José de Anchieta 
Dia 19 de julho às 14h - Biblioteca Raul Bopp
Dia 20 de julho às 14h30 - Biblioteca Affonso Taunay 

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Nerina:  a Ovelha Negra
Classificação Indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Baseada no livro do conhecido cartunista Michele Iacocca, a opereta é o mais recente espetáculo do premiado Maracujá Laboratório de Artes e conta a história de Nerina, uma ovelha que por ter a cor diferente das outras é expulsa do rebanho. Porém, ao encontrar com lobos que resolvem usá-la para atrair e devorar as ovelhas que a expulsaram, ela toma uma atitude que salvará a todas.
Dia 17 de julho às 14h30 – Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes

Marco Haurélio
Classificação Indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Existem contos de fadas no Brasil? A resposta é sim. Mas, aqui, recebem nomes como Estórias de Trancoso ou Contos da Carochinha. Nos nossos contos de fadas, Cinderela atende pelo nome de Maria Borralheira, Pele de Asno chama-se Cara de Pau e Angélica e o Príncipe Teiú fazem as vezes de A Bela e a Fera. Muitas destas histórias encantadas foram ouvidas e registradas por Marco Haurélio em livros como Contos folclóricos brasileiros e Contos e fábulas do Brasil. Muitos destes contos foram adaptados para os versos de cordel, constituindo clássicos como a História de Juvenal e o Dragão e a História da Princesa da Pedra Fina. Venha ouvir e se encantar com as estórias da nossa rica tradição oral e as mais belas histórias de cordel na voz de um dos seus mais reconhecidos autores: Marco Haurélio.
Dia 17 de julho às 10h – Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 18 de julho às 14h – Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 19 de julho às 14h – Biblioteca Mário Schenberg

Contos Russos - Girasonhos
Classificação Indicativa: Livre. Duração: 60 min.
As ancestrais histórias e fábulas russas recontadas por Tatiana Belinky trazem ao público um universo ao mesmo tempo familiar e desconhecido. Os feiticeiros, príncipes, pobres camponesas, monstros marinhos, magos e outros seres encantados já conhecidos de nossas crianças, juntam-se a estranhos bogatires, popes, boiardos, cossacos e tocadores de gusli. Confluem, assim, os mitos universais contidos nas fábulas e o mundo particular dos contos russos.
Dia 18 de julho às 14h – Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 19 de julho às 14h – Biblioteca Thales Castanho de Andrade

Conto, Canjica e Quentão
Classificação Indicativa: Livre. Indicado para o público infantil. Duração: 6 horas.
Para acompanhar o clima de festa de São João, vinho quente e paçoca, a Cia A Hora da História traz uma contação de histórias com contos tradicionais bem brasileiros, que são encontrados em diversas regiões de nosso país, acompanhados de músicas de festa junina e brincadeiras musicais populares tocadas ao vivo. Agora, é só diversão! E viva São João!
Dia 17 de julho às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 17 de julho às 14h30 - Biblioteca Belmonte
Dia 18 de julho às 10h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 18 de julho às 14h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 20 de julho às 13h - Biblioteca Vicente de Carvalho

CINEMA


Gasparzinho, o Fantasminha Camarada
Casper, EUA, 1995, 110 min., DVD
Direção: Brad Silberling. Elenco: Christina Ricci, Bill Pullman, Cathy Moriarty, Eric Idle
Um "terapeuta de fantasmas" chega em uma sombria mansão acompanhado de sua filha. Ele foi contratado por uma milionária, que pretende exorcizar os fantasmas do local para assim poder obter um tesouro escondido no casarão.
Dia 19 de julho às 14h30– Biblioteca Cora Coralina


sexta-feira, 6 de julho de 2018

Destaques da semana de 7 a 13 de julho

Programação de circo, contação de histórias, música, intervenção artística e teatro.

MÚSICA
Santa Jam Vó Alberta
Classificação indicativa: a partir de 12 anos. Duração: 50 min.
Vó Alberta é uma alusão à embaixatriz do blues: Alberta Hunter. A apresentação busca a fusão cultural permeando, através do jazz tradicional, o folk e o baião, o blues, o country e o gypsy. A banda cria, pra além disso, um repertório autoral, que consolida a experiência musical de uma legítima jam session. Os músicos da Santa Jam Vó Alberta desenvolvem cenários musicais através de contações de histórias fazendo dos seus instrumentos (contrabaixo acústico, sanfona, banjo, gaita, viola caipira, violões, washboard, zabumba, alfaia e mandolim) a extensão do enredo musical.
Dia 7 de julho às 15h - 
Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 8 de julho às 11h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 12 de julho às 14h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 13 de julho às 15h - Biblioteca Castro Alves


Toni Ferreira
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Um dos nomes da Nova MPB Toni Ferreira acompanhado pelo músico João Guariozo faz show intimista com um repertório autoral, além de releituras particulares de canções consagradas. O cardápio de comparações é até muito variado. Vai de Cazuza, passa por Bethânia, Ângela Roro e até Gal Costa entra na parada. Toni Ferreira se diverte com tanto disparate.
Dia 12 de julho às 14h - 
Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 13 de julho às 13h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda

Dinho Nunes Canta Sambas da Bahia
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
O Projeto consiste em levar essa mistura de música antiga e contemporânea a públicos que não conhecem essas variantes do samba baiano, onde de fato começou no Brasil. Trazendo uma compilação dos sambas antigos de grandes compositores baianos do passado e de novas gerações que enaltecem a cultura brasileira e baiana.O músico apresenta os sambas com suas variações através das gerações, como samba canção, samba de roda, samba duro e samba chula, com os compositores Dorival Caymmi, Batatinha, Riachão, Assis Valente, Ederaldo Gentil e Moraes Moreira juntando-se a tantos outros
Dia 12 de julho às 14h - Biblioteca Malba Tahan
Dia 13 de julho às 14h - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes

Criança da Terra - Grupo Folias e Folguedos
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Espetáculo cênico-musical-interativo visa transmitir a rica vivência da cultura tradicional brasileira para o público infantil, partindo do princípio que brincar e cantar são formas de conhecer o mundo, que inclui tradição, música e movimento. Concebido pelo artista e arte-educador Inimar dos Reis.
Dia 12 de julho às 9h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 13 de julho às 14h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad


Tambor de Crioula Flor da Aroeira
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
A proposta do Tambor é ir além da apresentação ou do espetáculo e oferecer uma vivência da cultura popular para o público onde não há espectadores. A roda é um convite, um espaço aberto para compartilhar conjuntamente da música e da dança trazida pelos integrantes. Artistas e público unem-se e confundem-se para constituir a força da roda no ritmo da batida do tambor, do canto coletivo e da dança feminina.
Dia 12 de julho às 14h30 - 
Biblioteca Cora Coralina
Dia 13 de julho às 13h - Biblioteca Vicente de Carvalho


Nicolas - Somos o Futuro
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Integrante do Matéria Rima, um dos grupos mais engajados. O que mais chama a atenção é toda técnica apresentada. Em suas poesias Nicolas incentiva os jovens a sonhar e acreditar em seu potencial, essa é a ideia trazida no álbum “Somos O Futuro”.
Dia 12 de julho às 14h - 
Biblioteca Raul Bopp
Dia 13 de julho às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral

Mc Garden
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
O paulistano MC Garden é um dos artistas mais reconhecidos da vertente do funk consciente, que ganha cada vez mais força entre os jovens brasileiros. Alguns vídeos do artista somam milhões de visualizações no Youtube. MC Garden possui parcerias com grandes artistas, humoristas, bandas e Youtubers, tais como Planta e Raiz, Gabriel O Pensador, Zizi Possi, Gog, Rafinha Bastos e Rafael Queiroga.
Dia 12 de julho às 14h - Biblioteca Marcos Rey 


TEATRO
Recontando Uma Aventura
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Dois garis trabalham em sua rotina diária, fazendo a limpeza de uma esquina qualquer da cidade. Carregam uma grande lixeira, repleta de sucatas recolhidas em seu dia de trabalho. É quando, por meio de uma simples lembrança, embarcam em uma aventura inesperada, recontando, de forma extremamente criativa, lúdica e bem-humorada, o clássico “Moby Dick”.
Dia 10 de julho às 10h - 
Biblioteca Padre José de Anchieta

Não Tem Xícara
Classificação indicativa: 14 anos. Duração: 60 min.
Com humor inteligente e ágil, o grupo de improvisadores promete fazer de cada sessão uma experiência única, através de espetáculos completamente diferentes, guiados a partir dos estímulos da plateia. A ideia a ser desenvolvida em cada sessão, parte de uma palavra que está em algum livro do acervo da Biblioteca dita por alguém da plateia. Esta palavra vai inspirar a criação de um monólogo que poderá ser realizado por um dos atores do elenco. Depois disso, todos os atores do elenco improvisam cenas utilizando-se de referências da literatura.
Dia 12 de julho às 14h - 
Biblioteca Sylvia Orthof

Músicas de Oz
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Neste espetáculo os espectadores são levados a navegarem no mundo fantástico das histórias infantis, para que conheçam um pouco mais dessa literatura e possam ter aguçado o desejo de buscar outras leituras. “Músicas de OZ” é a união do diretor musical Marcus Alcantarilla e dos artistas Anne Pelucci, Fagner Saraiva e Giba Freitas para cantar e narrar história da garotinha Dorothy, do Homem de Lata, do Espantalho e do medroso Leão. Músicas originais acompanham esse enredo onde as personagens são apresentadas com bonecos, músicas e adereços.
Dia 12 de julho às 14h30 - 
Biblioteca Monteiro Lobato
Dia 13 de julho às 9h30 - Biblioteca Affonso Taunay 

Cada Qual no Seu Barril
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Adaptação da Cia. da Revista para o livro Dois Idiotas Sentados Cada Qual no Seu Barril, de Ruth Rocha. Sem trocar uma palavra, as incríveis atrizes encenam uma sequência de esquetes cômicos por meio de expressões, gestos e mímica. Igor e Vladimir são dois náufragos que vivem às turras numa ilha deserta enquanto esperam pelo resgate. Para as crianças, ficam evidentes os duelos semelhantes aos dos desenhos animados de Tom e Jerry, Pernalonga e Patolino ou Papa-Léguas e Coiote. Com direito a dinamites, bombas, granadas e armadilhas — todas de mentirinha, óbvio —, os personagens se empenham para criar traquinagens e atazanar a vida um do outro, numa verdadeira guerra.
Dia 12 de julho às 10h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia
Dia 13 de julho às 16h - Biblioteca Álvaro Guerra


100 + Nem Menos
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
O espetáculo “100 + Nem Menos” aborda os primeiros contatos da criança com o universo dos números, da matemática e do desenho, onde o contar ou riscar se apresentam de forma lúdica em seu cotidiano.
A encenação não usa texto, e de uma técnica original de animação de objetos, linhas coloridas flutuam pelo ar formando algarismos, bonecos e figuras inspiradas no traço infantil, que surgem e desaparecem de forma inesperada.
Com técnicas de teatro, dança e animação de objetos e bonecos, os esquetes reinventam brincadeiras folclóricas e temas do cancioneiro popular. A trilha sonora contém músicas cantadas ao vivo e outras compostas especialmente para a encenação. Imagens, ora remetem à arte Naif, às garatujas infantis e aos quadros de Joan Miró e Paul Klee e ora brincam com conceitos primários da Matemática.
Dia 13 de julho às 10h - 
Biblioteca Alceu Amoroso Lima


INTERVENÇÃO ARTÍSTICA

Projeto Galileu - Planetário Móvel
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
O Projeto Galileu traz a possibilidade de conhecimento e encantamento, levando as pessoas por uma viagem espacial. Através de um ambiente imersivo, projeção de 360 graus, em Full HD , som estéreo e ambiente climatizado, apresenta-se o sistema Solar, nascimento de estrelas, satélites naturais, mudanças climáticas, etc.
Dia 12 de julho às 14h - 
Biblioteca Paulo Setúbal
Dia 13 de julho às 11h - Biblioteca Paulo Duarte


Hugo Paz - Show de Poesias
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
Incentivar o acesso à construção da poesia, unindo música, declamação poética e expressão corporal. Um show poético onde o autor, irá declamar seus textos, acompanhado de instrumentos de percussão. As poesias, irão ganhar voz, por meio da expressão teatral, sendo interpretadas numa apresentação poética e musical. Unindo o público a uma interação, das palavras extraídas do autor, com o enredo de diversos temas com intuito de resgatar antigos valores e emoções.
Dia 12 de julho às 14h - 
Biblioteca Pedro Nava

Pernacoteca

Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
Pernacoteca é uma biblioteca sobre pernas que viaja o mundo em busca de leitores, convidando as pessoas a conhecerem melhor o universo dos livros e da literatura. Criada com objetivo de atingir pessoas de todas as idades, com uma abordagem que pode se apresentar em forma itinerante. Com poesias, pequenas histórias, teatro de animação e outras formas literárias.
Dia 12 de julho às 11h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 12 de julho às 14h30 - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 13 de julho às 11h - Biblioteca Brito Broca
Dia 13 de julho às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo


CIRCO


Navegantes
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
Uma embarcação de palhaços piratas segue em um cortejo, navegando em busca de ideias para escrever um livro. Durante o trajeto passarão por obras de Shakespeare, Machado de Assis, Carlos Drummond de Andrade, Manoel de Barros, entre outros.
Dia 8 de julho às 11h - 
Biblioteca Helena Silveira
Dia 13 de julho às 11h - Biblioteca Hans Christian Andersen


Tambú e Candongueiro
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min
Através da pesquisa na linguagem do palhaço, o espetáculo mescla cenas do circo
tradicional, circo contemporâneo, modalidades circenses e a cultura popular.
Dia 11 de julho às 14h - 
Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo
Dia 13 de julho às 14h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães


Mala de Tralha
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
A proposta da Mala de Tralha é estimular a criatividade através do lúdico. Utilizando das diversas formas de arte, seja tanto com a comicidade do palhaço, expressão corporal através da mímica, narração, encenação, sonoridade de instrumentos e não instrumentos, mágicas, ou até mesmo somente na oralidade. Assim, a Cia. conta histórias de maneira lúdica e interativa e com isso, instiga a curiosidade e interesse dos adultos e principalmente das crianças por livros, histórias antigas, lendas, folclores, fábulas e nossa identidade cultural.
Dia 12 de julho às 10h - 
Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 13 de julho às 11h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 13 de julho às 14h - Biblioteca Roberto Santos


Circo di Québra
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Inspirado nas esquetes de palhaços, e na magia do malabarismo, dois palhaços se propõe a trazer muita alegria pilotando os monociclos e fazendo malabares.
Dia 12 de julho às 14h - 
Biblioteca Milton Santos
Dia 13 de julho às 14h - Biblioteca Raimundo de Menezes


Travessuras de Palhaço
Cia Anjos Voadores
Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Inspirado nas esquetes de palhaços, música e a magia do malabarismo, o
espetáculo é um convite ao público para participar do universo circense, por meio da história de uma trupe de palhaços que disputa um espaço para se apresentar no circo. No meio dessa competição, recheada de travessuras, pouco a pouco eles descobrem valores mais importantes que a conquista de um lugar no palco.
Dia 12 de julho às 15h - 
Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 13 de julho às 14h30 - Biblioteca Belmonte 



CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

Retalhos de Histórias
Classificação indicativa: Livre. Duração: 60min.
Todos os seres são importantes, por isso devemos respeitar a todos, natureza, animais e pessoas e assim viveremos em harmonia, essa é a proposta trazida pelo grupo Retalhos de Histórias que apresentará duas contações, a primeira, “João Jiló” conta a história de um menino muito traquina chamado João Jiló. Ele adorava fazer malvadezas com os bichos e as plantas. Um belo dia, João Jiló resolveu caçar e... acabou caçando um passarinho bem diferente! A partir deste dia, João Jiló aprendeu uma lição para o resto da vida! Esta história traz uma mistura de humor, medo e suspense! A segunda história “ O Nabo Gigante” é uma divertida história em que um velhinho e uma velhinha plantam um nabo que cresce até ficar GIGANTE. Para tirar o legume do solo será necessária a ajuda de todos os animais da fazenda e com a ajuda muito especial de um pequeno ratinho.Nesta nova adaptação do clássico conto russo, na qual o menor dos ajudantes pode fazer a diferença, a cooperação de todos é a grande lição.
Dia 12 de julho às 10h - 
Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 12 de julho às 14h30 - Biblioteca Vinicius de Moraes
Dia 13 de julho às 11h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 13 de julho às 14h - Biblioteca Menotti Del Picchia

O Príncipe Siddhi

Classificação Indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Cris Miguel conta a história de Siddhi, um Príncipe Indiano que vivia preso dentro das muralhas do palácio, pois seus pais não deixavam que ele saísse de lá. Mandavam presentes e muitos agrados para o príncipe mas nada o satisfazia além da vontade de conhecer o mundo além das muralhas, sendo assim ele resolve fugir. Inspirado no livro de Noor Inayat Khan que reúne lendas das vidas anteriores de Buda e da história de Sidharta Gautama. Uma história que traz de forma divertida e comovente valores como o respeito, a harmonia e a beleza no caminho da busca da verdade.
Dia 12 de julho às 15h - Biblioteca Jayme Cortez
Dia 12 de julho às 10h - Biblioteca Aureliano Leite

Nerina:  a Ovelha Negra

Classificação Indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Baseada no livro do conhecido cartunista Michele Iacocca, a opereta é o mais recente espetáculo do premiado Maracujá Laboratório de Artes e conta a história de Nerina, uma ovelha que por ter a cor diferente das outras é expulsa do rebanho. Porém, ao encontrar com lobos que resolvem usá-la para atrair e devorar as ovelhas que a expulsaram, ela toma uma atitude que salvará a todas.
Dia 12 de julho às 14h – Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 13 de julho às 10h – Biblioteca Clarice Lispector

Marco Haurélio

Classificação Indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Existem contos de fadas no Brasil? A resposta é sim. Mas, aqui, recebem nomes como Estórias de Trancoso ou Contos da Carochinha. Nos nossos contos de fadas, Cinderela atende pelo nome de Maria Borralheira, Pele de Asno chama-se Cara de Pau e Angélica e o Príncipe Teiú fazem as vezes de A Bela e a Fera. Muitas destas histórias encantadas foram ouvidas e registradas por Marco Haurélio em livros como Contos folclóricos brasileiros e Contos e fábulas do Brasil. Muitos destes contos foram adaptados para os versos de cordel, constituindo clássicos como a História de Juvenal e o Dragão e a História da Princesa da Pedra Fina. Venha ouvir e se encantar com as estórias da nossa rica tradição oral e as mais belas histórias de cordel na voz de um dos seus mais reconhecidos autores: Marco Haurélio.
Dia 12 de julho às 14h – Biblioteca Afonso Schmidt

Contos Russos - Girasonhos

Classificação Indicativa: Livre. Duração: 60 min.
As ancestrais histórias e fábulas russas recontadas por Tatiana Belinky trazem ao público um universo ao mesmo tempo familiar e desconhecido. Os feiticeiros, príncipes, pobres camponesas, monstros marinhos, magos e outros seres encantados já conhecidos de nossas crianças, juntam-se a estranhos bogatires, popes, boiardos, cossacos e tocadores de gusli. Confluem, assim, os mitos universais contidos nas fábulas e o mundo particular dos contos russos.
Dia 12 de julho às 11h– Biblioteca Nuto Sant’Anna



CINEMA
O Corvo
The Crow, EUA, 1994, 102 mim., DVD
Direção: 
Alex Proyas. Elenco: Brandon LeeMichael WincottErnie Hudson
Um ano após ter sido assassinado juntamente com sua noiva por uma gangue, Eric Draven, um músico de rock, retorna da sepultura com a ajuda de um misterioso corvo, com a intenção de se vingar de seus assassinos.
Dia 12 de julho às 14h30 –
Biblioteca Cora Coralina