segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

Dicas de Leitura - Natal 2021

Aproveite os feriados de fim de ano para pôr em dia sua leitura e conhecer através dos livros curiosidades sobre o natal. E divertir-se no prazer de ler.

Dicas de Leitura - Natal 2022

Quebra-Nozes & Camundongo Rei: texto integral - E.T.A. Hoffmann (Ernest Theodor Amadeus Hoffmann)
É um romance natalino publicado em 1816. O enredo transcorre durante o século XIX e tem como cenário a Europa Oriental. A pequena Marie se vê às voltas com estranhos acontecimentos desde que ganhou de Natal um curioso senhorzinho quebra nozes. Os objetos ao seu redor parecem ganhar vida: as bonecas, os soldadinhos de chumbo de seu irmão... até que surge uma horripilante criatura para estragar tudo. Um mundo encantado está em perigo e, para piorar, ninguém mais acredita nela. Uma história repleta das coisas mais esplêndidas e maravilhosas... se tivermos olhos para isso. Um fragmento do conto de O Quebra-Nozes e o Rei dos Camundongos, adaptado em francês por Alexandre Dumas, inspirou o compositor Piotr Ilitch Tchaikovsky a criar seu terceiro e último balé O Quebra-Nozes.

Papai Noel: uma biografia - Gerry Bowler
Qual é o personagem mais popular de todos os tempos? Branca de Neve? Mickey Mouse? Harry Potter? Sherlock Holmes? Ninguém consegue superar a popularidade do “Bom Velhinho” (talvez, apenas o Menino Jesus). A figura misteriosa envolta em vestes vermelhas e que entrega presentes magicamente às crianças boas é desvendada na biografia escrita pelo historiador Gerry Bowler.

Natal: tradições, histórias e curiosidades da festa mais esperada - Ines Belsky Lagazzi
Dos relatos bíblicos do nascimento de Jesus, à lendária origem do vaga-lume, passando por séculos e países, tradições e lendas, costumes e crenças, o Natal envolve na ternura de Deus todos os seres vivos; reúne as fadas e os anjos, as crianças e o Papai Noel, os animais e os bosques. Convoca aqueles que entendem a linguagem do amor e da vida, para fazerem juntos uma comunhão imensa, muito maior que o sonho que cada um traz no coração!

Símbolos do Natal - Suely Mendes Brazão e Natália Maccar
Você sabe o que significa cada símbolo do Natal? Criativo e esclarecedor, o livro mostra aos leitores os símbolos natalinos usados nos dias de hoje e, principalmente, revela seus significados.

Aproveite e confira também essas outras Dicas de Leitura feitas para essa época especial do ano:

Dicas de Leitura - Natal, época mágica do ano

Dicas de Leitura - Natal, época mágica do ano (2011)
Encante-se e divirta-se com lindas histórias natalinas e uma programação especial.

Dicas de Leitura - Natal

Dicas de Leitura – Natal (2013)
Aproveite os feriados de fim de ano para por em dia sua leitura e conhecer livros novos; faça seu empréstimo com antecedência.

Dicas de Leitura - Natal 2020

Dicas de Leitura - Natal 2020
E será Natal para sempre. Ah! Seria ótimo se os sonhos do poeta se transformassem em realidade

______________________________________________

Atenção: os links dos títulos são elaborado por um ISBN para facilitar o direcionamento da obra no catálogo online. Pesquise também pelo autor, título ou assunto para localizar outras edições e a disponibilidade. Consulte o Catálogo Online para saber em quais bibliotecas estão disponíveis estes e outros livros.

Consulte a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo para localizar a mais perto de você.

Veja aqui outras Dicas de Leitura.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Destaques da Semana - 3 a 9 de dezembro

 Destacamos os principais eventos das programações culturais online e itinerante Biblioteca Viva da semana de 3 a 9 de dezembro.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL ONLINE

Veja aqui a lista de endereços dos Facebook e Instagram das bibliotecas

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA

Conexão ocupa - Bibliotecas Municipais

Conexão ocupa - Bibliotecas Municipais
Movimento Cultural Ermelino Matarazzo
Movimento Cultural Ermelino Matarazzo “Conexão ocupa” é uma ação nascida durante a pandemia de Covid-19 na Ocupação Cultural Mateus Santos, que buscou, durante um momento onde o afastamento social é uma necessidade, criar aproximações, conexões, relações, por meio da construção de um território compartilhado de afetos. Muito além de linhas imaginárias e limites administrativos que conformam a cidade, o Conexão Ocupa busca reconhecer e fortalecer os territórios de afeto, pontos que se conectam a partir do fazer cultural, dos saberes compartilhados, das trocas de experiências.Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @movimentoculturalermelinomatarazzo
Compasso & Estória
Contação de histórias, recursos cênicos corporais e instrumentos musicais se unem nessa atividade para criar um universo lúdico, ativando a imaginação e proporcionando o alargamento dos sentidos de crianças e adultos. São disparadores que buscam ampliar o repertório de possibilidades de enxergar, aprender e entender o mundo.
Dia 7 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Aureliano Leite
Sarau Ermelino Ocupa
O Sarau Ermelino Ocupa surgiu em 2015 na Praça Benedicto Ramos Rodrigues, em Ermelino Matarazzo, zona leste de São Paulo, em meio ao movimento de ocupação cultural da praça como forma de ressignificar o espaço público do bairro e dar fruição para as ações culturais desenvolvidas nesse território. O nome do sarau é um convite para os moradores da região, para que ocupem seus espaços, físicos e simbólicos. Estar presente, ocupado de seus próprios afetos, de seus corpos, de suas mentes, de suas questões.
Dia 8 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Paulo Setúbal

MÚSICA

Ravi Landim e Convidades

Ravi Landim e Convidades
Ravi Landim
Ravi cresceu imerso nas vivências do MPA de São Miguel Paulista, e teve ali suas primeiras referências de artistas que interpretam suas próprias canções e as canções dos seus. Para além disso, cantam também as histórias do seu território, como chegaram ali, cantam sobre suas vidas e a vida das pessoas próximas. Este projeto nasce da busca por compreender os diversos processos artísticos e trajetórias dos artistas do território, bem como compreender como esses processos se conectam através dos tempos, entre artistas de diferentes gerações.
O projeto consiste na realização de shows com participações especiais de compositorxs e artistas da zona Leste de São Paulo com longa trajetória e agência na periferia alguns ligados ao MPA de São Miguel Paulista,.
Para a concepção dos shows, convidamos o cineasta e escritor Escobar Franelas, a fim de elaborar o roteiro dos shows e das entrevistas. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @Ravi
Dia 8 de dezembro às 20h - Facebook da Biblioteca Narbal Fontes

Samba do Caxinha

Samba do Caxinha
Projeto Cultural Samba do Caxinha
Com o lançamento de seu primeiro EP com faixas inéditas, o Samba do Caxinha vol.1, o Projeto
Cultural Samba do Caxinha apresenta quatro canções compostas por artistas do ABC Paulista.
Com temáticas que vão do amor e cotidiano às religiões de matrizes africanas, o EP é uma ode
ao samba da região, trazendo espaço e visibilidade para artistas que, mesmo com muito tempo
de trabalho, ainda não tem o devido reconhecimento no mercado nacional.
Nos shows para as Bibliotecas, o Projeto Cultural Samba do Caxinha aliou samba à literatura e convidou 6 poetas em ascensão para mergulhar em seu trabalho e criar poesias únicas que remetem aos temas das músicas gravadas. Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @ProjetoCulturalSambadoCaxinha
Dia 3 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Belmonte
Dia 8 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Nuto Sant’Anna

Mil Virgulino & Brum el'Bap 

Mil Virgulino & Brum el'Bap
As apresentações relatam a vida de Mil, uma artista que trilha seu propósito, carregando sua ancestralidade “cangaceira” como principal elemento. Assim como usa as experiências de viver em uma metrópole para expressar suas poesias e canções. Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Gravado
Página/perfil onde será feita: Youtube transmitido pelo perfil @RuídoRoxo
Dia 3 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 9 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Mário Schenberg

SARAU

Mulheragem à vijaya

Mulheragem à vijaya
Sarau da Casa - Casa Cultural Hip Hop Jaçanã
Cinco eventos itinerantes em diversas Facebook da Bibliotecas da Zona Norte de São Paulo, que haverá em cada um convidades de diversas regiões diferentes que foram tocados pelo trabalho e pela força de Vijaya. Será um circuito de saraus em homenagem a essa parteira, benzedeira, mãe, articuladora sociocultural e produtora cultural. Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Formato da apresentação: Gravado
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @casaculturalhiphopjacana
Dia 3 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 4 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Nuto Sant’Anna
Dia 9 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo

Literatura em Movimento
Poeticamente
O projeto de debates literários busca evidenciar a variedade da produção de conhecimento das periferias.Nos encontros há sempre dois convidados e um mediador e as conversas acontecem entre escritores, poetas, acadêmicos, romancistas, cronistas que trazem suas perspectivas em suas potentes narrativas, tendo como mote comum, seus corpos territórios enquanto sujeitos que vivenciam a realidade a partir das periferias e da marginalização intelectual. A produção a qual esses artistas educadores estão relacionados é os une e possibilita a diversidade de saberes a que se dedicam às intervenções propostas. Classificação indicativa: livre. Duração: 40
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @SarauPoeticamente
Dia 3 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 4 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 9 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Vinicius de Moraes

CULTURA POPULAR

Boi de Maracanã

Boi de Maracanã
Bumba Boi de Maracanã
O espetáculo Boi Maracanã em 10 episódios tem como proposta difundir por meio do audiovisual a cultura afroindigena brasileira. Cada episódio trará uma conversa com os mestres griots, a fim de proporcionarmos a difusão do saber oral que perdurou e se resistiu à colonização, e também uma apresentação de cada ala do boi com danças, toadas e toda a riqueza dessa manifestação cultural. Classificação indicativa: Livre, Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @boidemaracana
Dia 7 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 8 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 9 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Lenyra Fraccaroli

Terra, cultura e liberdade

Terra, cultura e liberdade
Mestre Lumumba
Nesses 10 shows, Lumumba apresenta canções de seus três últimos álbuns além de conversar um pouco sobre a cultura dos tambores batás, a gestão da comunidade cultural ilê asè omo oya e sua atuação como mestre dos grupos Embodeiro Queixada, Congo de Ouro e Jongo de Ilê. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @MestreLumumba
Dia 6 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 7 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 8 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 9 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes

PRIMEIRA INFÂNCIA

Samba no quintal do passarinho

Samba no quintal do passarinho
Cia Passarinho Contou
Este projeto pretende de forma musical e animada, contar a história do samba para crianças
na primeira infância.
Para isso o projeto propõe a construção de roteiros narrativos acompanhados de música e animação visual através de desenhos coloridos para captação audiovisual, assumindo uma linguagem vídeo-clíptica que alia desenho, dança, música e atuação.
Desenvolvido pela Cia Passarinho Contou a proposta conta com a equipe de áudio e vídeos da Coletiva Davazes que atua no mercado audiovisual com a linguagem teatral. Classificação indicativa: Livre. Duração: 15 min.
Formato da apresentação: Gravado
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @thayame.passarinhocontou
Dia 9 de dezembro às 18h - Facebook da Biblioteca Roberto Santos

VOZES PERIFÉRICAS

O projeto Vozes Periféricas é um circuito de debates literários que demonstram a variedade da produção literária nas periferias. Nestes encontros são realizadas conversas com escritores da academia, poetas, romancistas e cronistas que trazem em seus textos as perspectivas e abordagens de narrativas potentes e decoloniais. A produção a qual esses autores estão relacionados é o que os une e que possibilita a diversidade de saberes a que se dedica essa intervenção.

Nas veredas do cordel

Nas veredas do cordel
Marcus Haurélio Fernandes Farias e convidados
Gênero de rica variedade temática, a literatura de cordel, que teve o Nordeste como berço, está hoje presente em boa parte do país. Abordando fatos cotidianos e históricos ou se inspirando em histórias tradicionais, o cordel mantém-se firme e forte sem temer a concorrência dos meios de comunicação de massa. O ciclo Nas Veredas do Cordel reúne autores e autoras da literatura de cordel, da xilogravura e do repente, em apresentações on-line por Bibliotecas de São Paulo. Ainda que o destaque fique por conta dos aspectos artísticos do cordel, o ciclo trará também importantes debates sobre o papel transformador da poesia popular e seus desafios ante os graves problemas do país e a necessidade de afirmação e reconhecimento das múltiplas identidades. Por isso, o ciclo Nas Veredas do Cordel trará nomes consagrados do cordel, como Mestre Bule-Bule, J. Borges, Josy Correia e, também, debaterá a multiplicidade temática do gênero, com temas como a presença das religiões afro-brasileiras e da Capoeira na poesia popular além da escrita LGTQIA+ no cordel. Isso sem perder de vista a histórias do gênero, percursos e percalços de um longo aprendizado. Classificação indicativa: 10 anos. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @CordeleRepente
Nas águas do Velho Chico com Graciele Castro, Cléber Eduão e Marco Haurélio
Dia 3 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Chácara do Castelo
Cordel Cirandeiro com Cleusa Santo, Dalinha Catunda e Lucélia Borges
Dia 8 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Malba Tahan
Homenagem a Patativa do Assaré com Poeta Daniel, Moreira de Acopiara e Lucélia Borges
Dia 9 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Marcos Rey

Clique aqui para ver a programação online Biblioteca Viva completa.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL PRESENCIAL/ITINERANTE

Veja aqui informações sobre o funcionamento das bibliotecas

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA

Conexão ocupa - Bibliotecas Municipais

Conexão ocupa - Bibliotecas Municipais
Movimento Cultural Ermelino Matarazzo
“Conexão ocupa” é uma ação nascida durante a pandemia de Covid-19 na Ocupação Cultural Mateus Santos, que buscou, durante um momento onde o afastamento social é uma necessidade, criar aproximações, conexões, relações, por meio da construção de um território compartilhado de afetos. Muito além de linhas imaginárias e limites administrativos que conformam a cidade, o Conexão Ocupa busca reconhecer e fortalecer os territórios de afeto, pontos que se conectam a partir do fazer cultural, dos saberes compartilhados, das trocas de experiências.Classificação indicativa: Livre . Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Papo de Vagar + Flananteca
Papo de Vagar tem a intenção de fomentar o debate sobre as diversas visões dos praticantes de skate. Em um formato de debate as conversas visam expor e entender o olhar dos participantes sobre o skate, partindo de itens que compõem a Flananteca, o acervo de referências do coletivo Flanantes. Ao longo de seis anos de existência do coletivo, muitas revistas, vídeos e livros que serviram de inspiração para a produção audiovisual foram coletados e comprados. O compartilhamento deste material servirá como provocação para abrir diálogo com os convidados e com o público presente.
Dia 3 de dezembro às 14h - Biblioteca José Paulo Paes

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

Flecha de boca: O Tambor do Sudeste

Flecha de boca: O Tambor do Sudeste
Água de Chocalho
Camila Cardoso e Carol Nascimento trazem a “Flecha de boca: O Tambor do Sudeste” para uma vivência inspirada na sonoridade da cultura tradicional por meio do Jongo.
É este ritmo que será o fio condutor para que os participantes aprendam músicas, danças e muita brincadeira.Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 6 de dezembro às 15h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 5 de dezembro às 11h - Biblioteca Brito Broca
Dia 8 de dezembro às 15h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos

Kwaku Anansi - A Aranha Homem

Kwaku Anansi - A Aranha Homem
Coletiva Brincaderia
A Brincaderia é uma coletiva que tem como princípio a autonomia e o protagonismo da infância. Nos espaços que ocupamos com a ludicidade da infância todas as crianças têm as vozes, desejos, reivindicações e segredos ouvidos. Compartilhamos a pluralidade de nossas vozes acreditando que a partir do ato de escuta e de criação coletiva as narrativas silenciadas vêm à tona com a força e o aconchego da empatia.
Tendo as histórias como herança do tempo, a Brincaderia venta para os dias de hoje as Aventuras de Kwaku Anansi, a Aranha Homem, com seus contos originários do Gana, na África Ocidental, suas histórias faziam parte de uma tradição exclusivamente oral, e o próprio Anansi era visto como sinônimo de habilidade e sabedoria na fala, suas histórias se tornaram uma parte proeminente e familiar da cultura oral Ashanti, da mesma forma, a tradição oral é o que introduziu os contos de Anansi no resto do mundo. Acreditamos na potência das histórias repetidas de boca em boca e nessas histórias de resiliência africana que resistiu à diáspora e à escravidão reconhecemos a força da sabedoria dessa cultura ancestral que é de direito do povo brasileiro.
Convidamos as crianças a se perderem, se encontrarem e a se deliciarem nesta brincadeira, pela aventura carregada de magia de Kwaku Anansi: A Aranha Homem.Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 11h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 4 de dezembro às 10h - Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 4 de dezembro às 14h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 6 de dezembro às 11h - Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 8 de dezembro às 11h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 8 de dezembro às 15h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad

CIRCO

A origem do circo

A origem do circo
Cia. Asfalto de Poesia
As palhaças contadoras de histórias Clowndete Maria e Mussarella relembram a primeira vez que foram ao circo. Por meio dessas memórias, viajam no tempo se aventurando pela Grécia e Roma Antiga ao remontar as olimpíadas e as lutas entre gladiadores. As duas se divertem no circo de cavalinhos na Europa Moderna e tentam imitar os primeiros grandes acrobatas, equilibristas e malabaristas das feiras de rua, da China e até do tempo das cavernas. Em meio a essa confusão, elas conhecem os primeiros artistas de que se tem notícia, levando essa e muitas outras histórias que guardam na mala para seu respeitável público. Classificação indicativa: 5 anos. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 7 de dezembro às 14h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 9 de dezembro às 15h - Biblioteca Álvares de Azevedo

Monotrux

Monotrux
Cia. Monotrux
Petúnio é um andarilho que leva consigo apenas um carrinho repleto de cacarecos tecnológicos que recolhe pelo caminho. Deles, sozinho, fez uma máquina sonora que busca captar algum sinal longe do pequeno universo onde vive. Enquanto tenta se comunicar com o mundo exterior, acaba surpreendido com a descoberta de um novo ser. Agora ele precisará cuidar dessa criatura e ensiná-la (aprendendo) a conviver com o outro. O espetáculo mistura comicidade física, música, equilibrismo e teatro de animação com uma ave, digamos, bastante curiosa. Classificação indicativa: 5 anos. Duração: 37 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 3 de dezembro às 12h - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato
Dia 7 de dezembro às 12h - Biblioteca Jayme Cortez
Dia 8 de dezembro às 12h - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 9 de dezembro às 12h - Biblioteca Camila Cerqueira César

Circo Lação

Circo Lação
Cia Singular
Um espetáculo sobre rodas que leva a poesia do circo e entrega ao método “delivery” para a população na porta de suas casas, sacadas ou calçada, mantendo o distanciamento, trazendo leveza para momentos difíceis que a pandemia nos impõe, crianças confinadas sendo surpreendidas com música e números circenses no seu portão. Como o show não pode parar, Fonso um palhaço que substitui o mágico depois de uma crise de dor de barriga e Tuto o palhaço que ficou no lugar do malabarista, após uma queda com um anão de cima da corda bamba, levam uma divertida história que circula pelas ruas do bairro, mantendo o circo vivo. Classificação indicativa: 5 anos. Duração: 90 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 3 de dezembro às 14h - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia 7 de dezembro às 14h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 8 de dezembro às 14h - Biblioteca Castro Alves
Dia 9 de dezembro às 14h - Biblioteca Amadeu Amaral

LITERATURA

Transfluências Modernistas

Transfluências Modernistas
Macaco Fantasma
Os músicos interpretam poemas e canções e criam uma viagem através da poesia e da música popular brasileira, além de trabalhos próprios. Faz parte do repertório: José Paulo Paes, Hilda Hilst, Patativa do Assaré, entre outros autores.
Nesta edição, o centenário do modernismo e a obra dos autores da terceira geração desse movimento tão revolucionário, é comemorado de maneira especial.Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 3 de dezembro às 14h - Biblioteca Roberto Santos
Dia 7 de dezembro às 13h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 8 de dezembro às 13h - Biblioteca Anne Frank

TEATRO

As Conchambranças de QUADERNA

As Conchambranças de QUADERNA
BEIJO
“Conchambrança” é uma corruptela de “conchamblança”, que significa conchavo, combinação. Foi na forma de “conchambrança” que Suassuna ouviu a palavra pela primeira vez, no sertão da Paraíba”(Carlos Newton Jr). Forma que se ajusta perfeitamente ao universo da peça, uma vez que o protagonista Quaderna (interpretado pelo pernambucano Jorge de Paula) conta suas lembranças em narrativa direta: A peça é composta por três imbróglios que Quaderna tomou parte, nos quais fez uma série de conchavos para resolver as situações, tirando proveito de tudo e de todos, como o esperado de um bom pícaro.
Cada história funciona como uma peça independente, e é o protagonista quem costura os episódios e dá unidade a narrativa. Portanto, Devido às medidas sanitárias da Pandemia o espetáculo apresentará o primeiro ato da peça: O Caso do Coletor Assassinado, Quaderna usa sua astúcia para driblar as tensões entre o sertão e a cidade e resolver uma crise política entre o governo do estado da Paraíba e o seu Padrinho e protetor Dom Pedro Sebastião - lider da oligarquia rural, durante as investigações sobre um “suposto” desfalque dado pelo coletor de impostos da cidade.
Na versão para o teatro, Suassuna traz uma das facetas do seu Quaderna: alma de palhaço de circo popular, um rei lunático do sertão, astrólogo, intelectual sertanejo e imperador do sete-estrelo do escorpião. O Quaderna do palco é divertido e sedutor, une em um mesmo corpo os arquetipos tanto das manifestações e brincadeiras populares, como do povo sertanejo. Com humor ácido e preciso, a peça é uma obra rica e delirante que fala para todos os públicos. Os três atos do texto envolvem plateia em um jogo de ‘sobrevivência’, com truques para driblar as armadilhas e à astucia para sobreviver. Quaderna é rei e palhaço, um personagem rico com uma personalidade megalomaniaca e exuberante, autoproclamado como imperador e rei, um verdadeiro pícaro e gracioso palhaço de circo popular. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 4 de dezembro às 15h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 7 de dezembro às 18h - Biblioteca Belmonte

CULTURA POPULAR

Forró de Rabeca com Luiz Paixão

Forró de Rabeca com Luiz Paixão
Boi Brasileiro
Mestre Luiz Paixão é a maior referência viva da rabeca na atualidade. Oriundo de uma família de músicos e rabequeiros, Seu Luiz começou aos 12 anos de idade, de forma autodidata e independente seu aprendizado no instrumento. Com o tempo passou a frequentar os brinquedos da região da Zona da Mata, onde nasceu, como o Cavalo Marinho, Coco e Forró e, com mais de 60 anos de carreira, se mantém ativo como mestrando.
1ª parte do encontro - A oficina consiste em um encontro de 50 minutos no qual o Mestre irá passar seus ensinamentos de forma oral, tanto dos princípios musicais básicos que possibilitam uma aprendizagem autônoma da rabeca, quanto trupes, pisadas, loas e sotaques dos demais instrumentos e enredo ao qual está relacionado o cavalo- marinho.
2ª parte do encontro - Pinica essa rabeca, párea! Balança esse ganzá, morena! Vem no balanço do forró de rabeca dançar as riquezas culturais da Zona da Mata Pernambucana e participar de uma vivência de cavalo marinho com o Mestre Rabequeiro Luiz Paixão. Classificação indicativa: Livre. Duração: 120 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 3 de dezembro às 16h - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 6 de dezembro às 16h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 7 de dezembro às 16h - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 8 de dezembro às 16h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia

Vivência de poesia improvisada

Vivência de poesia improvisada
Nilton Junior/Pandeiro do Mestre
Quando alguém se vê diante de um poeta improvisador, seja esse poeta... um mestre repentista, ou um mestre de qualquer outra manifestação popular que tenha o verso improvisado como um de seus elementos constituintes, em algum momento, tendo esse alguém afinidade (ou não) com os códigos relativos à prática cultural que ele está testemunhando, se perguntará: "Como esses mestres conseguem realizar, de improviso e de um modo quase sempre tão bem resolvido, estruturas aparentemente tão complexas ?"
Nossa VIVENCIA DE POESIA IMPROVISADA pretende, através da prática em grupo, demonstrar que esse pretenso dom é na verdade o resultado de um trabalho. Trabalho que é em parte, lúdico e inconsciente, onde os jovens futuros poetas populares são primeiramente expostos à experiência de testemunhar encontros (às vezes até casuais) onde veteranos improvisadores permitem que eles conheçam os mecanismos do método que os tornou capazes de improvisar. E em parte, resulta em um segundo momento, do esforço pessoal em um treinamento laboral baseado nas experiências absorvidas junto aos veteranos mestres.
A mestria de fazer poesia improvisada resulta de uma prática que tem o que podemos chamar de um "método pedagógico". É uma ciência. Mesmo que nunca tenha sido apresentada como uma tal dentro dos rigores acadêmicos formais.
Ao final, será feita uma breve apresentação de coco de toré. Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 9 de dezembro às 16h - Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 10 de dezembro às 16h - Biblioteca Paulo Duarte

PRIMEIRA INFÂNCIA

A bruxinha

A bruxinha
Cia. Truks
A Bruxinha faz ao público um convite à imaginação e ao desenvolvimento da criatividade. A personagem gráfica da premiada autora e ilustradora Eva Furnari, ganha corpo - e alma - de boneco, com toda a sua graça, simpatia e inusitado senso de humor, vivendo suas aventurinhas, manias e caprichos. Transforma almofadas em dragões, um balde e uma vassoura em um príncipe, dá vida a sapatos que dançam um divertido tango, até que um monstro muito desajeitado deseja testar a sua varinha de condão. Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 3 de dezembro às 14h - Biblioteca Nuto Sant’Anna

Praia literária com showzinho

Praia literária com showzinho
Movimento vem brincar
Alalaôôôôôôô, o verão chegou ôôôôôô! E nas bibliotecas a gente vai brincar de pirata desbravador dos sete mares ou imaginar que somos uma grande baleia, ou um golfinho fofinho. Vai ter bolinha de sabão, piscina de bolinha e um show bem gostoso pra gente balançar as cadeiras e entrar no ritmo da estação da diversão. Vem brincar? Classificação indicativa: Livre. Duração: 180 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 3 de dezembro às 10h - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 4 de dezembro às 16h30 - Biblioteca Jayme Cortez
Dia 6 de dezembro às 10h - Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 7 de dezembro às 10h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 8 de dezembro às 10h - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 9 de dezembro às 10h - Biblioteca Ricardo Ramos

LGBTQIA+

Travestis na MPB: Musicalidade e Literatura

Travestis na MPB: Musicalidade e Literatura
Coletiva Tupinambá
O projeto Travestis na MPB é uma performance itinerante de musicalidade e literatura em homenagem as de antes, um fio de esperança pras de agora e um futuro melhor pras que virão. A artista Tupinambá se inspira e interpreta Chica Manincongo, Madame Satã, linniker, Dandara e Linn da Quebrada entre outras pela literatura compartilhará textos de sua autoria provocando o fortalecimento e instauração da MTB - Música Travesti Brasileira. Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 4 de dezembro às 11h - Biblioteca Anne Frank
Dia 8 de dezembro às 11h - Biblioteca José Paulo Paes

POVOS ORIGINÁRIOS

Curumierê - tecendo histórias do saber

Curumierê - tecendo histórias do saber
Grupo Raízes Afroindígena / Artista Preta Afroindígena
Raízes Afroindígena faz apresenta intervenção - Curumierê tecendo histórias do saber, uma intervenção artística com contação de histórias baseada nas práticas da nossa oralidade, um método de aprendizagem ancestral que traz o conceito do Griô aos espaços das bibliotecas de São Paulo.
Produzido por Sara, mãe, Comunicadora & Educadora Popular, é Griô aprendiz pela escola de pedagogia griô, com suas referências e técnicas de processo de aprendizagem convida á uma tarde de encantamento pelos saberes e sabores do nosso legado ancestral.Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 7 de dezembro às 15h - Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais
Dia 8 de dezembro às 15h - Biblioteca Paulo Duarte

Fulni-ô

Fulniôs
Fowa Txloa
O clã Fowa Txloa Fulni-ô convida a todos para uma apresentação de cafurnas e tradições de roda onde vão ser vivenciados os cantos e danças ancestrais que finalizam o ciclo do Ouricuri, ritual sagrado e cultural que perdura ao longo dos séculos como forma de resistência à colonialidade. Classificação indicativa: Livre. Duração:
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 4 de dezembro às 11h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 4 de dezembro às 15h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 6 de dezembro às 11h - Biblioteca Milton Santos
Dia 6 de dezembro às 15h - Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 7 de dezembro às 15h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet

Clique aqui para ver a programação Itinerante Biblioteca Viva completa. 

Confira as Oficinas Online nas BibliotecasLogo Facebooh e Instagram

 Veja também outras atividades da programação cultural no Facebook BibliotecasSP e no Instagram SMBibliotecas

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Programação da Biblioteca Viriato Corrêa - dezembro

Programação interna online de dezembro de 2021 da Biblioteca Viriato Corrêa com indicações de leitura, Oficina de Artes Visuais, Arte em SP e Projeto: "A volta ao mundo da Literatura".

Veja aqui a lista de endereços dos Facebook e Instagram das bibliotecas 

LITERATURA

Indicação de Leitura

Indicação de Leitura
Toda semana indicação de livros
Público: maiores de 18
Toda quarta-feira: Instagram e Facebook entre 11h e 13h
Dia 8 de dezembro
Vídeo Livros para ler nas férias de fim de ano
. 1984 – George Orwell
. Orgulho e Preconceito – Jane Austen
. Frankenstein – Mary Shelley
Dia 15 de dezembro
Vídeo Livros para ler nas férias de fim de ano Parte 2
. O Amor nos Tempos de Cólera – Gabriel Garcia Marquez
. A Hora da Estrela – Clarice Lispector
. Dom Casmurro – Machado de Assis
Instagram, e Facebook da Biblioteca Viriato Corrêa 

Indicação de Leitura Biblioteca Viriato Corrêa

Indicação de Leitura
Toda semana indicação de livros
Público: maiores de 18
Quartas-feiras: TikTok entre 9h e 11h
Dia 8 de dezembro
Vídeo Livros para ler nas férias de fim de ano
. 1984 – George Orwell
. Orgulho e Preconceito – Jane Austen
. Frankenstein – Mary Shelley
Dia 15 de dezembro
Vídeo Livros para ler nas férias de fim de ano Parte 2
. O Amor nos Tempos de Cólera – Gabriel Garcia Marquez
. A Hora da Estrela – Clarice Lispector
. Dom Casmurro – Machado de Assis
TikTok da Biblioteca Viriato Corrêa

OFICINA

Oficina de Artes Visuais

Oficina de Artes Visuais
Com Renato Renda
Esta é uma oficina livre, gratuita e voltada para iniciantesas, mas, caso você já tenha alguma experiência em Artes Visuais, também é bem vindo(a)(e). Vamos desenvolver propostas de poéticas visuais, performance, instalações artísticas e mediação cultural. Com isso, prevemos encontros "mão na massa", além de rodas de conversa e trocas de repertórios. Para as produções, utilizaremos fontes e recursos sustentáveis de fácil acesso (materiais de descarte e recicláveis), além de ferramentas e materiais básicos: tesoura, pincel, fitas, tintas, barbante, cola..Público: maiores de 15 anos
Inscrições: Formulário (20 vagas)
Transmissão ao vivo pelo Zoom
De 18 de setembro a 11 de dezembro
Sábados, das 10h às 13h

ARTE EM SP

ARTE EM SP

Esse conteúdo tem o propósito de divulgar exposições que estão acontecendo na cidade de São Paulo.
Exposições ou Espaço Culturais com Fotos e Textos informativos , dependendo da autorização do espaço visitado.
Dias 6, 13, e 20 de dezembro

Projeto: "A volta ao mundo da Literatura"
Classificação indicativa: maiores de 16
Toda sexta-feira: Instagram e Facebook da Biblioteca
Colômbia: Gabriel García Marquez
Breve biografia do autor, principais obras, frases, e curiosidades do autor e do país Considerado um dos autores mais importantes do século XX, foi um dos escritores mais admirados e traduzidos no mundo, com mais de 40 milhões de livros vendidos em 36 idiomas.
Dia 3 de dezembro às 12h
Chilena: Isabel Allende
Breve biografia da autora, principais obras, frases e curiosidades da autora e do país É uma escritora chilena / norte-americana. Entre outras obras, é autora de A Casa dos Espíritos.
Dia 10 de dezembro às 12 h
Itália: Elena Ferrante
Breve biografia da autora, principais obras, frases e curiosidades da autora e do país Elena Ferrante é o pseudônimo de uma escritora italiana, cuja identidade é mantida em segredo. Especula-se que seja uma tradutora.
Dia 17 de dezembro às 12h
Índia: Rupi Kaur
Breve biografia do autor, principais obras, frases, e curiosidades do autor e do país É uma poeta feminista contemporânea, escritora e artista da palavra falada. Ela é popularmente conhecida como Instapoet pela atenção que ela ganha online com seus poemas no Instagram.
Dia 24 de dezembro às 12h
Canadá: Margaret Atwood
Breve biografia, principais obras, frases e curiosidades da autora e do país
Instagram, e Facebook da Biblioteca Viriato Corrêa as, frases e curiosidades da autora.
Dia 31 de dezembro às 12h

Site, Instagram, Facebook da Biblioteca Viriato Corrêa
Veja também as programações da Biblioteca Viva Online e Itinerante.

Confiram as Oficinas Online nas BibliotecasLogo Facebooh e Instagram

 Veja também outras atividades da programação cultural no Facebook BibliotecasSP e no Instagram SMBibliotecas

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

PROGRAMAÇÃO CULTURAL DE DEZEMBRO - ONLINE E ITINERANTE - DA BIBLIOTECA BELMONTE



INFORMAÇÃO IMPORTANTE:  A Biblioteca Belmonte encontra-se fechada para reforma.  Mesmo assim, você pode usufruir da programação no formato online como também participar das atividades itinerantes no entorno da biblioteca. 


MÚSICA
 
ONLINE -  Formato da apresentação: Virtual - Ao vivo:  


Com o lançamento de seu primeiro EP com faixas inéditas, o Samba do Caxinha vol.1, o Projeto Cultural Samba do Caxinha apresenta quatro canções compostas por artistas do ABC Paulista.Com temáticas que vão do amor e cotidiano às religiões de matrizes africanas, o EP é uma ode ao samba da região, trazendo espaço e visibilidade para artistas que, mesmo com muito tempo de trabalho, ainda não tem o devido reconhecimento no mercado nacional. Nos shows para as bibliotecas, o Projeto Cultural Samba do Caxinha aliou samba à literatura e convidou 6 poetas em ascensão para mergulhar em seu trabalho e criar poesias únicas que remetem aos temas das músicas gravadas. 60 min. Classificação indicativa: Livre.  Dia 3 de dezembro, sexta-feira, às 19h.


 TEATRO 

 AS CONCHAMBRANÇAS DE QUADERNA
Formato da apresentação: Itinerante/Presencial.
Grupo Beijo - “Conchambrança” é uma corruptela de “conchamblança”, que significa conchavo, combinação.  A peça é composta por três imbróglios que Quaderna tomou parte. Cada história funciona como uma peça independente, e é o protagonista quem costura os episódios e dá unidade a narrativa. Quaderna é rei e palhaço, um personagem rico com uma personalidade megalomaníaca e exuberante, autoproclamado como imperador e rei, um verdadeiro pícaro e gracioso palhaço de circo popular. Duração: 40 min,  Livre. Dia 7 de dezembro, terça-feira,  às 18h 


 
CIRCO

 CIRCO LAÇÃO
Formato da apresentação: Itinerante/]Presencial 
Cia Singular - Um espetáculo sobre rodas que leva a poesia do circo e entrega ao método “delivery” para a população.  Fonso um palhaço que substitui o mágico depois de uma crise de dor de barriga e Tuto o palhaço que ficou no lugar do malabarista, após uma queda com um anão de cima da corda bamba, levam uma divertida história que circula pelas ruas do bairro, mantendo o circo vivo. Duração: 90 min. Classificação indicativa: 5 anos.  Dia 10 de dezembro, sexta-feira, às 14h

Programação Cultural Online Biblioteca Viva de dezembro

 Intervenção Artística, Música, Sarau, Cultura Popular, Primeira Infância e Vozes Periféricas

Veja aqui a lista de endereços do Facebook e Instagram das Bibliotecas

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA

Conexão ocupa - Bibliotecas Municipais

Conexão ocupa - Bibliotecas Municipais
Movimento Cultural Ermelino Matarazzo
Movimento Cultural Ermelino Matarazzo “Conexão ocupa” é uma ação nascida durante a pandemia de Covid-19 na Ocupação Cultural Mateus Santos, que buscou, durante um momento onde o afastamento social é uma necessidade, criar aproximações, conexões, relações, por meio da construção de um território compartilhado de afetos. Muito além de linhas imaginárias e limites administrativos que conformam a cidade, o Conexão Ocupa busca reconhecer e fortalecer os territórios de afeto, pontos que se conectam a partir do fazer cultural, dos saberes compartilhados, das trocas de experiências.Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @movimentoculturalermelinomatarazzo
Compasso & Estória
Contação de histórias, recursos cênicos corporais e instrumentos musicais se unem nessa atividade para criar um universo lúdico, ativando a imaginação e proporcionando o alargamento dos sentidos de crianças e adultos. São disparadores que buscam ampliar o repertório de possibilidades de enxergar, aprender e entender o mundo.
Dia 7 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Aureliano Leite
Sarau Ermelino Ocupa
O Sarau Ermelino Ocupa surgiu em 2015 na Praça Benedicto Ramos Rodrigues, em Ermelino Matarazzo, zona leste de São Paulo, em meio ao movimento de ocupação cultural da praça como forma de ressignificar o espaço público do bairro e dar fruição para as ações culturais desenvolvidas nesse território. O nome do sarau é um convite para os moradores da região, para que ocupem seus espaços, físicos e simbólicos. Estar presente, ocupado de seus próprios afetos, de seus corpos, de suas mentes, de suas questões.
Dia 8 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Paulo Setúbal

MÚSICA

Ravi Landim e Convidades

Ravi Landim e Convidades
Ravi Landim
Ravi cresceu imerso nas vivências do MPA de São Miguel Paulista, e teve ali suas primeiras referências de artistas que interpretam suas próprias canções e as canções dos seus. Para além disso, cantam também as histórias do seu território, como chegaram ali, cantam sobre suas vidas e a vida das pessoas próximas. Este projeto nasce da busca por compreender os diversos processos artísticos e trajetórias dos artistas do território, bem como compreender como esses processos se conectam através dos tempos, entre artistas de diferentes gerações.
O projeto consiste na realização de shows com participações especiais de compositorxs e artistas da zona Leste de São Paulo com longa trajetória e agência na periferia alguns ligados ao MPA de São Miguel Paulista,.
Para a concepção dos shows, convidamos o cineasta e escritor Escobar Franelas, a fim de elaborar o roteiro dos shows e das entrevistas. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @Ravi
Dia 1o de dezembro às 20h - Facebook da Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 8 de dezembro às 20h - Facebook da Biblioteca Narbal Fontes

Samba do Caxinha

Samba do Caxinha
Projeto Cultural Samba do Caxinha
Com o lançamento de seu primeiro EP com faixas inéditas, o Samba do Caxinha vol.1, o Projeto
Cultural Samba do Caxinha apresenta quatro canções compostas por artistas do ABC Paulista.
Com temáticas que vão do amor e cotidiano às religiões de matrizes africanas, o EP é uma ode
ao samba da região, trazendo espaço e visibilidade para artistas que, mesmo com muito tempo
de trabalho, ainda não tem o devido reconhecimento no mercado nacional.
Nos shows para as Bibliotecas, o Projeto Cultural Samba do Caxinha aliou samba à literatura e convidou 6 poetas em ascensão para mergulhar em seu trabalho e criar poesias únicas que remetem aos temas das músicas gravadas. Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @ProjetoCulturalSambadoCaxinha
Dia 1o de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Raul Bopp
Dia 3 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Belmonte
Dia 8 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Nuto Sant’Anna
Dia 10 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 15 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 17 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Sylvia Orthof

Mil Virgulino & Brum el'Bap 

Mil Virgulino & Brum el'Bap
As apresentações relatam a vida de Mil, uma artista que trilha seu propósito, carregando sua ancestralidade “cangaceira” como principal elemento. Assim como usa as experiências de viver em uma metrópole para expressar suas poesias e canções. Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Gravado
Página/perfil onde será feita: Youtube transmitido pelo perfil @RuídoRoxo
Dia 2 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Prefeito Prestes Maia
Dia 3 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 9 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Mário Schenberg
Dia 10 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Chácara do Castelo
Dia 16 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 17 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Álvaro Guerra

SARAU

Mulheragem à vijaya

Mulheragem à vijaya
Sarau da Casa - Casa Cultural Hip Hop Jaçanã
Cinco eventos itinerantes em diversas Facebook da Bibliotecas da Zona Norte de São Paulo, que haverá em cada um convidades de diversas regiões diferentes que foram tocados pelo trabalho e pela força de Vijaya. Será um circuito de saraus em homenagem a essa parteira, benzedeira, mãe, articuladora sociocultural e produtora cultural. Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Formato da apresentação: Gravado
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @casaculturalhiphopjacana
Dia 3 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 4 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Nuto Sant’Anna
Dia 9 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo
Dia 10 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 11 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Pedro Nava

Literatura em Movimento
Poeticamente
O projeto de debates literários busca evidenciar a variedade da produção de conhecimento das periferias.Nos encontros há sempre dois convidados e um mediador e as conversas acontecem entre escritores, poetas, acadêmicos, romancistas, cronistas que trazem suas perspectivas em suas potentes narrativas, tendo como mote comum, seus corpos territórios enquanto sujeitos que vivenciam a realidade a partir das periferias e da marginalização intelectual. A produção a qual esses artistas educadores estão relacionados é os une e possibilita a diversidade de saberes a que se dedicam às intervenções propostas. Classificação indicativa: livre. Duração: 40
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @SarauPoeticamente
Dia 2 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 3 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 4 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 9 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Vinicius de Moraes
Dia 10 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 11 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 14 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Paulo Setúbal
Dia 15 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 16 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 17 de dezembro às 14h - Facebook da Biblioteca Milton Santos

CULTURA POPULAR

Boi de Maracanã

Boi de Maracanã
Bumba Boi de Maracanã
O espetáculo Boi Maracanã em 10 episódios tem como proposta difundir por meio do audiovisual a cultura afroindigena brasileira. Cada episódio trará uma conversa com os mestres griots, a fim de proporcionarmos a difusão do saber oral que perdurou e se resistiu à colonização, e também uma apresentação de cada ala do boi com danças, toadas e toda a riqueza dessa manifestação cultural. Classificação indicativa: Livre, Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @boidemaracana
Dia 7 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 8 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 9 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 10 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Paulo Setúbal
Dia 11 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 13 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Milton Santos
Dia 14 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 15 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca José Paulo Paes
Dia 16 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 17 de dezembro às 17h - Facebook da Biblioteca Raimundo de Menezes

Terra, cultura e liberdade

Terra, cultura e liberdade
Mestre Lumumba
Nesses 10 shows, Lumumba apresenta canções de seus três últimos álbuns além de conversar um pouco sobre a cultura dos tambores batás, a gestão da comunidade cultural ilê asè omo oya e sua atuação como mestre dos grupos Embodeiro Queixada, Congo de Ouro e Jongo de Ilê. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @MestreLumumba
Dia 6 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 7 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 8 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 9 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 11 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 13 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 14 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Helena Silveira
Dia 15 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 16 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Nuto Sant’Anna
Dia 17 de dezembro às 19h - Facebook da Biblioteca Menotti Del Picchia

PRIMEIRA INFÂNCIA

Samba no quintal do passarinho

Samba no quintal do passarinho
Cia Passarinho Contou
Este projeto pretende de forma musical e animada, contar a história do samba para crianças
na primeira infância.
Para isso o projeto propõe a construção de roteiros narrativos acompanhados de música e animação visual através de desenhos coloridos para captação audiovisual, assumindo uma linguagem vídeo-clíptica que alia desenho, dança, música e atuação.
Desenvolvido pela Cia Passarinho Contou a proposta conta com a equipe de áudio e vídeos da Coletiva Davazes que atua no mercado audiovisual com a linguagem teatral. Classificação indicativa: Livre. Duração: 15 min.
Formato da apresentação: Gravado
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @thayame.passarinhocontou
Dia 9 de dezembro às 18h - Facebook da Biblioteca Roberto Santos
Dia 10 de dezembro às 18h - Facebook da Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 16 de dezembro às 18h - Facebook da Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 17 de dezembro às 18h - Facebook da Biblioteca Thales Castanho de Andrade

VOZES PERIFÉRICAS

O projeto Vozes Periféricas é um circuito de debates literários que demonstram a variedade da produção literária nas periferias. Nestes encontros são realizadas conversas com escritores da academia, poetas, romancistas e cronistas que trazem em seus textos as perspectivas e abordagens de narrativas potentes e decoloniais. A produção a qual esses autores estão relacionados é o que os une e que possibilita a diversidade de saberes a que se dedica essa intervenção.

Nas veredas do cordel

Nas veredas do cordel
Marcus Haurélio Fernandes Farias e convidados
Gênero de rica variedade temática, a literatura de cordel, que teve o Nordeste como berço, está hoje presente em boa parte do país. Abordando fatos cotidianos e históricos ou se inspirando em histórias tradicionais, o cordel mantém-se firme e forte sem temer a concorrência dos meios de comunicação de massa. O ciclo Nas Veredas do Cordel reúne autores e autoras da literatura de cordel, da xilogravura e do repente, em apresentações on-line por Bibliotecas de São Paulo. Ainda que o destaque fique por conta dos aspectos artísticos do cordel, o ciclo trará também importantes debates sobre o papel transformador da poesia popular e seus desafios ante os graves problemas do país e a necessidade de afirmação e reconhecimento das múltiplas identidades. Por isso, o ciclo Nas Veredas do Cordel trará nomes consagrados do cordel, como Mestre Bule-Bule, J. Borges, Josy Correia e, também, debaterá a multiplicidade temática do gênero, com temas como a presença das religiões afro-brasileiras e da Capoeira na poesia popular além da escrita LGTQIA+ no cordel. Isso sem perder de vista a histórias do gênero, percursos e percalços de um longo aprendizado. Classificação indicativa: 10 anos. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Ao Vivo
Página/perfil onde será feita: Facebook transmitido pelo perfil @CordeleRepente
Ecos da Mãe África com Mestre Bule Bule e Marco Haurélio
Dia 1o de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Cordel de Todas as Cores com Paola Torres, Daniela Bento e Josy Correia
Dia 2 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Vinicius de Moraes
Nas águas do Velho Chico com Graciele Castro, Cléber Eduão e Marco Haurélio
Dia 3 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Chácara do Castelo
Cordel Cirandeiro com Cleusa Santo, Dalinha Catunda e Lucélia Borges
Dia 8 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Malba Tahan
Homenagem a Patativa do Assaré com Poeta Daniel, Moreira de Acopiara e Lucélia Borges
Dia 9 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Marcos Rey
Conto e Cordel com Lenice Gomes, Auritha Tabajara e Marco Haurélio
Dia 10 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Raul Bopp
Cordel, o Canto do Povo com Tonha Motta, Mari Ananias e Marco Haurélio
Dia 15 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Anne Frank
Nas Asas da Leitura com Costa Senna, Cacá Lopes e Pedro Monteiro
Dia 16 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Clarice Lispector
A Vida no Traço com Valdeck de Garanhuns, Jô Oliveira e João Gomes de Sá
Dia 17 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Helena Silveira
Adeus e até outro dia! com Marco Haurélio, Josy Correia, Paola Torres e Mestre Bule Bule
Dia 18 de dezembro às 18h30 - Facebook da Biblioteca Castro Alves

Confira as Oficinas Online nas BibliotecasLogo Facebooh e Instagram

 Veja também outras atividades da programação cultural no Facebook BibliotecasSP e no Instagram SMBibliotecas

Programação Cultural Presencial Itinerante Biblioteca Viva de dezembro

Intervenção Artística, Contação de Histórias, Circo, Literatura, Teatro, Cultura Popular, Primeira Infância, LGBTQIA+ e Povos Originários

 PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL ITINERANTE

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA

Conexão ocupa - Bibliotecas Municipais

Conexão ocupa - Bibliotecas Municipais
Movimento Cultural Ermelino Matarazzo
“Conexão ocupa” é uma ação nascida durante a pandemia de Covid-19 na Ocupação Cultural Mateus Santos, que buscou, durante um momento onde o afastamento social é uma necessidade, criar aproximações, conexões, relações, por meio da construção de um território compartilhado de afetos. Muito além de linhas imaginárias e limites administrativos que conformam a cidade, o Conexão Ocupa busca reconhecer e fortalecer os territórios de afeto, pontos que se conectam a partir do fazer cultural, dos saberes compartilhados, das trocas de experiências.Classificação indicativa: Livre . Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Kombinado Cultural
O que cabe em uma Kombuca? Será que cabe um Sarau inteiro? Uma biblioteca? Ainda cabe uma banda? Na Kombuca, a Kombi da Ocupa, cabe tudo isso e mais um pouco. No nosso sarau itinerante, trazemos sempre uma Kombinação diferente: O Trio, nossa banda fixa + Um poeta convidado, para performances nos lugares mais comuns aos mais inusitados. Se quiser, também pode recitar: o acervo da Kombuca está repleto de referências poéticas.
Dia 1o de dezembro às 14h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 2 de dezembro às 14h - Biblioteca Hans Christian Andersen
Papo de Vagar + Flananteca
Papo de Vagar tem a intenção de fomentar o debate sobre as diversas visões dos praticantes de skate. Em um formato de debate as conversas visam expor e entender o olhar dos participantes sobre o skate, partindo de itens que compõem a Flananteca, o acervo de referências do coletivo Flanantes. Ao longo de seis anos de existência do coletivo, muitas revistas, vídeos e livros que serviram de inspiração para a produção audiovisual foram coletados e comprados. O compartilhamento deste material servirá como provocação para abrir diálogo com os convidados e com o público presente.
Dia 3 de dezembro às 14h - Biblioteca José Paulo Paes
Icamiabas
Biblioteca Comunitária Itinerante Leia Bem no Mundo
Em cada parte deixaremos uma troca. Aprendemos quando vivenciamos empiricamente cada proposta que nos é apresentada. Regados de brincadeiras, histórias e sensibilidade. Icamiabas traz encontros para repensarmos nossos eixos. Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 17 de dezembro às 14h - Biblioteca Álvares de Azevedo

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

Flecha de boca: O Tambor do Sudeste

Flecha de boca: O Tambor do Sudeste
Água de Chocalho
Camila Cardoso e Carol Nascimento trazem a “Flecha de boca: O Tambor do Sudeste” para uma vivência inspirada na sonoridade da cultura tradicional por meio do Jongo.
É este ritmo que será o fio condutor para que os participantes aprendam músicas, danças e muita brincadeira.Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 15h - Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 6 de dezembro às 15h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 5 de dezembro às 11h - Biblioteca Brito Broca
Dia 8 de dezembro às 15h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 11 de dezembro às 15h - Biblioteca Menotti Del Picchia

Kwaku Anansi - A Aranha Homem

Kwaku Anansi - A Aranha Homem
Coletiva Brincaderia
A Brincaderia é uma coletiva que tem como princípio a autonomia e o protagonismo da infância. Nos espaços que ocupamos com a ludicidade da infância todas as crianças têm as vozes, desejos, reivindicações e segredos ouvidos. Compartilhamos a pluralidade de nossas vozes acreditando que a partir do ato de escuta e de criação coletiva as narrativas silenciadas vêm à tona com a força e o aconchego da empatia.
Tendo as histórias como herança do tempo, a Brincaderia venta para os dias de hoje as Aventuras de Kwaku Anansi, a Aranha Homem, com seus contos originários do Gana, na África Ocidental, suas histórias faziam parte de uma tradição exclusivamente oral, e o próprio Anansi era visto como sinônimo de habilidade e sabedoria na fala, suas histórias se tornaram uma parte proeminente e familiar da cultura oral Ashanti, da mesma forma, a tradição oral é o que introduziu os contos de Anansi no resto do mundo. Acreditamos na potência das histórias repetidas de boca em boca e nessas histórias de resiliência africana que resistiu à diáspora e à escravidão reconhecemos a força da sabedoria dessa cultura ancestral que é de direito do povo brasileiro.
Convidamos as crianças a se perderem, se encontrarem e a se deliciarem nesta brincadeira, pela aventura carregada de magia de Kwaku Anansi: A Aranha Homem.Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 11h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 1o de dezembro às 16h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 4 de dezembro às 10h - Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 4 de dezembro às 14h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 6 de dezembro às 11h - Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 8 de dezembro às 11h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 8 de dezembro às 15h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 10 de dezembro às 11h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 11 de dezembro às 11h - Biblioteca Brito Broca
Dia 11 de dezembro às 14h - Biblioteca Érico Veríssimo

Semeando histórias
Você tem fome de quê!?
A coletiva Você tem fome de quê!? Propõe contações de histórias variadas para crianças de todas as idades onde o fio condutor para a construção lúdica do enredo será as experiências das crianças durante a quarentena.Classificação indicativa: livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: presencial
Dia 18 de dezembro às 11h - Biblioteca Brito Broca

CIRCO

A origem do circo

A origem do circo
Cia. Asfalto de Poesia
As palhaças contadoras de histórias Clowndete Maria e Mussarella relembram a primeira vez que foram ao circo. Por meio dessas memórias, viajam no tempo se aventurando pela Grécia e Roma Antiga ao remontar as olimpíadas e as lutas entre gladiadores. As duas se divertem no circo de cavalinhos na Europa Moderna e tentam imitar os primeiros grandes acrobatas, equilibristas e malabaristas das feiras de rua, da China e até do tempo das cavernas. Em meio a essa confusão, elas conhecem os primeiros artistas de que se tem notícia, levando essa e muitas outras histórias que guardam na mala para seu respeitável público. Classificação indicativa: 5 anos. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 7 de dezembro às 14h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 9 de dezembro às 15h - Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 10 de dezembro às 15h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 14 de dezembro às 15h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 16 de dezembro às 15h - Biblioteca Viriato Corrêa

Monotrux

Monotrux
Cia. Monotrux
Petúnio é um andarilho que leva consigo apenas um carrinho repleto de cacarecos tecnológicos que recolhe pelo caminho. Deles, sozinho, fez uma máquina sonora que busca captar algum sinal longe do pequeno universo onde vive. Enquanto tenta se comunicar com o mundo exterior, acaba surpreendido com a descoberta de um novo ser. Agora ele precisará cuidar dessa criatura e ensiná-la (aprendendo) a conviver com o outro. O espetáculo mistura comicidade física, música, equilibrismo e teatro de animação com uma ave, digamos, bastante curiosa. Classificação indicativa: 5 anos. Duração: 37 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 12h - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 2 de dezembro às 12h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo
Dia 3 de dezembro às 12h - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato
Dia 7 de dezembro às 12h - Biblioteca Jayme Cortez
Dia 8 de dezembro às 12h - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 9 de dezembro às 12h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 10 de dezembro às 12h - Biblioteca Helena Silveira
Dia 14 de dezembro às 12h - Biblioteca Marcos Rey
Dia 15 de dezembro às 12h - Biblioteca Malba Tahan
Dia 16 de dezembro às 12h - Biblioteca Paulo Duarte

Circo Lação

Circo Lação
Cia Singular
Um espetáculo sobre rodas que leva a poesia do circo e entrega ao método “delivery” para a população na porta de suas casas, sacadas ou calçada, mantendo o distanciamento, trazendo leveza para momentos difíceis que a pandemia nos impõe, crianças confinadas sendo surpreendidas com música e números circenses no seu portão. Como o show não pode parar, Fonso um palhaço que substitui o mágico depois de uma crise de dor de barriga e Tuto o palhaço que ficou no lugar do malabarista, após uma queda com um anão de cima da corda bamba, levam uma divertida história que circula pelas ruas do bairro, mantendo o circo vivo. Classificação indicativa: 5 anos. Duração: 90 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 14h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 2 de dezembro às 14h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 3 de dezembro às 14h - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia 7 de dezembro às 14h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 8 de dezembro às 14h - Biblioteca Castro Alves
Dia 9 de dezembro às 14h - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 10 de dezembro às 14h - Biblioteca Belmonte
Dia 14 de dezembro às 14h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 15 de dezembro às 14h - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 16 de dezembro às 14h - Biblioteca Aureliano Leite

LITERATURA

Transfluências Modernistas

Transfluências Modernistas
Macaco Fantasma
Os músicos interpretam poemas e canções e criam uma viagem através da poesia e da música popular brasileira, além de trabalhos próprios. Faz parte do repertório: José Paulo Paes, Hilda Hilst, Patativa do Assaré, entre outros autores.
Nesta edição, o centenário do modernismo e a obra dos autores da terceira geração desse movimento tão revolucionário, é comemorado de maneira especial.Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 10h - Biblioteca Castro Alves
Dia 2 de dezembro às 14h - Biblioteca Malba Tahan
Dia 3 de dezembro às 14h - Biblioteca Roberto Santos
Dia 7 de dezembro às 13h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 8 de dezembro às 13h - Biblioteca Anne Frank
Dia 10 de dezembro às 13h - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia 14 de dezembro às 14h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 15 de dezembro às 14h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo
Dia 16 de dezembro às 14h - Biblioteca Raul Bopp
Dia 17 de dezembro às 14h - Biblioteca Camila Cerqueira César

TEATRO

As Conchambranças de QUADERNA

As Conchambranças de QUADERNA
BEIJO
“Conchambrança” é uma corruptela de “conchamblança”, que significa conchavo, combinação. Foi na forma de “conchambrança” que Suassuna ouviu a palavra pela primeira vez, no sertão da Paraíba”(Carlos Newton Jr). Forma que se ajusta perfeitamente ao universo da peça, uma vez que o protagonista Quaderna (interpretado pelo pernambucano Jorge de Paula) conta suas lembranças em narrativa direta: A peça é composta por três imbróglios que Quaderna tomou parte, nos quais fez uma série de conchavos para resolver as situações, tirando proveito de tudo e de todos, como o esperado de um bom pícaro.
Cada história funciona como uma peça independente, e é o protagonista quem costura os episódios e dá unidade a narrativa. Portanto, Devido às medidas sanitárias da Pandemia o espetáculo apresentará o primeiro ato da peça: O Caso do Coletor Assassinado, Quaderna usa sua astúcia para driblar as tensões entre o sertão e a cidade e resolver uma crise política entre o governo do estado da Paraíba e o seu Padrinho e protetor Dom Pedro Sebastião - lider da oligarquia rural, durante as investigações sobre um “suposto” desfalque dado pelo coletor de impostos da cidade.
Na versão para o teatro, Suassuna traz uma das facetas do seu Quaderna: alma de palhaço de circo popular, um rei lunático do sertão, astrólogo, intelectual sertanejo e imperador do sete-estrelo do escorpião. O Quaderna do palco é divertido e sedutor, une em um mesmo corpo os arquetipos tanto das manifestações e brincadeiras populares, como do povo sertanejo. Com humor ácido e preciso, a peça é uma obra rica e delirante que fala para todos os públicos. Os três atos do texto envolvem plateia em um jogo de ‘sobrevivência’, com truques para driblar as armadilhas e à astucia para sobreviver. Quaderna é rei e palhaço, um personagem rico com uma personalidade megalomaniaca e exuberante, autoproclamado como imperador e rei, um verdadeiro pícaro e gracioso palhaço de circo popular. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 4 de dezembro às 15h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 7 de dezembro às 18h - Biblioteca Belmonte
Dia 13 de dezembro às 13h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 14 de dezembro às 18h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 16 de dezembro às 13h - Biblioteca Padre José de Anchieta

CULTURA POPULAR

Terno de um homem só

Terno de um homem só
Batucada Tamarindo
Nessa performance musical o Mestre de Caboclo de Lança Nico de Nazaré da Mata apresenta canções de coco rural autorais e de domínio público. Brincante e preservador da cultura tradicional popular, Mestre Nico é uma importante pessoa da cultura popular residente na capital de SP. Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 16h - Biblioteca Paulo Duarte
Dia 14 de dezembro às 12h - Biblioteca Castro Alves
Dia 14 de dezembro às 16h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 15 de dezembro às 12h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 15 de dezembro às 16h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia
Dia 16 de dezembro às 16h - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 17 de dezembro às 16h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 18 de dezembro às 16h - Biblioteca Paulo Setúbal

Forró de Rabeca com Luiz Paixão

Forró de Rabeca com Luiz Paixão
Boi Brasileiro
Mestre Luiz Paixão é a maior referência viva da rabeca na atualidade. Oriundo de uma família de músicos e rabequeiros, Seu Luiz começou aos 12 anos de idade, de forma autodidata e independente seu aprendizado no instrumento. Com o tempo passou a frequentar os brinquedos da região da Zona da Mata, onde nasceu, como o Cavalo Marinho, Coco e Forró e, com mais de 60 anos de carreira, se mantém ativo como mestrando.
1ª parte do encontro - A oficina consiste em um encontro de 50 minutos no qual o Mestre irá passar seus ensinamentos de forma oral, tanto dos princípios musicais básicos que possibilitam uma aprendizagem autônoma da rabeca, quanto trupes, pisadas, loas e sotaques dos demais instrumentos e enredo ao qual está relacionado o cavalo- marinho.
2ª parte do encontro - Pinica essa rabeca, párea! Balança esse ganzá, morena! Vem no balanço do forró de rabeca dançar as riquezas culturais da Zona da Mata Pernambucana e participar de uma vivência de cavalo marinho com o Mestre Rabequeiro Luiz Paixão. Classificação indicativa: Livre. Duração: 120 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 2 de dezembro às 14h - Biblioteca Marcos Rey
Dia 3 de dezembro às 16h - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 6 de dezembro às 16h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 7 de dezembro às 16h - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 8 de dezembro às 16h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia

Vivência de poesia improvisada

Vivência de poesia improvisada
Nilton Junior/Pandeiro do Mestre
Quando alguém se vê diante de um poeta improvisador, seja esse poeta... um mestre repentista, ou um mestre de qualquer outra manifestação popular que tenha o verso improvisado como um de seus elementos constituintes, em algum momento, tendo esse alguém afinidade (ou não) com os códigos relativos à prática cultural que ele está testemunhando, se perguntará: "Como esses mestres conseguem realizar, de improviso e de um modo quase sempre tão bem resolvido, estruturas aparentemente tão complexas ?"
Nossa VIVENCIA DE POESIA IMPROVISADA pretende, através da prática em grupo, demonstrar que esse pretenso dom é na verdade o resultado de um trabalho. Trabalho que é em parte, lúdico e inconsciente, onde os jovens futuros poetas populares são primeiramente expostos à experiência de testemunhar encontros (às vezes até casuais) onde veteranos improvisadores permitem que eles conheçam os mecanismos do método que os tornou capazes de improvisar. E em parte, resulta em um segundo momento, do esforço pessoal em um treinamento laboral baseado nas experiências absorvidas junto aos veteranos mestres.
A mestria de fazer poesia improvisada resulta de uma prática que tem o que podemos chamar de um "método pedagógico". É uma ciência. Mesmo que nunca tenha sido apresentada como uma tal dentro dos rigores acadêmicos formais.
Ao final, será feita uma breve apresentação de coco de toré. Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 4 de dezembro às 16h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 9 de dezembro às 16h - Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 10 de dezembro às 16h - Biblioteca Paulo Duarte
Dia 14 de dezembro às 16h - Biblioteca Brito Broca
Dia 15 de dezembro às 16h - Biblioteca Jayme Cortez

PRIMEIRA INFÂNCIA

A bruxinha

A bruxinha
Cia. Truks
A Bruxinha faz ao público um convite à imaginação e ao desenvolvimento da criatividade. A personagem gráfica da premiada autora e ilustradora Eva Furnari, ganha corpo - e alma - de boneco, com toda a sua graça, simpatia e inusitado senso de humor, vivendo suas aventurinhas, manias e caprichos. Transforma almofadas em dragões, um balde e uma vassoura em um príncipe, dá vida a sapatos que dançam um divertido tango, até que um monstro muito desajeitado deseja testar a sua varinha de condão. Classificação indicativa: Livre. Duração: 50 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 2 de dezembro às 14h - Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 3 de dezembro às 14h - Biblioteca Nuto Sant’Anna
Dia 10 de dezembro às 14h - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 11 de dezembro às 14h - Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 16 de dezembro às 14h - Biblioteca Roberto Santos
Dia 17 de dezembro às 14h - Biblioteca Narbal Fontes

Praia literária com showzinho

Praia literária com showzinho
Movimento vem brincar
Alalaôôôôôôô, o verão chegou ôôôôôô! E nas bibliotecas a gente vai brincar de pirata desbravador dos sete mares ou imaginar que somos uma grande baleia, ou um golfinho fofinho. Vai ter bolinha de sabão, piscina de bolinha e um show bem gostoso pra gente balançar as cadeiras e entrar no ritmo da estação da diversão. Vem brincar? Classificação indicativa: Livre. Duração: 180 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 10h - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 2 de dezembro às 10h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 3 de dezembro às 10h - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 4 de dezembro às 16h30 - Biblioteca Jayme Cortez
Dia 6 de dezembro às 10h - Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 7 de dezembro às 10h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 8 de dezembro às 10h - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 9 de dezembro às 10h - Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 10 de dezembro às 10h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 11 de dezembro às 10h - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

LGBTQIA+

Travestis na MPB: Musicalidade e Literatura

Travestis na MPB: Musicalidade e Literatura
Coletiva Tupinambá
O projeto Travestis na MPB é uma performance itinerante de musicalidade e literatura em homenagem as de antes, um fio de esperança pras de agora e um futuro melhor pras que virão. A artista Tupinambá se inspira e interpreta Chica Manincongo, Madame Satã, linniker, Dandara e Linn da Quebrada entre outras pela literatura compartilhará textos de sua autoria provocando o fortalecimento e instauração da MTB - Música Travesti Brasileira. Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 11h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 4 de dezembro às 11h - Biblioteca Anne Frank
Dia 8 de dezembro às 11h - Biblioteca José Paulo Paes
Dia 11 de dezembro às 11h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia
Dia 15 de dezembro às 11h - Biblioteca Affonso Taunay

POVOS ORIGINÁRIOS

Curumierê - tecendo histórias do saber

Curumierê - tecendo histórias do saber
Grupo Raízes Afroindígena / Artista Preta Afroindígena
Raízes Afroindígena faz apresenta intervenção - Curumierê tecendo histórias do saber, uma intervenção artística com contação de histórias baseada nas práticas da nossa oralidade, um método de aprendizagem ancestral que traz o conceito do Griô aos espaços das bibliotecas de São Paulo.
Produzido por Sara, mãe, Comunicadora & Educadora Popular, é Griô aprendiz pela escola de pedagogia griô, com suas referências e técnicas de processo de aprendizagem convida á uma tarde de encantamento pelos saberes e sabores do nosso legado ancestral.Classificação indicativa: Livre. Duração: 40 min.
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 1o de dezembro às 15h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 7 de dezembro às 15h - Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais
Dia 8 de dezembro às 15h - Biblioteca Paulo Duarte
Dia 14 de dezembro às 15h - Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 15 de dezembro às 15h - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Fulni-ô

Fulniôs
Fowa Txloa
O clã Fowa Txloa Fulni-ô convida a todos para uma apresentação de cafurnas e tradições de roda onde vão ser vivenciados os cantos e danças ancestrais que finalizam o ciclo do Ouricuri, ritual sagrado e cultural que perdura ao longo dos séculos como forma de resistência à colonialidade. Classificação indicativa: Livre. Duração:
Formato da apresentação: Itinerante
Dia 4 de dezembro às 11h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 4 de dezembro às 15h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 6 de dezembro às 11h - Biblioteca Milton Santos
Dia 6 de dezembro às 15h - Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 7 de dezembro às 15h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 10 de dezembro às 15h - Biblioteca Aureliano Leite
Dia 13 de dezembro às 11h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 14 de dezembro às 11h - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 14 de dezembro às 15h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 15 de dezembro às 11h - Biblioteca Paulo Setúbal

Confira as Oficinas Online nas BibliotecasLogo Facebooh e Instagram

 Veja também outras atividades da programação cultural no Facebook BibliotecasSP e no Instagram SMBibliotecas