sexta-feira, 25 de novembro de 2022

Destaques da Semana - 25 de novembro a 1º de dezembro

Destaques da semana de 25 de novembro a 1º de dezembro, programação presencial Biblioteca Viva com Sarau, Contação de Histórias, Teatro, Culturas Negras - Mês da Consciência Negra (Contação de Histórias e Literatura Musical), Bibliotecas Temáticas (Teatro Musical e Literatura) Vozes Periféricas, Cultura Popular (Teatro e Música), Povos Originários (Sarau) e Natal (Circo e Contação de Histórias)

SARAU

Sarau Poetas do Tietê – memórias, chá bolo & poesia

Sarau Poetas do Tietê – memórias, chá bolo & poesia
Poetas do Tietê
Memórias, chá, bolo & poesia é um sarau intimista, onde os poetas do coletivo instigam o público com declamações e recordações poéticas, fazendo com que as pessoas presentes saiam do papel passivo de espectadores e resgatem suas próprias memórias, relembrando e compartilhando suas trajetórias de vida. O sarau é conduzido como um reencontro de família, onde as histórias e recordações vêm à tona regadas por chá, café, bolo e poesia. Nesse encontro iremos traçar novos caminhos de sensibilidade e reconstruir memórias com o público presente. Como em um encontro de família, teremos bolo, chá, café, resgate de histórias e muitos abraços. O sarau terminará com uma grande ciranda com todos os presentes. Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 120 min.
Dia 25 de novembro às 15h - Biblioteca José Paulo Paes
Dia 29 de novembro às 10h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Histórias Contadas com Origamis

Histórias Contadas com Origamis
Irene Tanabe
As contações de histórias com origamis (arte de dobrar papel) acontecem em novembro e dezembro nas bibliotecas de São Paulo. As narrações permitem que alguns elementos das histórias se materializem na frente do público. “Quando os origamis aparecem na frente da plateia é sempre uma surpresa, dá para ver na expressão do rosto das crianças que é mágico e divertido.”, explica Irene Tanabe, contadora de histórias. Ao completar duas décadas de contações de histórias com origamis, Irene apresentará as melhores narrativas desses 20 anos para o público das bibliotecas. Esta seleção de histórias apresentará contos tradicionais, lendas orientais e histórias contemporâneas regados a muitos origamis divertidos, que encantam crianças e adultos. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 26 de novembro às 11h - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia 1º de dezembro às 10h - Biblioteca Aureliano Leite
Dia 1º de dezembro às 15h - Biblioteca Gilberto Freyre

TEATRO
Realejo Cultural

Realejo Cultural
Cia Canta Circo & Teatro
De longe se escuta uma música... Uma imagem singela se aproxima, lembrando os antigos parques de diversões. Vem chegando o Realejo Cultural, uma intervenção literária e musical onde uma dupla de atores convida o público a desfrutar de um momento poético, dando vida a um pequeno palhaço, que atende pelo nome de Periquito, e tira de dentro de uma caixinha uma poesia, conto, música ou um pequeno trecho de alguma obra literária, presenteando o público com um momento lúdico e descontraído. O poema, música ou trecho sorteado pelo Palhaço Periquito é dado de presente para o público, incentivando crianças e adultos a conhecerem um pouco mais sobre outras obras daquele autor. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 29 de novembro às 11h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 29 de novembro às 14h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo (alterado)
Dia 30 de novembro às 14h - Biblioteca Vinicius de Moraes

Tramarias: libertando-se das tramas

Tramarias: libertando-se das tramas
Coletivo As Trapeiras
Tecer era tudo que Maria fazia, tecer era tudo o que queria fazer. Todos os dias bem cedo, Maria acordava e caprichosamente colocava em seu tear mágico linhas e fios que utilizaria para alinhavar o mundo ao seu redor. Tudo estava sempre em perfeita harmonia. Mas, tecendo e tecendo, ela própria trouxe o dia em que se sentiu só. E com isso, ela teceu um homem…Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 90 min.
Dia 30 de novembro às 15h - Biblioteca Álvares de Azevedo

CULTURAS NEGRAS - MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Um Conto de Kwanzaa

Um Conto de Kwanzaa
Cia Oya ô
Inspirado no conto Os Sete Novelos - um conto de Kwanzaa de Angela Shelf Medearis, o público é convidado a conhecer um pouco do Reino de Gana, do povo Ashanti, dos adinkras e os princípios da Kwanzaa a partir da história de sete irmãos ashantis que brigavam muito, porém após a morte do pai eles tiveram que se unir para cumprir uma quase impossível missão. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 40 min.
Dia 26 de novembro às 11h - Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 29 de novembro às 10h - Biblioteca Aureliano Leite
Dia 30 de novembro às 10h - Biblioteca Padre José de Anchieta

Pequenas Notáveis - Carolina de Jesus

Pequenas Notáveis - Carolina de Jesus
Cia. Núcleo
Toda grande personalidade um dia já foi criança, e é este período da vida que a Cia. Núcleo aborda nesta contação. Carolina de Jesus é uma das mulheres escolhidas para representar esta pesquisa sobre o feminino, a identidade de gênero e os papéis sociais. Enquanto trabalhava como catadora, Carolina registrava o cotidiano da favela do Canindé em cadernos que encontrava no lixo, e depois se tornou uma das principais escritoras negras do Brasil. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 40 min.
Dia 26 de novembro às 11h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 29 de novembro às 14h - Biblioteca Anne Frank
Dia 30 de novembro às 14h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia

Contando África em contos

Contando África em contos
Cia Colhendo Contos e Diáspora Negra
“Contando África em Contas” traz memórias de três histórias :“Os reis de Gondar (Etiópia)”, “Os Sete Novelos (Gana)” e “Os Comedores de Palavras (Angola)”, que passeiam pelos países do continente africano e vão de encontro com assuntos universais que são essenciais para o resgate, valorização, preservação e formação cultural de jovens e adultos, pois percebemos o quanto os países africanos, influenciaram e ainda influenciam o mundo. As histórias familiares têm a função de eternizar laços, preservar e dar continuidade às velhas memórias da família que nos acompanham pelo resto da vida. Assim acontece com os contos africanos, quando a figura mais importante de algumas comunidades africanas, os mestres “griôs”, transmitem os ensinamentos como forma de nunca deixar a tradição de seu povo se acabar e sempre se lembrar de seus antepassados, valorizando todos os elementos de sua cultura.
Dia 30 de novembro às 10h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 30 de novembro às 14h - Biblioteca Malba Tahan

LITERATURA MUSICAL
Palavras Preta

Palavras Preta
DJ Llobato
O projeto visa o incentivo e difusão a cultura negra, proporciona a população e frequentadores do equipamento o acesso a bens e serviços culturais, promove o incentivo a leitura e a criação artística autoral, através da música e da cultura hip hop, e seus processos reflexivos. O projeto, tem como histórico a participação e colaboração e a execução dos artistas preto periférico DJ Llobato, que já atua há mais de 25 anos na cena cultural da Cidade de São Paulo, realiza ações, eventos e projetos em parcerias com mais de mais de 20 coletivos e grupos de Rap e Hip Hop, da Região Sul da Cidade de São Paulo, através dos projetos 99 Probl3ms, e ainda os Saraus Enfrentamento Preto e Trançado Periférico. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 60 min.
Dia 25 de novembro às 15h - Biblioteca Paulo Duarte
Dia 29 de novembro às 15h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 30 de novembro às 10h - Biblioteca Raimundo de Menezes

BIBLIOTECAS TEMÁTICAS

TEATRO MUSICAL

As Músicas que os Meus Pais Ouviam
Casa Preta
No reino fictício de Toboco Buco uma rainha e seu fiel escudeiro, procuram por alguém que possa cantar as músicas que seus pais ouviam. Numa outra realidade ou dimensão, um artista da música pesquisa sobre suas referências musicais, dentro de sua família. As duas dimensões se cruzam numa grande celebração ancestral, através da música. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50.
Dia 29 de novembro às 14h - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 1º de dezembro às 13h - Biblioteca Cassiano Ricardo

LITERATURA
Clube do Livro Afro Fantástico

Clube do Livro Afro Fantástico
Israel Neto
No Clube do Livro Afro Fantástico, o escritor Israel Neto, apresenta em cada encontro uma de suas obras, lendo trechos com os participantes, compartilhando detalhes da escrita, produção, apresentando a literatura afrofuturista e esta cena em ascensão. O Clube de leitura é um espaço de encontro de leitores e leitoras para leitura, discussão e reflexão de obras literárias. Todos os participantes recebem um exemplar da obra lida no dia. Classificação indicativa: Jovem (15 a 17 anos). Duração: 90 min. Presencial com até 20 participantes.
Dia 26 de novembro às 11h - Biblioteca Viriato Corrêa

VOZES PERIFÉRICAS

O projeto Vozes Periféricas é um circuito de debates literários que demonstram a variedade da produção literária nas periferias. Nestes encontros são realizadas conversas com escritores da academia, poetas, romancistas e cronistas que trazem em seus textos as perspectivas e abordagens de narrativas potentes e decoloniais. A produção a qual esses autores estão relacionados é o que os une e que possibilita a diversidade de saberes a que se dedica essa intervenção.

Narrativas Literárias Africanas na Diáspora

Narrativas Literárias Africanas na Diáspora
Afrikanse
Narrativas literárias africanas na diáspora é um evento que contempla giras de conversas e intervenções artísticas sobre a arte e cultura africana advindo de artistas e pensadores imigrantes africanos residentes na cidade de São Paulo. Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 130 min.
Dia 25 de novembro às 14h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 29 de novembro às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 30 de novembro às 10h - Biblioteca Érico Veríssimo

Sarau - O Futebol dá a letra

Sarau - O Futebol dá a letra
Sarau do Binho
Nestes encontros, artistas, escritores e amantes da literatura e do futebol contam suas histórias vividas dentro e fora do campo. Classificação indicativa: 7 a 14 anos. Duração: 90 min.
Dia 1º de dezembro às 14h - Biblioteca Paulo Duarte

CULTURA POPULAR 

TEATRO
Arrasta pé do mamulengo

Arrasta pé do mamulengo
Trup Trolhas
O espetáculo faz o resgate do teatro de mamulengos, com músicas originais, facilidade de linguagem, para público de todas as idades, independente de espaço. Contada por dois atores sendo um músico que conduz o espetáculo, utilizando violão e diversos instrumentos para a dramatização e um contador manipulador de bonecos. Um espetáculo em que o público irá rir e se divertir muito com as encrencas do Zé Quirino, seu parceiro Brexó, coronel Tiburso e sua filha Filomena.Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 25 de novembro às 10h - Biblioteca Marcos Rey
Dia 29 de novembro às 14h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 30 de novembro às 14h - Biblioteca Afonso Schmidt

As Presepadas de Gitirana no Terreiro de Dona Dindinha

As Presepadas de Gitirana no Terreiro de Dona Dindinha
Fanfarrosas
O coletivo Fanfarrosas apresenta um espetáculo de teatro de mamulengo que traz situações e causos da sociedade, dando protagonismo às figuras populares e distintas do cotidiano; Benedite, vendedora ambulante, Rosquelina e seu boi fujão, Padre Lobrobró enviado de Jericó e a cobra Gitirana que só arruma confusão. Uma grande festa que mescla culturas nordestinas e paulistas cheias de encantaria, brincadeiras e memórias. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 60 min.
Dia 29 de novembro às 14h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 30 de novembro às 14h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda

MÚSICA
Histórias contadas e cantadas

Histórias contadas e cantadas
Ana Maria Carvalho
Ana Maria, acompanhada pelos sobrinhos, herdeiros diretos da Cultura Popular, se juntam aos artistas educadores Guilherme Kafé e Thais Ribeiro para realizar uma vivência de saberes tradicionais através de histórias, músicas, danças e as mais variadas brincadeiras singulares do Brasil. O encontro se inicia com uma história acompanhada de efeitos musicais dando espaço para a música cantada, que embala cada corpo presente na brincadeira e se desfecha no despertar do brincante, da criança que há em nós.
Histórias e brincadeiras são intercaladas dando sentido uma para a outra, são linguagens que se entrelaçam costurando narrativas na imaginação, na curiosidade e nas memórias que transcendem o tempo na escuta e na sensibilização do viver em cantorias e movimentos nos encantos do brincar. Classificação indicativa: Primeira infância (0 a 6 anos). Duração: 40 min.
Dia 30 de novembro às 14h - Biblioteca Paulo Duarte 

Forró Pé De Moleque canta clássicos do Forró [Em Referência ao Dia do Forró]
Forró Pé De Moleque
Com a proposta de valorizar nossa cultura através de sua música, de seus artistas, o grupo Forró Pé de Moleque apresenta o show - Clássicos do Forró. Feira de Mangaio, Eu só quero um xodó, Baião, A Vida do Viajante fazem parte do repertório que bota o povo todo para dançar. Classificação indicativa: 18 a 59 anos. Duração: 75 min.
Dia 1º de dezembro às 13h30 - Biblioteca Vinicius de Moraes

Ela é Clara, Ela é Negra, Ela é Nunes [Em Referência ao Dia do Samba]
Festa de Rei
Cantar o que se vive! Acompanhada do grupo, Denise Santos convida a todos nós a um show intimista onde cada música escolhida traz uma reflexão acerca de quem somos e de nossa ancestralidade, mas que principalmente, se conecte com nossos corações e vivências. Classificação indicativa: 15 a 17 anos. Duração: 60 min.
Dia 1º de dezembro às 15h - Biblioteca Ricardo Ramos

POVOS ORIGINÁRIOS

SARAU

Sarau Ayrumã [Em referência Dia Nacional dos Povos Indígenas ]
Nilton Junior e o Coco do Pajé
Há na memória um outro tempo. Pulsa nas veias uma outra realidade. Mora no peito o anseio pela transformação. Voltar a ser o que era? Presente. Presente! Semeia feito pássaro em cada canto deixando a chama, vibrar na alma e acordar o DNA ancestral. São palavras, são flechas e histórias que quando contadas, se eternizam. Estejam todos convidados para o sarau de Ayrumã. Classificação indicativa: 7 a 14 anos. Duração: 40 min
Dia 1º de dezembro às 10h - Biblioteca Clarice Lispector

Sarau Museu do Inusitado + Documentário O Inusitado Encantamento Xondaro [Em referência Dia Nacional dos Povos Indígenas ]
Museu do Inusitado
O Projeto inclui a passagem de um documentário sobre os mestres Xondaros e seus ensinamentos, com uma abertura e fechamento poético dos artistas do Museu do Inusitado. Encontro multi artístico e cultural em formato de sarau, com foco na integração de linguagens, trocas artísticas plásticas, arte corporal em música, instrumento e poesia. Documentário sobre o inusitado encantamento Xondaro falando sobre os saberes e vivências mas também questionamentos sobre a relação ancestral das aldeias com a natureza e relações dos conhecimentos originários com interferência dos povos ocidentais. Classificação indicativa: 15 a 17 anos. Duração: 60 min
Dia 1º de dezembro às 14h - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes

NATAL

CIRCO

Natal do Riso
Cia. Circo de Trapo
O Natal está chegando e o trio da palhaçada da Cia. Circo de Trapo decide trabalhar como Papai Noel, Mamãe Noel e Assistente do Papai Noel. Mas como são inexperientes, esquecem os presentes e levam um saco cheio de jornais velhos. Diante desta situação, discutem sobre o sentido do natal e resolvem presentear o público encenando a história do nascimento de Jesus. Classificação indicativa: 7 a 14 anos. Duração: 50 min.
Dia 1º de dezembro às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

Contos de Natal
A Hora da História
Nesta contação de histórias cheia de afeto, diversão e musicalidade, trazemos quatro contos: A saga de um garoto curioso que busca a todo custo descobrir qual o verdadeiro significado do Natal; A divertida troca de brinquedos em uma pequena cidade, numa especial e coletiva noite natalina; O reencontro de uma netinha com seu avô cego, durante as festas de fim de ano; História de um menino que descobriu que seu próprio pai era o verdadeiro Papai Noel e passou a ser seu ajudante na entrega de presentes pelo mundo! As histórias são narradas com recursos cênicos e música ao vivo, sempre de uma forma bastante lúdica e delicada. Uma apresentação para toda a família, com muita diversão e reflexão acerca dessa data tão cheia de significados, que vão muito além de crenças e religiões. Classificação indicativa: 7 a 14 anos. Duração: 50 min.
Dia 1º de dezembro às 15h - Biblioteca Raul Bopp

Natalinos
Giba Pedroza e Valdeck de Garanhuns
As histórias de natal são fantásticas, imaginárias, e muitas vezes baseadas em fatos reais que surpreendem sempre, por falar de ações de amor, carinho e caridade entre os seres humanos. Mas, além disso, cada povo tem suas próprias tradições e esta é a proposta deste espetáculo; revelar para as crianças a riqueza de um natal genuinamente brasileiro. Através de muita poesia, humor e encantamento e calcada na figura dos bonecos, poetas e contadores de histórias, a apresentação traz um desfiar de loas, glosas, modinhas, contos tradicionais, poemas, pastoris, marchas e outras manifestações muito reverenciadas no nordeste do Brasil e pouco conhecidas das nossas crianças e adultos em outros cantos do país. Para brincar e mostrar estas tradições criamos um enredo divertido que mistura teatro de mamulengo, poesia, cantorias e narração de histórias. Classificação indicativa: 7 a 14 anos. Duração: 50 min.
Dia 1º de dezembro às 15h - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

VEJA TAMBÉM A PROGRAMAÇÃO LOCAL DAS BIBLIOTECAS COM ACESSO A PARTIR DA HOMEPAGE SMB.

Veja aqui a lista de endereços dos Facebook e Instagram das bibliotecas

Logo Facebooh e Instagram

Confiram outras atividades da programação cultural no Facebook BibliotecasSP e no Instagram SMBibliotecas

terça-feira, 22 de novembro de 2022

Horários de funcionamento nos dias de jogos da Copa

Funcionamento das Bibliotecas de Bairro, Monteiro Lobato, Mário de Andrade, Bosques de Leitura, Pontos de Leitura e outras bibliotecas do Sistema Municipal nos dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol.


Horário de funcionamento nos dias de jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo 2022


A Coordenação do Sistema Municipal de Bibliotecas, junto com os órgãos da Administração Direta, Autarquias e das Fundações terão expediente suspenso, mediante compensação das horas não trabalhadas, nos dias de jogos da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo FIFA 2022, conforme Decreto nº 61.965/22 de 10 de novembro de 2022.

Caso a seleção brasileira se classifique para as fases seguintes da Copa do Mundo 2022, havendo jogos em dias úteis, a Secretaria Municipal de Gestão poderá fixar, por portaria, regras relativas ao funcionamento do expediente nos respectivos dias dos jogos.

Veja os horários:

Dia 24 de novembo, quinta-feira - Horário do jogo: 16h -  Suspensão do expediente a partir das 14h

Dia 28 de novembro, segunda-feira - Horário do jogo: 13h - Suspensão do expediente a partir das 11h

Dia 2 de dezembro, sexta-feira - Horário do jogo: 16h - Suspensão do expediente a partir das 14h

sexta-feira, 18 de novembro de 2022

Dicas de Leitura - Dia da Consciência Negra

As Dicas de Leitura do mês são em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra em 20 de novembro. Selecionamos algumas obras disponíveis no acervo das bibliotecas que possibilitam uma reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira.

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado, no Brasil, em 20 de novembro. Foi criado em 2003 como efeméride incluída no calendário escolar, até ser oficialmente instituído em âmbito nacional mediante a lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. A ocasião é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir com o dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, um dos maiores líderes negros do Brasil que lutou pela libertação do povo contra o sistema escravista. O Dia da Consciência Negra é considerado importante no reconhecimento dos descendentes africanos e da construção da sociedade brasileira.

Dicas de Leitura - Dia da Consciência Negra

Paulicéia Afro : lugares, histórias e pessoas - Regiane Augusto de Mattos
Paulicéia Afro – Lugares, Histórias e Pessoas: Revelar a São Paulo negra foi a motivação central para a elaboração deste livro. Ele pretende ser um instrumento para que os moradores e os visitantes da cidade se apropriem das instituições, lugares de memória, centros de referência e movimentos culturais que remetem à história e à cultura afro-brasileira em São Paulo.
Negros - São Paulo (SP)

Negritude: Usos e sentidos - Kabengele Munanga
O que significam a negritude e a identidade para as bases populares negras e para a militância do movimento negro? Por onde deve passar o discurso sobre essa identidade contrastiva do negro, cuja base seria a negritude? Passaria pela cor da pele e pelo corpo unicamente ou pela cultura e pela consciência do oprimido? A partir de questionamentos como esses, Kabengele Munanga debruça-se sobre a construção identitária do Brasil ao longo dos tempos, partindo do princípio de que o conceito de identidade recobre uma realidade muito mais complexa do que se pensa, englobando fatores históricos, psicológicos, linguísticos, culturais, político-ideológicos e raciais.
Negros - Identidade racial

A cor das palavras : a alfabetização de crianças negras entre o estigma e a transformação - Denise Ziviani
Problematização
A interação docente com a criança da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental
A interação, a identidade, os estigmas, a linguagem e o desenvolvimento da criança
Por que professoras, mulheres e alfabetizadoras?
Os estigmas: da criança, da família e da escola
Linguagem, identidade e etnia no espaço escolar e nos processos de alfabetização
Problematizando, instrumentalizando e transformando a prática pedagógica
As ações afirmativas: alfabetizando para a cidadania
Crianças negras - Educação - Alfabetização - Discriminação na educação

Contos negros - Ruth Guimarães
Em muitos lugares brasileiros, ainda persiste o costume de contar histórias... Em geral, em torno de uma fogueira. Estas histórias são, pois, nossas, brasileiras e africanas, genuínas e espontâneas, inventadas pelo povo. Contos negros ilumina, com luz forte, a riqueza que é a mestiçagem cultural viva no ambiente de muita gente miúda – branca, índia, negra –, a cara mais autêntica e desprezada de nosso país.
Contos brasileiros - Século 20 - Negros - Folclore dos negros - Brasil - Contos

Os sons dos negros no Brasil : cantos, danças, folguedos : origens - José Ramos Tinhorão
Muito se fala sobre a influência dos povos africanos na formação da cultura brasileira, mas pouco se sabe sobre as origens desse processo. Recorrendo às mais diversas fontes, José Ramos Tinhorão reúne neste livro os primeiros registros das manifestações musicais dos negros no Brasil, praticamente ignorados pela historiografia tradicional, e resgata os momentos-chave que sintetizam a gênese de uma cultura especificamente brasileira.
Negros - Brasil - Canções e música - Folclore dos negros - Dança

Hibisco roxo - Chimamanda Ngozi Adichie ; tradução Julia Romeu
Protagonista e narradora de Hibisco roxo, a adolescente Kambili mostra como a religiosidade extremamente “branca” e católica de seu pai, Eugene, famoso industrial nigeriano, inferniza e destrói lentamente a vida de toda a família. O pavor de Eugene às tradições primitivas do povo nigeriano é tamanho que ele chega a rejeitar o pai, contador de histórias encantador, e a irmã, professora universitária esclarecida, temendo o inferno. Mas, apesar de sua clara violência e opressão, Eugene é benfeitor dos pobres e, estranhamente, apoia o jornal mais progressista do país. Durante uma temporada na casa de sua tia, Kambili acaba se apaixonando por um padre que é obrigado a deixar a Nigéria, por falta de segurança e de perspectiva de futuro. Enquanto narra as aventuras e desventuras de Kambili e de sua família, o romance também apresenta um retrato contundente e original da Nigéria atual, mostrando os remanescentes invasivos da colonização tanto no próprio país, como, certamente, também no resto do continente.
Romance nigeriano - Século 21 - Literatura africana

Mais informações sobre o Dia da Consciência Negra na Wikipedia.
 

Veja também outras dicas já publicadas relacionados ao tema:

Dicas de Leitura - Consciência Negra no Brasil (outubro de 2011)
Conheça um pouco mais sobre a história dos negros no nosso país. Veja algumas dicas de leitura e contações de histórias com a temática África e Brasil que acontecem nas bibliotecas.

Dicas de Leitura - Escritoras Africanas (abril de 2018)
As Dicas de Leitura de abril de 2018 apresentam escritoras da Nigéria, Zimbábue, Camarões, Moçambique, África do Sul e Egito.

Dicas de Leitura - Dia Internacional contra a Discriminação Racial (março de 2019)
O Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial foi criado pela Organização das Nações Unidas e celebra-se em 21 de março em referência ao Massacre de Sharpeville. Esta é uma importante data que reforça a luta contra o preconceito racial em todo o mundo.

Dicas de Leitura - Toni Morrison (agosto 2019)
A escritora norte americana Toni Morrison faleceu dia 5 de agosto aos 88 anos. Toni foi a primeira mulher negra a ganhar o Nobel de Literatura em 1993 e é a ela que dedicamos esta edição das Dicas de Leitura.

Dicas de Leitura - Consciência Negra (novembro 2019)
Em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra em 20 de novembro, selecionamos para as Dicas de Leitura do mês algumas obras disponíveis no acervo das bibliotecas.

Dicas de Leitura - Vidas Negras Importam (Black Lives Matter) (junho 2020)
As Dicas de Leitura de junho se vale do tema do movimento ativista internacional Vidas Negras Importam, no inglês Black Lives Matter, criado em 2013 nos Estados Unidos, cuja campanha é contra a violência direcionada as pessoas negras e o racismo.

Dicas de Leitura - Vidas Negras Importam (Black Lives Matter) INFANTIL (julho 2020)
É importante para a formação das crianças conversar sobre raça, racismo, preconceito, convívio social, respeito a sí e ao próximo, tradições culturais, e assuntos correlatos. Dando sequência ao tema do movimento ativista internacional Vidas Negras Importam, no inglês Black Lives Matter, cuja campanha é contra a violência direcionada as pessoas negras e o racismo, selecionamos alguns livros infantis de nosso acervo que ajudarão as crianças na compreensão dessas questões.

Veja aqui outras dicas de leitura.

Estes e outros títulos podem ser emprestados gratuitamente mediante inscrição na biblioteca. Para saber mais como se inscrever e retirar livros consulte o Regulamento de empréstimo de SMB. Consulte a lista das bibliotecas das regiões de São Paulo para localizar a mais perto de você.

Consulte o Catálogo Online para saber em quais bibliotecas estão disponíveis estes e outros livros.

ATENÇÃO: o link do título é elaborado por um ISBN para facilitar o direcionamento para o catálogo online. Pesquise também pelo autor, título ou assunto para localizar outras edições e as bibliotecas.

Consulte a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo para localizar a mais perto de você.

Destaques da Semana - 18 a 24 de novembro

Destaques da semana de 18 a 24 de novembro, programação presencial Biblioteca Viva com Sarau, Contação de histórias, Teatro,  Culturas Negras - Mês da Consciência Negra (Sarau, Música, Contação de Histórias, Literatura Musical e Circo), Vozes Periféricas e Cultura Popular (Teatro e Música)

SARAU

Sarau Poetas do Tietê – memórias, chá bolo & poesia

Sarau Poetas do Tietê – memórias, chá bolo & poesia
Poetas do Tietê
Memórias, chá, bolo & poesia é um sarau intimista, onde os poetas do coletivo instigam o público com declamações e recordações poéticas, fazendo com que as pessoas presentes saiam do papel passivo de espectadores e resgatem suas próprias memórias, relembrando e compartilhando suas trajetórias de vida. O sarau é conduzido como um reencontro de família, onde as histórias e recordações vêm à tona regadas por chá, café, bolo e poesia. Nesse encontro iremos traçar novos caminhos de sensibilidade e reconstruir memórias com o público presente. Como em um encontro de família, teremos bolo, chá, café, resgate de histórias e muitos abraços. O sarau terminará com uma grande ciranda com todos os presentes. Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 120 min.
Dia 18 de novembro às 14h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 22 de novembro às 15h - Biblioteca Jayme Cortez

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Histórias Contadas com Origamis

Histórias Contadas com Origamis
Irene Tanabe
As contações de histórias com origamis (arte de dobrar papel) acontecem em novembro e dezembro nas bibliotecas de São Paulo. As narrações permitem que alguns elementos das histórias se materializem na frente do público. “Quando os origamis aparecem na frente da plateia é sempre uma surpresa, dá para ver na expressão do rosto das crianças que é mágico e divertido.”, explica Irene Tanabe, contadora de histórias. Ao completar duas décadas de contações de histórias com origamis, Irene apresentará as melhores narrativas desses 20 anos para o público das bibliotecas. Esta seleção de histórias apresentará contos tradicionais, lendas orientais e histórias contemporâneas regados a muitos origamis divertidos, que encantam crianças e adultos. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 19 de novembro às 11h - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes
Dia 23 de novembro às 11h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 23 de novembro às 14h - Biblioteca Sylvia Orthof

TEATRO
Realejo Cultural

Realejo Cultural
Cia Canta Circo & Teatro
De longe se escuta uma música... Uma imagem singela se aproxima, lembrando os antigos parques de diversões. Vem chegando o Realejo Cultural, uma intervenção literária e musical onde uma dupla de atores convida o público a desfrutar de um momento poético, dando vida a um pequeno palhaço, que atende pelo nome de Periquito, e tira de dentro de uma caixinha uma poesia, conto, música ou um pequeno trecho de alguma obra literária, presenteando o público com um momento lúdico e descontraído. O poema, música ou trecho sorteado pelo Palhaço Periquito é dado de presente para o público, incentivando crianças e adultos a conhecerem um pouco mais sobre outras obras daquele autor. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 22 de novembro às 14h - Biblioteca Amadeu Amaral

Tramarias: libertando-se das tramas

Tramarias: libertando-se das tramas
Coletivo As Trapeiras
Tecer era tudo que Maria fazia, tecer era tudo o que queria fazer. Todos os dias bem cedo, Maria acordava e caprichosamente colocava em seu tear mágico linhas e fios que utilizaria para alinhavar o mundo ao seu redor. Tudo estava sempre em perfeita harmonia. Mas, tecendo e tecendo, ela própria trouxe o dia em que se sentiu só. E com isso, ela teceu um homem…Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 90 min.
Dia 19 de novembro às 12h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 23 de novembro às 14h30 - Biblioteca Cora Coralina

CULTURAS NEGRAS - MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA

SARAU
Sarau da Antiga 28: Memórias de um Teatro Maloqueiro

Sarau da Antiga 28: Memórias de um Teatro Maloqueiro
Grupo Rosas Periféricas
Sarau da antiga 28: Memórias de um Teatro Maloqueiro é a proposta do Grupo Rosas Periféricas que prevê o lançamento do livro Rosas Faz 10 Anos: Memórias de um Teatro Maloqueiro, escrito por Akins Kintê, lançado em 2022, nas bibliotecas municipais da cidade de São Paulo. Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 60 min.
Dia 22 de novembro às 14h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade

MÚSICA
Debora Christian - Power Trio Feminino

Debora Christian - Power Trio Feminino
Debora Christian
A musicalidade de Debora Christian exala em cada compasso de suas composições, com letras que contam histórias, descreve olhares, com uma carga de atualidades e sentimentos, visita ritmos dançantes que remetem a sua brasilidade, tem soul e samba na sua levada, uma pitada de funk na sua batida, multi artista compõe melodias e harmonias num violão bem brasileiro. Nesse novo show apresenta suas principais composições acompanhada da baterista Camila Teixeira. Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 60 min.
Dia 18 de novembro às 14h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 19 de novembro às 11h - Biblioteca Nuto Sant’Anna

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Um Conto de Kwanzaa

Um Conto de Kwanzaa
Cia Oya ô
Inspirado no conto Os Sete Novelos - um conto de Kwanzaa de Angela Shelf Medearis, o público é convidado a conhecer um pouco do Reino de Gana, do povo Ashanti, dos adinkras e os princípios da Kwanzaa a partir da história de sete irmãos ashantis que brigavam muito, porém após a morte do pai eles tiveram que se unir para cumprir uma quase impossível missão. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 40 min.
Dia 18 de novembro às 10h - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 19 de novembro às 11h - Biblioteca Raimundo de Menezes

Brinquedos e histórias: de cantar e encantar

Brinquedos e histórias: de cantar e encantar
Agbalá Conta
Uma proposta de contação de histórias repleta de brincadeiras musicais e corporais da cultura preta brasileira e africana tradicional, temperada com histórias curtas que promovem a interação com crianças e seus acompanhantes. Um espaço rasgado no tempo, para a ludicidade preservada nas tradições para todos os corpos. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 18 de novembro às 14h - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 19 de novembro às 11h - Biblioteca Clarice Lispector (horário alterado)
Dia 22 de novembro às 14h - Biblioteca Malba Tahan

Pequenas Notáveis - Carolina de Jesus

Pequenas Notáveis - Carolina de Jesus
Cia. Núcleo
Toda grande personalidade um dia já foi criança, e é este período da vida que a Cia. Núcleo aborda nesta contação. Carolina de Jesus é uma das mulheres escolhidas para representar esta pesquisa sobre o feminino, a identidade de gênero e os papéis sociais. Enquanto trabalhava como catadora, Carolina registrava o cotidiano da favela do Canindé em cadernos que encontrava no lixo, e depois se tornou uma das principais escritoras negras do Brasil. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 40 min.
Dia 19 de novembro às 11h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 22 de novembro às 14h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 23 de novembro às 14h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos

Contando África em contos

Contando África em contos
Cia Colhendo Contos e Diáspora Negra
“Contando África em Contas” traz memórias de três histórias :“Os reis de Gondar (Etiópia)”, “Os Sete Novelos (Gana)” e “Os Comedores de Palavras (Angola)”, que passeiam pelos países do continente africano e vão de encontro com assuntos universais que são essenciais para o resgate, valorização, preservação e formação cultural de jovens e adultos, pois percebemos o quanto os países africanos, influenciaram e ainda influenciam o mundo. As histórias familiares têm a função de eternizar laços, preservar e dar continuidade às velhas memórias da família que nos acompanham pelo resto da vida. Assim acontece com os contos africanos, quando a figura mais importante de algumas comunidades africanas, os mestres “griôs”, transmitem os ensinamentos como forma de nunca deixar a tradição de seu povo se acabar e sempre se lembrar de seus antepassados, valorizando todos os elementos de sua cultura.
Dia 21 de novembro às 14h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli (CANCELADO)
Dia 22 de novembro às 14h - Biblioteca Menotti Del Picchia (CANCELADO)

LITERATURA MUSICAL
Palavras Preta

Palavras Preta
DJ Llobato
O projeto visa o incentivo e difusão a cultura negra, proporciona a população e frequentadores do equipamento o acesso a bens e serviços culturais, promove o incentivo a leitura e a criação artística autoral, através da música e da cultura hip hop, e seus processos reflexivos. O projeto, tem como histórico a participação e colaboração e a execução dos artistas preto periférico DJ Llobato, que já atua há mais de 25 anos na cena cultural da Cidade de São Paulo, realiza ações, eventos e projetos em parcerias com mais de mais de 20 coletivos e grupos de Rap e Hip Hop, da Região Sul da Cidade de São Paulo, através dos projetos 99 Probl3ms, e ainda os Saraus Enfrentamento Preto e Trançado Periférico. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 60 min.
Dia 18 de novembro às 14h - Biblioteca Roberto Santos
Dia 22 de novembro às 15h - Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo
Dia 23 de novembro às 15h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães

CIRCO
Espetáculo Catappum!

Espetáculo Catappum!
Coletivo Catappum!
Numa manhã cinzenta, um barulho ensurdecedor faz com que todos os habitantes caiam num sono profundo, Catappum! No meio do emaranhado de corpos, Shortz e Calarças são os únicos sobreviventes acordados. Os atrapalhados palhaços se envolvem no grande mistério de descobrir quem é o responsável por fazer toda a cidade cair no sono profundo. Nesta busca eles se deparam com a falta de comunicação, e o medo permanente de dormir a qualquer momento. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 19 de novembro às 11h - Biblioteca Viriato Corrêa

VOZES PERIFÉRICAS

O projeto Vozes Periféricas é um circuito de debates literários que demonstram a variedade da produção literária nas periferias. Nestes encontros são realizadas conversas com escritores da academia, poetas, romancistas e cronistas que trazem em seus textos as perspectivas e abordagens de narrativas potentes e decoloniais. A produção a qual esses autores estão relacionados é o que os une e que possibilita a diversidade de saberes a que se dedica essa intervenção.

Narrativas Literárias Africanas na Diáspora

Narrativas Literárias Africanas na Diáspora
Afrikanse
Narrativas literárias africanas na diáspora é um evento que contempla giras de conversas e intervenções artísticas sobre a arte e cultura africana advindo de artistas e pensadores imigrantes africanos residentes na cidade de São Paulo. Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 130 min.
Dia 22 de novembro às 14h - Biblioteca Brito Broca
Dia 23 de novembro às 15h - Biblioteca Álvares de Azevedo

CULTURA POPULAR 

TEATRO
Arrasta pé do mamulengo

Arrasta pé do mamulengo
Trup Trolhas
O espetáculo faz o resgate do teatro de mamulengos, com músicas originais, facilidade de linguagem, para público de todas as idades, independente de espaço. Contada por dois atores sendo um músico que conduz o espetáculo, utilizando violão e diversos instrumentos para a dramatização e um contador manipulador de bonecos. Um espetáculo em que o público irá rir e se divertir muito com as encrencas do Zé Quirino, seu parceiro Brexó, coronel Tiburso e sua filha Filomena.Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 18 de novembro às 16h - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia 19 de novembro às 11h30 - Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 21 de novembro às 14h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 23 de novembro às 10h - Biblioteca Nuto Sant’Anna

As Presepadas de Gitirana no Terreiro de Dona Dindinha
Fanfarrosas
O coletivo Fanfarrosas apresenta um espetáculo de teatro de mamulengo que traz situações e causos da sociedade, dando protagonismo às figuras populares e distintas do cotidiano; Benedite, vendedora ambulante, Rosquelina e seu boi fujão, Padre Lobrobró enviado de Jericó e a cobra Gitirana que só arruma confusão. Uma grande festa que mescla culturas nordestinas e paulistas cheias de encantaria, brincadeiras e memórias. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 60 min.
Dia 18 de novembro às 14h - Biblioteca Hans Christian Andersen (alterado)
Dia 22 de novembro às 14h - Biblioteca Aureliano Leite

MÚSICA
Histórias contadas e cantadas

Histórias contadas e cantadas
Ana Maria Carvalho
Ana Maria, acompanhada pelos sobrinhos, herdeiros diretos da Cultura Popular, se juntam aos artistas educadores Guilherme Kafé e Thais Ribeiro para realizar uma vivência de saberes tradicionais através de histórias, músicas, danças e as mais variadas brincadeiras singulares do Brasil. O encontro se inicia com uma história acompanhada de efeitos musicais dando espaço para a música cantada, que embala cada corpo presente na brincadeira e se desfecha no despertar do brincante, da criança que há em nós.
Histórias e brincadeiras são intercaladas dando sentido uma para a outra, são linguagens que se entrelaçam costurando narrativas na imaginação, na curiosidade e nas memórias que transcendem o tempo na escuta e na sensibilização do viver em cantorias e movimentos nos encantos do brincar. Classificação indicativa: Primeira infância (0 a 6 anos). Duração: 40 min.
Dia 19 de novembro às 11h - Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 23 de novembro às 14h - Biblioteca Raimundo de Menezes
  

VEJA TAMBÉM A PROGRAMAÇÃO LOCAL DAS BIBLIOTECAS EM NOVEMBRO COM ACESSO A PARTIR DA HOMEPAGE SMB.

Veja aqui a lista de endereços dos Facebook e Instagram das bibliotecas

Logo Facebooh e Instagram

Confiram outras atividades da programação cultural no Facebook BibliotecasSP e no Instagram SMBibliotecas

sexta-feira, 11 de novembro de 2022

Destaques da Semana - 11 a 17 de novembro

Destaques da semana de 11 a 17 de novembro, programação presencial Biblioteca Viva com Contação de Histórias, Teatro, Culturas Negras - Mês da Consciência Negra (Sarau, Música, Contação de Histórias, Literatura Musical e Circo), Bibliotecas Temáticas, Vozes Periféricas e Cultura Popular (Teatro e Música)

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Histórias Contadas com Origamis

Histórias Contadas com Origamis
Irene Tanabe
As contações de histórias com origamis (arte de dobrar papel) acontecem em novembro e dezembro nas bibliotecas de São Paulo. As narrações permitem que alguns elementos das histórias se materializem na frente do público. “Quando os origamis aparecem na frente da plateia é sempre uma surpresa, dá para ver na expressão do rosto das crianças que é mágico e divertido.”, explica Irene Tanabe, contadora de histórias. Ao completar duas décadas de contações de histórias com origamis, Irene apresentará as melhores narrativas desses 20 anos para o público das bibliotecas. Esta seleção de histórias apresentará contos tradicionais, lendas orientais e histórias contemporâneas regados a muitos origamis divertidos, que encantam crianças e adultos. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 17 de novembro às 14h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad

TEATRO
Realejo Cultural

Realejo Cultural
Cia Canta Circo & Teatro
De longe se escuta uma música... Uma imagem singela se aproxima, lembrando os antigos parques de diversões. Vem chegando o Realejo Cultural, uma intervenção literária e musical onde uma dupla de atores convida o público a desfrutar de um momento poético, dando vida a um pequeno palhaço, que atende pelo nome de Periquito, e tira de dentro de uma caixinha uma poesia, conto, música ou um pequeno trecho de alguma obra literária, presenteando o público com um momento lúdico e descontraído. O poema, música ou trecho sorteado pelo Palhaço Periquito é dado de presente para o público, incentivando crianças e adultos a conhecerem um pouco mais sobre outras obras daquele autor. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 17 de novembro às 10h - Biblioteca Raul Bopp

Tramarias: libertando-se das tramas

Tramarias: libertando-se das tramas
Coletivo As Trapeiras
Tecer era tudo que Maria fazia, tecer era tudo o que queria fazer. Todos os dias bem cedo, Maria acordava e caprichosamente colocava em seu tear mágico linhas e fios que utilizaria para alinhavar o mundo ao seu redor. Tudo estava sempre em perfeita harmonia. Mas, tecendo e tecendo, ela própria trouxe o dia em que se sentiu só. E com isso, ela teceu um homem…Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 90 min.
Dia 12 de novembro às 12h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli

CULTURAS NEGRAS - MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA

SARAU
Sarau da Antiga 28: Memórias de um Teatro Maloqueiro

Sarau da Antiga 28: Memórias de um Teatro Maloqueiro
Grupo Rosas Periféricas
Sarau da antiga 28: Memórias de um Teatro Maloqueiro é a proposta do Grupo Rosas Periféricas que prevê o lançamento do livro Rosas Faz 10 Anos: Memórias de um Teatro Maloqueiro, escrito por Akins Kintê, lançado em 2022, nas bibliotecas municipais da cidade de São Paulo. Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 60 min.
Dia 16 de novembro às 10h - Biblioteca Érico Veríssimo

MÚSICA
Debora Christian - Power Trio Feminino

Debora Christian - Power Trio Feminino
Debora Christian
A musicalidade de Debora Christian exala em cada compasso de suas composições, com letras que contam histórias, descreve olhares, com uma carga de atualidades e sentimentos, visita ritmos dançantes que remetem a sua brasilidade, tem soul e samba na sua levada, uma pitada de funk na sua batida, multi artista compõe melodias e harmonias num violão bem brasileiro. Nesse novo show apresenta suas principais composições acompanhada da baterista Camila Teixeira. Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 60 min.
Dia 16 de novembro às 10h30 - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 17 de novembro às 14h - Biblioteca José Paulo Paes

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Um Conto de Kwanzaa

Um Conto de Kwanzaa
Cia Oya ô
Inspirado no conto Os Sete Novelos - um conto de Kwanzaa de Angela Shelf Medearis, o público é convidado a conhecer um pouco do Reino de Gana, do povo Ashanti, dos adinkras e os princípios da Kwanzaa a partir da história de sete irmãos ashantis que brigavam muito, porém após a morte do pai eles tiveram que se unir para cumprir uma quase impossível missão. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 40 min.
Dia 11 de novembro às 10h - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato
Dia 12 de novembro às 11h - Biblioteca Mário Schenberg

Brinquedos e histórias: de cantar e encantar

Brinquedos e histórias: de cantar e encantar
Agbalá Conta
Uma proposta de contação de histórias repleta de brincadeiras musicais e corporais da cultura preta brasileira e africana tradicional, temperada com histórias curtas que promovem a interação com crianças e seus acompanhantes. Um espaço rasgado no tempo, para a ludicidade preservada nas tradições para todos os corpos. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 17 de novembro às 10h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 17 de novembro às 14h30 - Biblioteca Vinicius de Moraes

Pequenas Notáveis - Carolina de Jesus

Pequenas Notáveis - Carolina de Jesus
Cia. Núcleo
Toda grande personalidade um dia já foi criança, e é este período da vida que a Cia. Núcleo aborda nesta contação. Carolina de Jesus é uma das mulheres escolhidas para representar esta pesquisa sobre o feminino, a identidade de gênero e os papéis sociais. Enquanto trabalhava como catadora, Carolina registrava o cotidiano da favela do Canindé em cadernos que encontrava no lixo, e depois se tornou uma das principais escritoras negras do Brasil. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 40 min.
Dia 12 de novembro às 11h - Biblioteca Raul Bopp

Contando África em contos

Contando África em contos
Cia Colhendo Contos e Diáspora Negra
“Contando África em Contas” traz memórias de três histórias :“Os reis de Gondar (Etiópia)”, “Os Sete Novelos (Gana)” e “Os Comedores de Palavras (Angola)”, que passeiam pelos países do continente africano e vão de encontro com assuntos universais que são essenciais para o resgate, valorização, preservação e formação cultural de jovens e adultos, pois percebemos o quanto os países africanos, influenciaram e ainda influenciam o mundo. As histórias familiares têm a função de eternizar laços, preservar e dar continuidade às velhas memórias da família que nos acompanham pelo resto da vida. Assim acontece com os contos africanos, quando a figura mais importante de algumas comunidades africanas, os mestres “griôs”, transmitem os ensinamentos como forma de nunca deixar a tradição de seu povo se acabar e sempre se lembrar de seus antepassados, valorizando todos os elementos de sua cultura.
Dia 16 de novembro às 10h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 17 de novembro às 10h - Biblioteca Jayme Cortez (CANCELADO)

LITERATURA MUSICAL
Palavras Preta

Palavras Preta
DJ Llobato
O projeto visa o incentivo e difusão a cultura negra, proporciona a população e frequentadores do equipamento o acesso a bens e serviços culturais, promove o incentivo a leitura e a criação artística autoral, através da música e da cultura hip hop, e seus processos reflexivos. O projeto, tem como histórico a participação e colaboração e a execução dos artistas preto periférico DJ Llobato, que já atua há mais de 25 anos na cena cultural da Cidade de São Paulo, realiza ações, eventos e projetos em parcerias com mais de mais de 20 coletivos e grupos de Rap e Hip Hop, da Região Sul da Cidade de São Paulo, através dos projetos 99 Probl3ms, e ainda os Saraus Enfrentamento Preto e Trançado Periférico. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 60 min.
Dia 11 de novembro às 13h - Biblioteca Anne Frank

CIRCO
Espetáculo Catappum!

Espetáculo Catappum!
Coletivo Catappum!
Numa manhã cinzenta, um barulho ensurdecedor faz com que todos os habitantes caiam num sono profundo, Catappum! No meio do emaranhado de corpos, Shortz e Calarças são os únicos sobreviventes acordados. Os atrapalhados palhaços se envolvem no grande mistério de descobrir quem é o responsável por fazer toda a cidade cair no sono profundo. Nesta busca eles se deparam com a falta de comunicação, e o medo permanente de dormir a qualquer momento. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 16 de novembro às 15h - Biblioteca Álvares de Azevedo

Eranko Circo de Ébanos

Eranko
Circo de Ébanos
O espetáculo é inspirado pela potência humana enquanto ser animal. Nesta obra circense, o instinto, a visceralidade e a simplicidade do homem contemporâneo ganham qualidade de alta tecnologia humana, ou seja, resgata a essência da natureza selvagem em nós, por isso Eranko, que significa animal no idioma Yoruba. O elenco do Circo de Ébanos é composto totalmente por artistas negros. São Jovens construindo um caminho artístico por meio de referências do circo clássico, contemporâneo e da cultura afro-brasileira.Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 60 min.
Dia 17 de novembro às 15h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima

BIBLIOTECAS TEMÁTICAS

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Histórias Encantadas

Histórias Encantadas
Ivani Magalhães
Em “Histórias Encantadas” crianças e adultos são conduzidos ao universo mágico dos Contos de Fadas. Ao serem narrados de forma envolvente e interativa, os enredos provocam encantamento a partir da exploração de recursos visuais, como tecidos, bonecos e objetos animados, além de recursos sonoros e canções. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 11 de novembro às 14h - Biblioteca Hans Christian Andersen

VOZES PERIFÉRICAS

O projeto Vozes Periféricas é um circuito de debates literários que demonstram a variedade da produção literária nas periferias. Nestes encontros são realizadas conversas com escritores da academia, poetas, romancistas e cronistas que trazem em seus textos as perspectivas e abordagens de narrativas potentes e decoloniais. A produção a qual esses autores estão relacionados é o que os une e que possibilita a diversidade de saberes a que se dedica essa intervenção.

Narrativas Literárias Africanas na Diáspora

Narrativas Literárias Africanas na Diáspora
Afrikanse
Narrativas literárias africanas na diáspora é um evento que contempla giras de conversas e intervenções artísticas sobre a arte e cultura africana advindo de artistas e pensadores imigrantes africanos residentes na cidade de São Paulo. Classificação indicativa: Adulto (18 a 59 anos). Duração: 130 min.
Dia 16 de novembro às 14h30 - Biblioteca Cora Coralina
Dia 17 de novembro às 14h - Biblioteca Marcos Rey

CULTURA POPULAR 

TEATRO
Arrasta pé do mamulengo

Arrasta pé do mamulengo
Trup Trolhas
O espetáculo faz o resgate do teatro de mamulengos, com músicas originais, facilidade de linguagem, para público de todas as idades, independente de espaço. Contada por dois atores sendo um músico que conduz o espetáculo, utilizando violão e diversos instrumentos para a dramatização e um contador manipulador de bonecos. Um espetáculo em que o público irá rir e se divertir muito com as encrencas do Zé Quirino, seu parceiro Brexó, coronel Tiburso e sua filha Filomena.Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 50 min.
Dia 16 de novembro às 14h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 17 de novembro às 15h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa

As Presepadas de Gitirana no Terreiro de Dona Dindinha
Fanfarrosas
O coletivo Fanfarrosas apresenta um espetáculo de teatro de mamulengo que traz situações e causos da sociedade, dando protagonismo às figuras populares e distintas do cotidiano; Benedite, vendedora ambulante, Rosquelina e seu boi fujão, Padre Lobrobró enviado de Jericó e a cobra Gitirana que só arruma confusão. Uma grande festa que mescla culturas nordestinas e paulistas cheias de encantaria, brincadeiras e memórias. Classificação indicativa: Criança (7 a 14 anos). Duração: 60 min.
Dia 11 de novembro às 14h - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 16 de novembro às 10h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 17 de novembro às 14h - Biblioteca Malba Tahan

MÚSICA
Histórias contadas e cantadas

Histórias contadas e cantadas
Ana Maria Carvalho
Ana Maria, acompanhada pelos sobrinhos, herdeiros diretos da Cultura Popular, se juntam aos artistas educadores Guilherme Kafé e Thais Ribeiro para realizar uma vivência de saberes tradicionais através de histórias, músicas, danças e as mais variadas brincadeiras singulares do Brasil. O encontro se inicia com uma história acompanhada de efeitos musicais dando espaço para a música cantada, que embala cada corpo presente na brincadeira e se desfecha no despertar do brincante, da criança que há em nós.
Histórias e brincadeiras são intercaladas dando sentido uma para a outra, são linguagens que se entrelaçam costurando narrativas na imaginação, na curiosidade e nas memórias que transcendem o tempo na escuta e na sensibilização do viver em cantorias e movimentos nos encantos do brincar. Classificação indicativa: Primeira infância (0 a 6 anos). Duração: 40 min.
Dia 12 de novembro às 11h - Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 16 de novembro às 9h - Biblioteca Afonso Schmidt

VEJA TAMBÉM A PROGRAMAÇÃO LOCAL DAS BIBLIOTECAS EM NOVEMBRO COM ACESSO A PARTIR DA HOMEPAGE SMB.

Veja aqui a lista de endereços dos Facebook e Instagram das bibliotecas

Logo Facebooh e Instagram

Confiram outras atividades da programação cultural no Facebook BibliotecasSP e no Instagram SMBibliotecas